segunda-feira, fevereiro 26, 2024

Dia do Rock | 30 ícones do rock que você PRECISA conhecer

Nosso especial do Dia do Rock continua a todo vapor.

Agora, em homenagem aos incríveis artistas que influenciaram suas gerações e que servem de inspiração para os nomes contemporâneos, separamos uma breve lista com 20 ícones do gênero que você precisa conhecer – passando dos mais conhecidos, como AerosmithThe Beatles até Annie Lennox e The Runaways.

Confira:

SISTER ROSETTA THARPE

Rosetta Tharpe é conhecida, até hoje, como a Madrinha do rock and roll – e tornou-se uma superestrela com sua guitarra, viajando pelo mundo e agraciando o público com seu talento único. Nos anos 1960, ela introduziu aos britânicos o electric-blues, influenciando mais de uma década de artistas com suas produções mirabolantes, além de ter servido de inspiração para Elvis Presley (com quem inclusive trabalhou).

PRINCE

É claro que não poderíamos deixar Prince de fora da nossa lista – afinal, o icônico artista consegue “fazer tudo bem”, de acordo com o Hall da Fama do Rock and Roll. Conhecido por suas fusões entre funkR&Brockpop e vários outros estilos, o cantor e compositor eternizou canções como “Purple Rain” na história da música e introduziu ao mundo o “som de Minneapolis”. Não é à toa que ele seja um dos maiores performers de todos os tempos e continua influenciando inúmeros nomes da contemporaneidade – como, por exemplo, Janelle MonáeAdam Lambert.

CHUCK BERRY

Chuck Berry, assim como Rosetta Tharpe, tem uma importância inestimável não apenas para o rock, mas para o cenário fonográfico em si. Cunhado como o Pai do rock and roll, Berry é exaltado como um teorista magistral do gênero em questão e um gênio conceitual, como bem apontou o jornal The New York Times. Dentre as várias personalidades que influenciou, podemos citar Elvis PresleyLittle RichardBuddy Holly – ora, até mesmo os Beatles pegaram elementos de sua carreira emprestados para ascenderem à fama.

Não deixe de assistir:

TINA TURNER

São poucos os artistas que conseguem alcançar o legado deixado por Tina Turner na indústria do entretenimento. A artista dominou os anos 1960 e 1970 com um estilo único, vibrante e recheado de vocais e movimentos esplêndidos – aproveitando a ascensão da música pop para imprimir uma identidade que misturasse gêneros. Vencedora de oito estatuetas do Grammy, Turner serviu de inspiração para a lendária Joan Jett, além de ser musa de artistas mais recentes, como Miley CyrusKelly ClarksonPink.

MEMPHIS MINNIE

Se você nunca ouviu falar de Memphis Minnie, provavelmente deveria aproveitar esse dia tão icônico para conhecê-la. Quebrando as regras de gênero que lhe eram impostas, Minnie transformou-se em um ícone do rock e, inclusive, venceu o guitarrista Big Bill Broonzy em uma competição julgada por Muddy Waters. Não bastasse suas habilidades de tirar o fôlego, Minnie também assinou a clássica canção “When the Levee Breaks”, que ganharia fama através da banda Led Zeppelin.

LITTLE RICHARD

Little Richard não apenas é um dos nomes mais conhecidos do cenário rock, como também insurge como um dos emblemas da comunidade LGBTQIA+. Em uma de suas aparições públicas, Richard chamou a si mesmo de “rainha do rock“, em contrapartida a Elvis Presley, a quem havia influenciado. Desafiando as normas de gênero através de uma presença de palco extravagante, Richard influenciou cantores como Elton JohnDavid Bowie, além de amalgamar temas como sexualidade, religião e vício em drogas em suas canções.

JIMI HENDRIX

Quem nunca ouviu falar de Jimi Hendrix provavelmente está mentindo. Afinal, Hendrix, desde muito cedo em sua carreira musical, fez de tudo, menos se conformar com o cenário mainstream, que o afastava tanto dos convencionalismos do R&B quanto do escopo underground da cena rock. Mas sua maior conquista foi ter redefinido a presença da guitarra elétrica com técnicas de acorde únicas e esplendorosas – que ficaria conhecido como o “Acorde Hendrix”.

PEGGY JONES

Conhecida como a Mãe do rock and rollPeggy Jones ganhou fama depois de participar como membro da banda de Bo Diddley. Eles começaram a trabalhar juntos em meados dos anos 1950 e tornou-se uma das primeiras (senão a primeira) guitarrista mulher a ter visibilidade considerável dentro do cenário fonográfico, segundo a History’s Greatest. Jones foi catapultada ao sucesso por suas investidas experimentais e suas inovações técnicas que ficariam marcadas na história – influenciando até mesmo bandas mais atuais de heavy metal.

ELTON JOHN

Elton John jamais poderia ficar de fora da nossa lista, ainda mais considerando sua contínua expressividade no cenário musical. Encontrando sucesso comercial e crítico a partir dos anos 1970, John já lançou nada menos que 31 álbuns de estúdio, tendo colaborado com o liricista Bernie Taupin em uma fusão explosiva e bastante colorida de rockpop-rockglam-rock. Tendo conquistado inúmeros prêmios ao longo de sua vida, incluindo duas estatuetas do Oscar, John influenciou uma legião de artistas, incluindo Lady GagaRina SawayamaAdam Lambert.

DAVID BOWIE

Com uma carreira marcada pela reinvenção e por apresentações visuais estupendas – cuja estética viria a influenciar nomes como Lady Gaga e Lorde -, David Bowie permanece como um dos musicistas de maior sucesso crítico e comercial de todos os tempos e carrega consigo um legado infindável, sendo até mesmo creditado como o Melhor Astro de Rock de Todos os Tempos pela revista Rolling Stone no ano de sua morte. Mais do que isso, Bowie nunca escondeu sua sexualidade e se tornou um símbolo da representatividade LGBTQ+ desde o momento em que abraçou o glam rock e abandonou o tradicionalismo fonográfico, abrindo espaço para um vanguardismo continua refletindo no cenário contemporâneo

ANNIE LENNOX

Depois de fazer um moderado sucesso no final dos anos 1970, Annie Lennox tornou-se mundialmente famosa ao integrar o grupo de synth-rock Eurythmics – ainda mais com sua performance memorável no videoclipe de “Sweet Dreams (Are Made of This)”. A contralto foi nomeada como uma das melhores cantoras vivas e uma das melhores de todos os tempos pela revista Rolling Stone. Como se não bastasse, Lennox é uma ativista sociopolítica nas questões sobre HIV/AIDS, principalmente no continente africano.

JONI MITCHELL

Variando entre diversos estilos que incluem rockfolk e jazzJoni Mitchell ganhou nada menos que nove estatuetas do Grammy, além de ter sido incluída no Hall da Fama do Rock and Roll em 1997. Uma das mais importantes e influentes artistas do final do século passado, Mitchell é conhecida por músicas como “Chelsea Morning”“The Circle Game”.

ELVIS PRESLEY

É claro que o Rei do Rock não ficaria de fora da nossa lista. Sendo um dos ícones mais significativos da cultura pop mundial, Elvis Presley começou sua carreira no começo dos anos 1950 e logo ascendeu ao sucesso com performance provocativas e sensuais que seriam imitados por outros ícones da música. Pioneiro do rockabilly e vencedor de três Grammys, Elvis é conhecido por músicas como “Heartbreak Hotel”“Love Me Tender”“Can’t Help Falling In Love”.

THE ROLLING STONES

A banda de rock britânica The Rolling Stones se formou em 1962 e colocou Mick JaggerBrian JonesKeith Richards e tantos outros no topo do mundo. Identificando-se com a contracultura jovem da década de 1960, seu estilo musical tem fortes raízes no blues e no rock clássico. Através de centenas de prêmios e de canções icônicas, foi incluído no Hall da Fama em 1989 e é considerado como um dos maiores grupos musicais da história.

METALLICA

Metallica é uma banda de heavy metal extremamente influente e compõe o seleto grupo dos “quatro grandes” do thrash metal ao lado de SlayerAnthraxMegadeth. Vendendo mais de 125 milhões de álbuns ao redor do mundo, o grupo já levou para casa nove estatuetas do Grammy (com seus últimos seis álbuns tendo debutado diretamente no topo da Billboard 200). Seus integrantes são conhecidos por mudar o cenário do rock através de expansões do gênero e de intrincadas composições.

AEROSMITH

Tendo incorporado elementos do heavy metal e do R&B ao tradicionalismo clássico do blues e do hard-rockAerosmith não apenas tem uma das canções de amor mais famosas de todos os tempos (“I Don’t Wanna Miss a Thing”), como também inspirou diversos artistas com o passar do tempo. Donos de sucessos críticos e comerciais como “Livin’ on the Edge”“Janie’s Got a Gun”, o grupo estadunidense vendeu mais de 150 milhões de álbuns ao redor do mundo e levou para casa quatro estatuetas do Grammy.

VAN HALEN

A banda Van Halen é conhecida principalmente por seus enérgicos e impecáveis shows, mas também é a principal responsável por levar o hard rock de volta para a esfera mainstream. Com mais de 80 milhões de álbuns vendidos, seu sucesso sem precedentes estourou no em que o grupo se formou, em 1972, estendendo-se até os dias de hoje (por mais que estejam em hiato desde 2015).

BOB DYLAN

Bob Dylan é um dos patronos da cultura pop há mais de cinquenta anos. O musicista, que também trabalha como artista visual e literário, já lançou 39 álbuns de estúdio e, em 2016, levou o prêmio Nobel de Literatura para casa por imprimir uma nova perspectiva poética às construções fonográficas. Suas canções se tornaram hinos de prosperidade e foram utilizados durante protestos pelo direitos civis e contra a guerra. Com dez Grammys em sua carreira, Dylan desafiou as convenções musicais e apelou sua identidade para a crescente contracultura dos anos 1960.

THE BEATLES

O grupo formado por John LennonPaul McCartneyGeorge HarrisonRingo Starr é simplesmente a boyband mais antiga da história da música e, até hoje, permanecem como os artistas mais influentes de todos os tempos. Ganhando reconhecimento ao utilizar a contracultura do rock para levá-la ao panorama mainstream, a banda sempre conseguiu explorar diversos gêneros musicais de forma impecável – permanecendo, até hoje, como o ato fonográfico mais vendido (com aproximadamente 600 milhões de unidades adquiridas ao redor do mundo).

THE RUNAWAYS

Em apenas quatro anos (o tempo que a carreira do grupo se manteve na ativa), The Runaways tornou-se uma das girlbands mais influenciáveis e importantes da música. Conhecidas por sucessos como “Cherry Bomb”“Queens of Noise”“Born to be Bad”, o grupo abriu caminho para muitas artistas femininas dos últimos 30 anos – como L7The Donnas e Vixen -, sendo citadas como inspiração de diversos nomes da indústria.

BRUCE SPRINGSTEEN

Munido de seu violão ou de sua guitarra, Bruce Springsteen ganhou aclame da crítica e do público ao surgir no cenário musical no começo dos anos 1970. Falando sobre temas como luta de classes e utilizando poesia para compor suas envolventes e emocionantes canções, sua carreira já se estende por cinco décadas e incluem faixas como “Badlands”“Streets of Philadelphia”“Born to Run”. Springsteen tem em seu legado 20 prêmios do Grammy, dois Globos de Ouro, um Oscar e um Tony Award.

JOAN JETT

Uma das fundadoras do grupo The Runaways certamente merecia um espaço único para seu memorável e imortal legado. Joan Jett é a voz por trás de “Cherry Bomb”“Light of Day”“Dirty Deeds” – e é descrita como a Rainha do Rock’n’Roll e a Madrinha do Punk. Em 2015, ela foi acrescentada do Hall da Fama por sua importância artística e por sua forte presença no cenário feminista.

RITA LEE

Quando pensamos no cenário musical brasileiro clássico, nossa mente logo coloca Rita Lee entre os principais nomes. E não é por menos: a Rainha do Rock nacional é uma voz ativa tanto política quanto artisticamente desde quando integrava o grupo Os Mutantes. Misturando o rock à psicodelia do tropicalismo e do new wave, Lee já vendeu 55 milhões de discos ao redor do mundo e foi a pioneira do hibridismo de gêneros. Sua obra-prima, ‘Fruto Proibido’, é um marco na história brasileira e entrou para a lista dos melhores discos nacionais da revista Rolling Stone.

PATTI SMITH

Patti Smith é uma incrível e completa artista que começou sua carreira no cenário nova-iorquino dos anos 1970. Pioneira do movimento punk-rock nos Estados Unidos, Smith ganhou aclame por sua amálgama artista entre rock e poesia – e roubou os holofotes com a canção “Because the Night”, co-escrita com Bruce Springsteen. Responsável pela identidade musical de nomes como Courtney LoveMadonna, a artista também é uma ativista política contra as ofensas bélicas estadunidenses no Oriente Médio, principalmente.

BLONDIE

Fundada pela cantora Debbie Harris e pelo guitarrista Chris SteinBlondie é um grupo de rock estadunidense responsável pelo pioneirismo do punk e do new wave na cidade de Nova York nos anos 1970. Misturando estilos musicais que incorporavam elementos do disco, do pop, do reggae e até mesmo de um primitivo rap, a banda é conhecida por sucessos como “The Tide Is High”“Call Me”“Heart of Glass”. Em 2016, entraram para o Hall da Fama do Grammy.

TITÃS

O grupo de rock alternativo paulistano Titãs ganhou reconhecimento nacional e até mesmo internacional após pincelarem diversas canções com fusões inesperadas de estilos musicais que variavam entre o new wave e a MPB. Em 2009, levaram para casa o Grammy Latino, além de terem vendido quase 6,5 milhões de discos em quarenta anos de carreira – colocando-os na lista da bandas mais bem-sucedidas do Brasil.

BARÃO VERMELHO

Ao lado de Legião UrbanaParalamas do Sucesso Titãs, a banda Barão Vermelho é considerada até hoje como um dos quatro atos musicais brasileiros mais influentes da década de 1980. Com quase quarenta anos de carreira, o grupo é conhecido por sucessos de crítica e comerciais como “Todo Amor que Houver Nessa Vida”“Pro Dia Nascer Feliz”“Política Voz” – além de ter catapultado a carreira de nomes como CazuzaRoberto Frejat.

CÁSSIA ELLER

Cássia Eller nos deixou muito cedo – principalmente depois de uma meteórica e importantíssima carreira. Ativista dos direitos LGBTQ+ por toda a sua vida, ela foi uma das maiores representantes do rock nacional dos anos 1990 e eleita a 40ª maior artista da música brasileira pela Rolling Stone. Em 2002, levou para casa um Grammy Latino póstumo por seu álbum ‘Acústico MTV’, consolidando seu imortal legado.

PITTY

Pitty é uma das, senão a maior representante do rock brasileiro contemporâneo, dominando a cena nacional há mais de uma década. Tendo concorrido quatro vezes ao Grammy Latino, seu ácido liricismo e seu potentes vocais são as principais armas das quais se vale. Conhecida na Europa, nos Estados Unidos e no Japão, seus principais singles incluem “Amirável Chip Novo”“Equalize”“Memórias“Na sua Estante”.

JANIS JOPLIN

Janis Joplin também nos deixou muito cedo, com apenas 27 anos. Dona de uma voz única e de uma paixão pela arte musical e suas provocativas rendições a colocaram no Hall da Fama em 1995, além de ter vendido mais de 15 milhões de discos em apenas oito anos. Adorada mundialmente, Joplin é constantemente citada como influência de ícones contemporâneos – como Florence WelchStevie NicksPink.

Mais notícias...

Thiago Nollahttps://www.editoraviseu.com.br/a-pedra-negra-prod.html
Em contato com as artes em geral desde muito cedo, Thiago Nolla é jornalista, escritor e drag queen nas horas vagas. Trabalha com cultura pop desde 2015 e é uma enciclopédia ambulante sobre divas pop (principalmente sobre suas musas, Lady Gaga e Beyoncé). Ele também é apaixonado por vinho, literatura e jogar conversa fora.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS