segunda-feira, fevereiro 26, 2024

Disco | As 5 melhores músicas do INCRÍVEL 15º álbum de Kylie Minogue

Há dois anos, Kylie Minogue fazia seu tão aguardado retorno ao mundo da música com o antecipadíssimo ‘Disco’, seu 15º álbum de estúdio.

Aclamado pela crítica especializada (incluindo este que vos fala), a produção foi extremamente elogiada pelas canções envolventes e que traziam uma mistura incrível de gêneros, incluindo discotechnonu-disco dance, arremessando a cantora e compositora australiana de volta para suas raízes dos anos 1980.

Para comemorar seu 2º aniversário, preparamos uma lista ranqueando todas as músicas da versão padrão do álbum.

Confira abaixo e conte para nós qual a sua música favorita:

5. “SAY SOMETHING”

“Retomando sua parceria com Biff Stannard, colaborador de longa-data que produziu as memoráveis “In Your Eyes” e “Love at First Sight”, a faixa é surpreendentemente etérea e foge do convencional em cada um dos seus elementos – o que é sempre bem-vindo dentro de um contexto contemporâneo que costuma reciclar o mais do mesmo. De um lado, temos os vibrantes sintetizadores, acuados em uma estética que oscila entre o final dos anos 1970 e o começo dos anos 1980, fazendo homenagem tanto à sua própria carreira quanto às reverberações sinestésicas de uma época que é lembrada com força nos dias de hoje.” – Thiago Nolla

4. “MAGIC”

“Se Gloria Gaynor e Diana Ross se unissem nos dias de hoje para performarem juntas, “Magic” provavelmente teria sido o resultado. A composição melódica nutre de um familiar crescendo que é bastante prático em todos os momentos, entregando exatamente o que precisávamos para uma época tão conturbada. O arranjo do piano com os trompetes e com o minimalismo dos sintetizadores se cruzam em uma exuberante narrativa romântica e uma ode ao carpe diem que não poderia ter explicação mais clara para aqueles que desejam alcançá-lo” – T.N.

3. “SUPERNOVA”

Não deixe de assistir:

Minogue não pensa duas vezes antes de abarcar territórios normalmente inexplorados, como a agressividade percussional-eletrônica de “Supernova”, um dos vários ápices do álbum. Aqui, cada uma das engrenagens funciona com perfeição invejável, desde as distorções que iniciam a canção e se estendem para os ótimos vocais, até a compassada batida que nos guia por um chorus dançante e envolvente. Assim como o título da faixa, o resultado é uma explosão intergaláctica de amor pelos anos 1980 e um testamento do que a cantora e compositora já nos entregou desde sua estreia oficial na música.

2. “I LOVE IT”

“Para a nova canção, Kylie deixou bem explícito que o simples e claro título do álbum é a atmosfera pela qual busca – graças aos deuses da música. Retomando parceria com Richard Stannard, que emprestou seus versos para a supracitada “Say Something” e para icônicas iterações como “In My Arms” e “In Your Eyes”, a narrativa tangencia tons confessionais ao ser acompanhada por batidas sintéticas e por dinâmicos violinos que drenam inspiração de Gloria Gaynor e até mesmo do euro-disco de ABBA (vide “Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight)”)” – T.N.

1. “WHERE DOES THE DJ GO?”

“A faixa mais surpreendente de ‘Disco’ se restringe ao saudosismo tocante de “Where Does the DJ Go?”, comandada pelo poder incomparável de uma rendição quase teatral e um crescendo soberbo que precedem um dos refrãos mais sólidos do ano, estendendo suas ramificações inclusive para o gospel-pop” – T.N.

Mais notícias...

Thiago Nollahttps://www.editoraviseu.com.br/a-pedra-negra-prod.html
Em contato com as artes em geral desde muito cedo, Thiago Nolla é jornalista, escritor e drag queen nas horas vagas. Trabalha com cultura pop desde 2015 e é uma enciclopédia ambulante sobre divas pop (principalmente sobre suas musas, Lady Gaga e Beyoncé). Ele também é apaixonado por vinho, literatura e jogar conversa fora.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS