Diretor de 'O Exorcista' diz que as sequências são "estúpidas e ridículas"

Diretor de 'O Exorcista' diz que as sequências são "estúpidas e ridículas"


William Friedkin, diretor do clássico 'O Exorcista', abriu o jogo e revelou em entrevista ao Indiewire o que pensa das sequências do filme original, e ainda contou que se recusou à assistir, até mesmo, o seriado da Fox.

"Nunca vi nenhuma das sequências de 'O Exorcista'. Ok, eu assisti uns cinco minutos de 'O Exorcista II', mas só porque eu estava no laboratório de technicolor de um filme que dirigi e lá estava uma cópia do filme. Entrei, e depois de cinco minutos, desisti. Não conseguia entender. Achei que era simplesmente ridículo e estúpido. Mas isso foi apenas os cinco primeiros minutos, então, não posso fazer um julgamento final sobre isso. Senti como se não tivesse nada a ver com 'O Exorcista'", revelou.

Ao ser perguntado sobre o seriado, ele comentou que foi uma das últimas conversas que teve com o autor do livro, William Peter Blatty.

"Eu também não vi a série. Eles compraram os direitos do Blatty. O que eu sei, é que ele nunca assistiu nenhum episódio antes de morrer. Ele morreu durante a primeira temporada. Ele me ligou e foi a última chamada que me fez, pouco antes de morrer: 'Billy, você viu?' E eu disse: 'Não, Bill.' Ele disse: 'Eu também não.' E foi o máximo que falamos sobre isso.", concluiu.




Atualmente,  Friedking divulga o documentário 'The Devil and Father Amorth' - em que ele revela ter filmado um exorcismo na vida real. A produção foi rodada em 2016, com a premissa de que William gravou um momento verídico de possessão.

Assista ao trailer:





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c