domingo, março 3, 2024

‘Gladiador’, ‘Twister’, ‘Fogo Contra Fogo’, ‘A Outra Face’ e as Inesperadas Continuações de Filmes de Sucesso!

Hollywood, a maior indústria de cinema do mundo, segue tendências. Certos tipos de filmes são fabricados aos montes em determinadas épocas. Por exemplo, nos anos 50, o medo do comunismo durante a Guerra Fria fez surgir ficções científicas em que a Terra era visitada por seres “estrangeiros” de outros planetas – que muitas vezes pareciam com qualquer um de nós, comigo ou você. A década de 70 viu surgir os mais variados filmes catástrofes. Atualmente são os super-heróis de quadrinhos que mandam e dominam os cinemas. O sucesso de ‘Top Gun: Maverick’ no entanto, serviu para consolidar outra tendência: as continuações tardias de clássicos da década de 80 (ou 90) que resolvem apostar na nostalgia. Há algum tempo temos exemplares do tipo, vide ‘Cobra Kai’ e ‘Um Príncipe em Nova York 2’, mas podemos afirmar sem sombra de dúvida que o segundo ‘Top Gun’ foi o auge do subgênero.

Agora, parece que começamos a nos deparar com outra tendência em Hollywood, mas ainda é cedo para dizer se irá vingar: as continuações tardias de filmes que não pediam sequência. Geralmente os gêneros mais confortáveis a inaugurar franquias são os mais populares com o público mais jovem ou o grande público de forma geral, ou seja, filmes de ação, aventura, comédia, terror, ficção científica ou infantis. É claro que nem todos dentro de tais gêneros são filmes indicados para uma continuação, que em geral chega quando fica um gancho para tal, por exemplo, continuar as aventuras de exploradores (como Indiana Jones), agentes secretos ou policiais nas telonas. Algumas narrativas simplesmente possuem começo, meio e fim contidas em si e não deixam espaço para novas histórias. Bem, isso é o que se achava, já que Hollywood tem feito alguns anúncios ousados para suas continuações. São estes projetos que iremos conhecer logo abaixo. Confira.

Gladiador 2

Gladiador’ (2000) é um dos maiores sucessos da história do cinema. O épico que trouxe para os novos tempos o subgênero de “sandália e espada” contou a história de Maximus (Russell Crowe), o general do exército romano traído pelo filho invejoso do Imperador, transformado em escravo e depois em gladiador, lutando para sobreviver nas sangrentas arenas. O filme transformou Crowe e Joaquin Phoenix (que vive o vilão) em astros, e venceu 5 dos 12 Oscar aos quais estava indicado, incluindo melhor filme e ator (Crowe). Fora isso, é o número 37 dos mais queridos de todos os tempos no IMDB.

Quando começaram a surgir boatos sobre um possível ‘Gladiador 2’, ninguém deu muita trela, afinal ambos os personagens de Crowe e Phoenix morriam ao final do primeiro. A primeira informação que ligou os alertas foi a presença do mesmo Ridley Scott na direção. Depois veio a confirmação de Paul Mescal (indicado ao Oscar desse ano por ‘Aftersun’) como o novo protagonista, e a contratação do igualmente indicado ao Oscar desse ano Barry Keoghan (‘Os Banshees de Inisherin’) para o elenco. Mas sentimos que a coisa era séria de verdade com a escalação de um certo Denzel Washington, transformando ‘Gladiador 2’ num filme imperdível. A estreia é para o fim de 2024. O filme original está disponível na Netflix, na Amazon Prime Video e na Star+.

Twisters

O título no plural entrega que se trata da continuação de ‘Twister’, um dos maiores sucessos de 1996, produzido por Steven Spielberg. A trama é simples e fala sobre cientistas meteorológicos, viciados em adrenalina que “caçam” tornados a fim de os compreender melhor e evitar a destruição causada por eles. Mas o motivo mesmo para a existência do filme era exibir os impressionantes efeitos visuais que criavam tornados tão realistas quanto os dinossauros de ‘Jurassic Park’ (1993). A proposta era quase a de um simulador de parque de diversões, numa época em que produções com efeitos realistas do tipo não eram comuns.

Twister’ foi lançado no mesmo ano de ‘Independence Day’, blockbuster de sucesso que também não pedia continuação, mas ganhou uma 20 anos depois. Agora chega a vez de ‘Twister’, cuja sequência já contratou o diretor Lee Isaac Chung, do Oscarizado ‘Minari: Em Busca da Felicidade’ (2020), e os protagonistas, vividos por Daisy Edgar-Jones (‘Fresh’ e ‘Em um Lugar Bem Longe Daqui’) e Glen Powell (‘Top Gun: Maverick’). Resta saber se Helen Hunt fará uma aparição como a Dra. Jo Harding. A estreia é anunciada para o verão americano, em julho de 2024. O filme original está disponível apenas para aluguel nas plataformas digitais.

Fogo Contra Fogo 2

Não deixe de assistir:

Fogo Contra Fogo’ (1995) fez muito sucesso nos anos 90, e ficou conhecido como o filme que uniu pela primeira vez em tela os lendários Al Pacino e Robert De Niro – tudo bem que eles contracenam apenas por poucos minutos juntos, na cena da lanchonete quando se confrontam (um dos melhores momentos do filme). Mas seria injusto definir ‘Heat’ (no título original) apenas desta forma, já que se trata de um dos melhores filmes de ação policial dos anos 90, e um dos longas mais adorados da história do cinema, contando sobre um dedicado e preciso líder de um grupo de ladrões de banco, e o policial obstinado que o persegue. Apesar do imenso sucesso e de nunca ter deixado a cultura pop ao longo de todos esses anos, ninguém nunca havia pensado que o filme de Michael Mann pudesse ser continuado.

Porém, foi o próprio diretor quem jogou a isca para a sequência, voltando novamente os holofotes para o clássico. Acontece que Mann escreveu ‘Heat 2’, livro que continua a história do filme. A narrativa, assim como em ‘O Poderoso Chefão – Parte 2’ (1974), se passa em duas linhas temporais, no passado, mostrando como o policial Vincent Hanna (Pacino) e o ladrão Neil McCauley (De Niro) se tornaram quem são; e no presente, continuando os eventos mostrados no filme de 1995. Coincidentemente (ou não), Pacino e De Niro estiveram no segundo ‘Poderoso Chefão’, apesar de não contracenarem. A Warner já ligou o alerta e pretende levar o livro às telonas, com Mann dirigindo novamente. Boatos afirmam que Adam Driver estaria em negociações para viver o jovem Neil. O filme original está disponível na HBO Max, na Amazon Prime Video e na Star+.

A Outra Face 2

Por falar em sequências de clássicos da ação dos anos 90, um dos melhores e mais adorados da época foi ‘A Outra Face‘ (1997), filme que uniu em tela para um embate explosivo os astros John Travolta e Nicolas Cage. É preciso ter em mente que na época a dupla estava em seu auge, com Travolta vivendo uma boa fase após uma indicação ao Oscar pelo sucesso ‘Pulp Fiction’ e do sucesso de ação ‘A Última Ameaça’ (Broken Arrow), dirigido pelo mesmo John Woo; e Cage havia ganhado o seu Oscar (‘Despedida em Las Vegas’) e feito o sucesso ‘A Rocha’. Em ‘A Outra Face’, Travolta é um agente obcecado em prender o terrorista vivido por Cage, mesmo que para isso precise trocar de rosto e identidade com ele.

A Outra Face’ é mais um filme cuja ideia de uma sequência parece altamente inadequada. Tratado incialmente como um remake, o filme começou a ganhar outros contornos. Isso porque o diretor contratado para o novo filme, Adam Wingard (responsável pelo sucesso ‘Godizlla vs. Kong‘ – e que está desenvolvendo a continuação deste) decidiu que queria os retornos de Nicolas Cage como Castor Troy e John Travolta como Sean Archer. Cage inclusive já se pronunciou sobre o fato, dizendo que adoraria retornar, e que a história dessa vez poderia se concentrar nos filhos do policial e do criminoso, além de, é claro, neles dois – aumentando as apostas para as “outras faces”. Apesar de estar em desenvolvimento atualmente, o filme deve demorar um pouco até sair do papel. O filme original está disponível na Star+.

A Paixão de Cristo: A Ressurreição

Anunciada há quase 3 anos, a continuação de ‘A Paixão de Cristo’ (2004), de Mel Gibson, ao que tudo indica irá finalmente sair do papel em 2024, se juntando a outras duas sequências inesperadas que abordamos aqui nessa lista – ‘Gladiador 2’ e ‘Twisters’. ‘A Paixão de Cristo’ foi uma ambiciosa produção dirigida por Mel Gibson que, apesar de chocar grande parte de sua plateia com a violência mais que gráfica na hora da punição de Jesus Cristo, torturado pelos romanos, se tornou um dos maiores sucessos daquele ano, da década e da história do cinema – com uma bilheteria de mais de meio bilhão de dólares, que arrecadou 20 vezes o seu orçamento.

Intitulado ‘A Paixão de Cristo – Ressurreição’ (ao menos até o momento), a sequência será novamente dirigida por Mel Gibson, que também apronta o quinto Máquina Mortífera, como ator e realizador. A história irá se concentrar nos eventos que ocorreram nos três dias entre a crucificação e a ressurreição de Jesus Cristo. O ator Jim Caviezel está confirmado para retornar como Jesus na sequência – dessa vez esperamos sem raio na cabeça. A continuação é prometida para 2024. O filme original está disponível na Star+.

O Rei do Show 2

O Rei do Show’ (2017) é um dos filmes que mais dividiram as opiniões dos críticos e do público nos últimos tempos. O musical estrelado pelo astro Hugh Jackman sem dúvidas era ambicioso e tinha aspirações de se tornar um fenômeno de crítica e quem sabe chegar até o Oscar nas principais categorias, como melhor filme. Biografia de P. T. Barnum, o criador do conceito do circo, o longa desafia qualquer um a não se contagiar com suas canções empolgantes, números musicais belíssimos e uma mensagem bonita de aceitação. No entanto, o longa sofreu um grande “backlash” quando os críticos apontaram que Barnum não era, por assim dizer, uma figura tão humanitária assim, e explorava seus empregados.

O astro Hugh Jackman sentiu o golpe quando as críticas não foram nada favoráveis à superprodução. Jackman se dedicou por anos e apostou todas as suas fichas no sucesso do musical. Hoje, o filme soma 56% de aprovação dos críticos, o que não é de todo ruim, mas esperava-se bem mais. Num aspecto financeiro, ‘O Rei do Show’ não fez feio, arrecadando quase meio bilhão de dólares nas bilheterias mundiais. E parece que Hugh Jackman irá rir por último nessa história, já que o astro vem falando constantemente sobre a possibilidade de uma sequência para o musical. O ator, adepto de continuações, disse estar totalmente a bordo de um novo ‘Rei do Show’, e tal empolgação contagiou também o diretor Michael Gracey (do original), que espera dirigir Jackman novamente. Apesar do entusiasmo da dupla, nada de concreto sobre a continuação foi confirmado. O que pode mudar muito em breve. O filme original está disponível na Disney+.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS