Game Of Thrones – Temp. 04 – Ep. 07

Game Of Thrones – Temp. 04 – Ep. 07


CONFISSÕES

 

Para os padrões da casa, o ep. 07 foi intimista, com foco em diálogos que revelaram outras dobras nas nossas tão queridas personagens. Sem seguir a cronologia, comecemos pela dupla Arya (Maisie Williams) e Sandor Clegane (Rory McCann).

Primeiro, eles ajudaram um senhor que havia sido esfaqueado. O Cão de Caça cuidou de abreviar a agonia dele com uma punhalada no coração. Sandor explicou para Arya que ela deveria apunhalar direto o coração, lição que ela colocou em prática logo em seguida, ao reencontrou Rorge (Andy Beckwith), um dos prisioneiros em Yoren. Entre a lição e a prática, Sandor foi atacado e descobriu que está sendo perseguido. Na segunda sequência, ele está tentando tratar seu ferimento. Arya lhe sugere fogo para cauterizar a ferida. Após uma recusa ríspida, Sandor conta-lhe de quando seu irmão, Gregor, tocou fogo em seu rosto. Um raro instante no qual O Cão de Caça expôs seu lado humano. Fechando a sequência, um primeiro plano com os rostos dos dois ocupando toda a tela traduziu visualmente a maior cumplicidade das personagens.

Game Of Thrones_Ep 7_T04_imagem 3




O diálogo entre Melissandra (Carice van Houten) e Selyse Baratheon (Tara Fitsgerald) – esposa de Stannis – foi repleto de intenções obscuras. Os ângulos da câmera – com direito até de uma subjetiva de Selyse observando a bunda de Melissandra – reforçaram o mal-estar de Selyse. A sequência provocou-me muita pena dela, uma alma vagando entre a tristeza e a loucura.

E o trono deve estar tedioso para Khaleesi (Emilia Clarke). Ela decidiu se divertir, um pouco, com Daario Naharis (Michiel Huisman). No dia seguinte, Jorah Mormont (Iain Glen) ficou roxo de ciúmes ao vê-lo sair faceiro do quarto de Daenerys. Momento Contigo à parte, Khaleesi determinou que Daario fosse até Yunkai. Por intervenção de Jorah, ela designou Hizdahr zo Loraq (Joel Fry) como seu emissário. Aguardar para ver. Infelizmente, o ator que interpreta Daario foi substituído. Michiel constrói um Daario dócil e de pouca profundidade. Na temporada passada, Ed Skrein montou um Daario mais ambíguo, além de traduzir melhor o lado cafajeste da personagem.

Tyrion (Peter Dinklage) protagonizou os melhores diálogos deste ep. Começamos com um diálogo afetuoso entre ele e Jaime (Nikolaj Coster-Waldau). Afetuoso na escala Lannister. O seguinte se deu com Bronn (Jerome Flynn): uma conversa cínica e camarada como só os dois poderiam protagonizar. Tyrion não conseguiu convencê-lo a enfrentar a Montanha Gregor Clegane (Hafþór Júlíus Björnsson). Tyrion compreendeu os motivos de Bronn, e o longo aperto de mão entre eles prece simbolizar uma amizade verdadeira.

Game Of Thrones_Ep 7_T04_imagem 2

O diálogo entre Tyrion e Oberyn Martell (Pedro Pascal) já é um momento antológico de Game Of Thrones – GoT. Oberyn se lembrou de sua primeira visita a Rochedo Casterly, e de sua curiosidade por ver o bebê monstro dos Lannisters. Ele não encontrou um monstro, mas apenas uma criança diferente, de cabeça grande e membros desproporcionais, nada mais. Não havia olhos vermelhos, calda ou garras, apenas um bebê. Oberyn está decidido a buscar justiça, e começou sua busca oferecendo-se para lutar em nome de Tyrion contra Gregor Clegane. A reação que Dinklage imprimiu à sua personagem foi primorosa, combinando emoção e altivez.

A fala de Oberyn revelou que o ódio de Cersei (Lena Headey) por Tyrion é antigo. Ela odeia o irmão desde seu nascimento, culpando-lhe pela morte da mãe. E, também desde o nascimento, Tyrion já era protegido por Jaime.

Na sequência anterior, acompanhamos Brienne (Gwendoline Christie) e Podrick (Daniel Portman). Eles conheceram o Torta Quente/Hot Pie (Ben Hawkey) – para quem não se lembra, um dos companheiros de Arya, lá pela segunda e terceira temporadas. Após seu instante Ana Maria Braga, o Torta contou para Brienne e Podrick sobre Arya. Dainte das novas notícias, eles seguiram para o ninho de Lysa Arryn...

Os momentos finais de GoT passaram-se no Ninho da Águia. Sansa (Sophie Turner) fazia uma réplica de Winterfell quando chega seu primo, Robin (o brasileiro Lino Facioli), perguntando sobre o que era aquilo. Ao explicar, Sansa lembrou-se dos tempos em Winterfell. Foi um breve momento no qual imaginamos uma Westeros de paz e amor. Confesso que desejei um final no qual os remanescentes da família Stark retornariam para Winterfell. Mas Robin é um projeto de Joffrey, e tratou de destruir a Winterfell de neve.

Lord Baelish (Aidan Gillen) dominou o final do ep. Ele declarou seu amor por Catelyn Stark e beijou Sansa. Lyse (Kate Dickie) viu e não gostou. Ela tentou matar a sobrinha, mas acabou sendo morta por Baelish, que a lançou no precipício. Um fim tenso para um ep. confessional.

P.S.: Sinceramente, oh elenco com nomes complicados! Nem o brasileiro escapa. Alguém sabe pronunciar o nome Hafþór Júlíus Björnsson???

Game Of Thrones_Ep 7_T04_imagem 5





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c