Game Of Thrones – Temp. 04 – Ep. 01

Game Of Thrones – Temp. 04 – Ep. 01


E O INVERNO CHEGOU…

 

Os eventos do casamento vermelho foram traumáticos, e seus efeitos se propagam até o começo desta 4º temporada. A alteração no tabuleiro foi profunda em Game Of Thrones – GoT. Há uma aparente paz em Westeros.

Em King’s Landing, a cidade se prepara para o casamento real. Tyrion Lannister (Peter Dinklage) tem a missão de recepcionar um convidado especial, Obreyn Martell (Pedro Pascal), irmão de Elia Martell, que foi casada com Rhaegar Targaryen, e que foi morta na rebelião promovida pelo Rei Robert. Por conta disso, Obreyn tem forte rivalidade com os Lannister. Tyrion terá que usar muita diplomacia com ele. Tanto que um dos melhores diálogos do ep. foi o dos dois.

Após perder o broche da mão-do-rei, resta a Tyrion a função de diplomata e de marido de Sansa Stark (Sophie Turner). Acreditando ser a última da linhagem dos Stark, Sansa está deprimida. Contudo, ela também carrega um rancor que provavelmente será muito explorado nesta temp. Sansa também protagonizou um momento bastante tocante em um diálogo com um bêbado.

Game Of Thrones T4 EP1.1

Aproveite para assistir:


Uma das mudanças mais evidentes é a de Jaime Lannister (Nikolaj Coster-Waldau). A perda da mão direita, o cativeiro, a distância e a convivência com Brienne of Tarth (Gwendoline Christie) tornaram Jaime uma sujeito mais sensível ao outro. Junto com a mão, ele perdeu sua majestade; sabe que não é mais um todo poderoso. Sua alma parece estar dividida entre o desejo de superar as dificuldades atuais e o reconhecimento de que seu passado não é tão glorioso assim. E sua relação com Cersei Lannister (Lena Headey) também ficou conturbada após tanto tempo separados; se a reação de Cersei foi circunstancial ou é mais profunda, é aguardar os próximos eps.

Fora de Westeros, Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) começa a ter seu poder posto à prova. Até aqui, ela apelou para um ambíguo senso de justiça e um discurso entre a sinceridade e a falsidade populista para construir um exército. Conquistar mais uma cidade será o menor de seus desafios. Manter a coesão entre povos tão distintos, a disciplina de seu exército e domados os seus dragões serão os desafios a pautar o reinado de Khaleesi.

Nota: houve uma mudança no interprete da personagem Daario Naharis, que matou seus amigos para se tornar súdito de Khaleesi. Na temp. passada, ele era interpretado por Ed Skrein, na atual, é interpretado por Michiel Huisman.

E o Jon Snow (Kit Harington)?

IMG_4111

Piadas à parte, sua aparição foi breve, mas importante. Seu depoimento aos anciões da Patrulha da Noite, além de refrescar a cabeço do público, serviu para lembrar que a luta pelo trono está apenas no prólogo! Algo confirmado pela cena de Ygritte (Rose Leslie).

O melhor primeiro ep. desde o começo da série, tiveram em suas pontas duas imagens emblemáticas do espírito desta 4º Temp.

Em sua abertura, Tywin Lannister (Charles Dance) ordena o derretimento de uma espada de aço Valiriano. Desse metal raríssimo, surgem duas espadas mais finas que a original. A imagem do aço escorrendo é como uma representação da força devastadora dos Lannisters.

Na outra ponta do ep., Arya Stark (Maisie Williams) continua na companhia de Sandor Clegane (Rory McCann), o Cão de Caça. Eles encontram os soldados que fizeram Arya cativa. Após um diálogo delicioso envolvendo frangos, há uma luta e Arya mata dois! E recupera sua espadinha. Na cena seguinte, voltam para a estrada, cada um em seu cavalo. No horizonte, uma terra devastada, um presságio das tragédias que esta quarta temp. nos reserva.