quarta-feira, abril 24, 2024

É Muito DINHEIRO! As Maiores Fortunas do Cinema nos anos 90! Relembre os atores mais bem pagos daquela década

A carreira artística não é para os fracos. Seja a área que for, talentos podem passar uma vida inteira sem serem reconhecidos. Com os atores, mesmo em um lugar de sonhos como Hollywood não é diferente. Por isso a greve foi tão importante para a classe, para garantir através do sindicato melhores direitos trabalhistas em especial para esses atores e atrizes anônimos.

A verdade é que o sonho de todo ator é ser descoberto, ser apreciado por seu trabalho. E esse reconhecimento geralmente traz fama e fortuna. O trabalho é duro, já que é preciso dar a cara a tapa, receber muita negatividade e críticas. Mas a recompensa pode mudar não apenas a vida de um ator, como a de muitos ao seu redor. Todos buscam um lugar ao sol para se tornar o mais novo astro e estrela de Hollywood. É sobre eles que falaremos nesta nova matéria.

Aqui, iremos voltar no tempo, para a década de 1990, na qual os salários astronômicos de Hollywood chegavam à casa dos US$20 milhões por filme. Já pensou? Mostrando a disparidade que ainda assola a indústria hoje, nos anos 90 veremos que apenas uma mulher foi incluída entre os artistas mais bem pagos da época. Confira abaixo.

01) Tom Hanks

O astro Tom Hanks teve a chance de fazer fortuna nos anos 90 como poucos. Também, ele é o único ator vivo a ganhar por dois anos consecutivos o Oscar de melhor ator principal. Nos anos 90 não teve para ninguém. Por ‘Forrest Gump’ (1994), seu filme mais famoso até hoje, Hanks embolsou nada menos que US$70 milhões – esse montante incluiu seu salário pelo filme somado ao lucro da participação pela bilheteria do filme (num contrato bem sagaz).

Como se não bastasse, Hanks repetiu a dose com ‘O Resgate do Soldado Ryan’ (1998), onde recebeu US$40 milhões no mesmo esquema (lucro da participação de bilheteria). No mesmo ano, ficaria mais “humilde” recebendo “apenas” US$20 milhões (que era o “teto” dos maiores astros da época) de cachê por ‘Mens@gem para Você’ e mais US$20 milhões por ‘À Espera de um Milagre’ (1999).

02) Tom Cruise

Ainda um dos maiores astros da atualidade, Tom Cruise se mantém no topo da cadeia alimentar de Hollywood, seguindo extremamente rentável na maior indústria do cinema aos 61 anos de idade. Nos anos 90, assim como o xará Tom Hanks, Cruise tratou de garantir um acordo bem inteligente junto ao estúdio. Seu maior salário havia sido por ‘Entrevista com o Vampiro’ (1994), onde chegou a US$15 milhões. Porém, fechou contrato com a Paramount e se tornou produtor de ‘Missão: Impossível’ (1996), faturando US$70 milhões (incluindo seu cachê e a porcentagem da bilheteria). Depois disso, foram US$20 milhões por ‘Jerry Maguire’ (1996) e US$20 milhões por ‘De Olhos Bem Fechados’ (1999).

03) Arnold Schwarzenegger

Não deixe de assistir:

É claro que o maior astro de ação dos anos 90 estaria na lista. O austríaco que dominou Hollywood recebeu US$15 milhões por seu maior sucesso da carreira, ‘O Exterminador do Futuro 2’ (1991). Vendo o faturamento e a comoção que o filme se tornou, o valor de Arnold Schwarzenegger subiu como um foguete. A partir de 1996, com ‘Queima de Arquivo’, o ator viu seu cachê se tornar um dos mais altos de Hollywood, com US$20 milhões pelo longa. E seguiu assim pela comédia ‘Um Herói de Brinquedo’, do mesmo ano, no qual recebeu US$20 milhões também. Mas seria com o blockbuster ‘Batman & Robin’, de 1997, que o salário de Arnold viraria manchete como um dos mais altos dos anos 90. O ator recebeu US$25 milhões para ter seu nome impulsionando o projeto e ser pintado de azul como o vilão Mr. Freeze.

04) Mel Gibson

O astro Mel Gibson conseguiu ser cancelado antes mesmo do conceito do cancelamento existir. Acusações antissemitas e ameaças de violência doméstica estão no repertório de Gibson, que viu Hollywood fechar as portas para ele, relegado hoje a produções do nível B. Na década de 90, no entanto, a história era outra e Mel Gibson vivia dias de glória, como um dos astros mais bem pagos de Hollywood. Seu cachê aumentou exponencialmente em ‘Maverick’ (1994), quando recebeu US$15 milhões da Warner. Daí em diante daria mais um salto chegando aos cobiçados US$20 milhões por filme, em obras como ‘O Preço de um Resgate’ (1996) e ‘Teoria da Conspiração’ (1997). Mas o auge seria atingido em ‘Máquina Mortífera 4’ (1998), quando, assim como Arnold Schwarzenegger, receberia o salário recorde de US$25 milhões fixos por um único filme.

05) Harrison Ford

Harrison Ford não fica devendo nada para os maiores astros de Hollywood. Ford inclusive pode ser considerado “o” grande astro do cinema nos anos 80 e 90. Só para dar um exemplo, ele protagonizou duas das maiores franquias do cinema de todos os tempos: ‘Star Wars’ e ‘Indiana Jones’. E nos anos 90, sem ambas, seguiu fazendo sucesso em filmes elogiados. Na década citada, Ford atingiu o tão sonhado cachê de US$20 milhões pelo filme ‘Inimigo Íntimo’ (1997), pela primeira vez em sua carreira. Mas não pararia por aí, pois no mesmo ano passaria dessa marca, chegando a US$22 milhões recebidos pelo filme ‘Força Aérea Um’ (1997). Depois disso voltaria ao “padrão” dos US$20 milhões em filmes como ‘Seis Dias, Sete Noites’ (1998) e ‘Destinos Cruzados’ (1999).

06) Barbra Streisand

A única mulher a aparecer na lista dos atores mais bem pagos de Hollywood nos anos 90 (o que mostra a disparidade salarial de gêneros que dominou e ainda domina a indústria e o mundo); Barbra Streisand se mostrou a mulher mais poderosa da maior indústria do cinema na década citada. Isso porque foi a única a receber o valor máximo oferecido a um ator. Foi pelo filme ‘O Espelho tem Duas Faces’, de 1996, que Streisand receberia US$20 milhões e mais um percentual das bilheterias do filme (o que pode ter elevado bastante seu salário). Por outro lado, precisamos levar em conta que Streisand acumulou as funções de diretora, produtora e protagonista do filme.

07) Bruce Willis

O querido astro Bruce Willis se afastou da atuação devido a um problema grave de saúde, aos 68 anos de idade. Um dos maiores astros de ação dos anos 90, Willis foi outro que atingiu uma marca salarial impressionante na época – listada como uma das maiores de Hollywood. Willis chegava à marca de US$15 milhões pelo terceiro ‘Duro de Matar’ em 1995. Mas ainda existia espaço para crescer. No ano seguinte acrescentava mais alguns milhões de dólares ao seu contracheque pelo filme ‘O Último Matador’ (1996), no qual recebeu US$16.5 milhões. Porém, o auge chegaria com o fenômeno ‘O Sexto Sentido’ (1999), no qual Willis fechou um grande acordo com a Disney. Seu salário foi de US$20 milhões, mas não pararia por aí pois o ator ainda acertou 17% em participação de bilheteira e vendas em vídeo do longa.

08) John Travolta

Muitos atores dessa lista viram suas carreiras decaírem em relação ao que já foram um dia. John Travolta é mais um deles, que na terceira idade se vê relegado a lançamentos do tipo B. Mas nenhum deles pode reclamar, pois tiveram a chance de enriquecer muito em seus tempos áureos. Depois da volta por cima que ‘Pulp Fiction’ (1994) trouxe para a carreira de Travolta, o astro se viu quente de novo em Hollywood, entregando uma superprodução de qualidade atrás da outra e recebendo muito bem por isso. Travolta foi outro que chegou a receber US$20 milhões por filme, e a marca foi atingida pela primeira vez com ‘A Outra Face’, de 1997. Depois disso viraria praxe para Travolta o valor, recebendo a mesma quantia por filmes como ‘O Quarto Poder’ (1997), ‘A Qualquer Preço’ (1998) e ‘A Filha do General’ (1999) – já imaginou a conta bancária do sujeito?

09) Jim Carrey

Todos os atores da lista já estavam na luta, fazendo sucesso antes dos anos 90 – alguns até renomados já nos anos 70, como John Travolta. Mas aqui temos um caso especial com Jim Carrey. Isso porque o ator era um ilustre desconhecido até ser revelado em ‘Ace Ventura’, de 1994. Isso faz de Jim Carrey o único ator da lista a ficar famoso nos anos 90 e já na mesma década receber o assombroso cachê de US$20 milhões por filme. Tremenda moral do comediante canadense. A fortuna de Carrey começaria justamente com o segundo ‘Ace Ventura’, em 1995, ano seguinte de sua explosão, quando recebeu US$15 milhões pelo filme. Depois disso, Carrey atingiria o tão sonhado cachê das estrelas, de US$20 milhões, pelos filmes ‘O Pentelho’ (1996) e ‘O Mentiroso’ (1997).

10) Sean Connery

O saudoso cavaleiro da coroa britânica Sir Sean Connery nos deixou em 2020 aos 90 anos de idade. O eterno James Bond é um dos grandes nomes da sétima arte a ter abrilhantado nosso mundo com sua presença marcante. Connery sempre lutou por cachês que achava justo, e este embate acompanharia o ator em sua estadia na série 007 no cinema – na qual achava que os produtores diminuíam bastante o valor que merecia. Com o passar das décadas, Connery seria cada vez mais valorizado, chegando ao fim dos anos 90 como um dos atores mais bem pagos de Hollywood. Connery foi mais um dos atores que conquistaram o salário de US$20 milhões por filme. A fortuna veio para o ator com ‘Armadilha’ (1999), filme sofisticado de roubo no qual faz par com Catherine Zeta-Jones.

11) Michael Douglas

Por falar em Catherine Zeta-Jones, o marido da musa na vida real, Michael Douglas, é o penúltimo ator de nossa lista mais bem pago de Hollywood na década de 90. Parte da realeza do cinema, Michael já nasceu em berço de ouro, sendo filho do icônico Kirk Douglas – um dos maiores astros da era de ouro de Hollywood. Mas o filho não ficou atrás no quesito salários astronômicos. No início dos anos 90, o cachê de Douglas era de US$15 milhões, por filmes como ‘Instinto Selvagem’ (1992) e ‘Meu Querido Presidente’ (1995).

Mas no fim da mesma década, Michael Douglas já atingia o “teto” dos maiores salários de Hollywood, os tão sonhados US$20 milhões por filme. O ator recebeu essa bolada por filmes como ‘Vidas em Jogo’ (1997), de David Fincher, e ‘Um Crime Perfeito’ (1998), dois thrillers em que o ator interpreta quase o mesmo papel.

12) Robin Williams

Finalizando a lista dos astros mais bem pagos de Hollywood nos anos 90, temos outro ator saudoso que nos deixou antes do tempo. Robin Williams tirou a própria vida em 2014, surpreendendo a todos que não sabiam de sua depressão fora das telas. Sua persona era sempre muito divertida, soando como o cara mais alegre e engraçado do mundo. Mas no fundo, entre quatro paredes, a coisa não era bem assim. E nem toda a fortuna do mundo foi o suficiente para tirá-lo da depressão. Williams chegou a receber US$15 milhões pelo clássico ‘Jumanji’ (1995), mas chegaria ao topo salarial de Hollywood em 1999 quando interpretou um robô em ‘O Homem Bicentenário’ e recebeu US$20 milhões de cachê.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS