quarta-feira, abril 24, 2024

‘Godzilla e Kong: O Novo Império’ | Saiba como maratonar as produções do ‘MonsterVerse’

Poucos universos cinematográficos compartilhados souberam lidar com seu público em meio a sua construção como o MonsterVerse. Tendo começado há uma década, ele foi retratado inicialmente com uma pegada de ficção científica, mas atingiu seu auge quando abraçou de vez a fantasia. Nascido com a proposta de criar versões norte-americanas dos icônicos monstros gigantes da japonesa Toho – tendo como foco ninguém menos que o lendário Godzilla, que não tinha exatamente um bom retrospecto nos EUA, a Legendary conseguiu não apenas trazê-lo de volta para os grandes holofotes do ocidente, como ajudou as outras versões do personagem a ganharem mais chances de exibição por aqui. Esses projetos separados dos monstros foram dando certo ano após ano, e chegou ao ápice quando o Rei dos Monstros foi colocado para lutar contra outro mito dos longas de criaturas gigantes, o King Kong.

Com o sucesso do primeiro Godzilla vs Kong (2021), que ajudou a reaquecer as bilheterias dos cinemas em período de pandemia, não demorou para que o estúdio aprovasse uma sequência. Agora, três anos depois, Godzilla e Kong: O Novo Império chegou aos cinemas brasileiros2, então o CinePOP mapeou os filmes anteriores desse universo nos streamings para você poder assistir antes ver o novo capítulo. Ah, vale ressaltar que colocamos as produções em ordem cronológica da trama, não por ano de lançamento. Confira!

Kong: A Ilha da Caveira (2017)

Com estética de videogame, a versão mais recente do King Kong deixou de lado a subtrama de Nova York para contar uma história ambientada exclusivamente na Ilha da Caveira, na década de 1970. Para ajudar a criar esse clima retrô, a fotografia é de um tom quase sépia. A trama acompanha uma equipe de militares e exploradores, que são enviados para a ilha na intenção de resgatar o irmão de um deles e extrair o “Soro Titã”, uma substância que poderia ser usada para combater doenças incuráveis. Só que eles acabam descobrindo que a ilha é ainda mais hostil do que pensavam, restando apenas rezar para sobreviver às ameaças dos animais gigantes, das plantas assassinas e do protetor local: o gorila Kong, que é apenas uma criança nesse filme. O elenco é o mais estrelado de toda a franquia, contando com Samuel L. JacksonBrie LarsonJohn Goodman e Tom Hiddleston.

Onde assistirMax

Godzilla (2014)

E se o Godzilla existisse nos dias de hoje? Foi a partir dessa pergunta simples que Gareth Edwards reformulou a franquia do monstro mais famoso dos cinemas para dar uma roupagem moderna para a criatura. Explorando o protagonista como um elemento de surpresa, o longa é conduzido por um jovem militar (Aaron Taylor-Johnson) que perdeu os pais em acidentes nucleares envolvendo o Godzilla e outros kaijus. Assim, ele viaja o mundo com sua equipe tentando sobreviver aos causos e acabar com toda essa destruição provocada pela briga das criaturas. No entanto, o filme deixa claro que o Godzilla é uma força da natureza, dando a ele papéis de herói e vilão simultaneamente. E esse é o grande mérito do longa, que trata o monstro como uma catástrofe natural, servindo ao propósito maior do equilíbrio ambiental. E é provavelmente uma das poucas produções que sabe explorar com maestria a escala do Rei dos Monstros. Edwards vai mostrando a criatura aos poucos, sempre criando tensão e expectativa por sua aparição, mas também dando noção do verdadeiro tamanho do monstro e do impacto que seu corpo irá inevitavelmente causar nas cidades por onde ele passar. Além de Taylor-Johnson, o filme ainda conta com Ken WatanabeBryan Cranston e Elizabeth Olsen no elenco.

Onde assistirMax

 

Monarch – Legado de Monstros (2023)

Lançada em parceria com a Apple, essa série original se passa um ano após os eventos de Godzilla (2014), mostrando os impactos que sua guerra com os MUTO causou nas famílias das vítimas e nos humanos sobreviventes. Mais do que isso, ela se divide em dois núcleos, uma ambientado em 2015 e outro que se passa entre as décadas de 1950 e 1960. Essas duas eras são conectadas pelo coronel Lee Shaw, que é interpretado por Wyatt Russell e Kurt Russell. Sim, pai e filho fazem o mesmo personagem em épocas diferentes. E é muito interessante ver como o surgimento da organização Monarch e seu real papel no século XXI passa diretamente pelas ações de Shaw. A trama gira em torno de um trio composto por dois cientistas e um militar, que descobrem a existência de criaturas gigantes na década de 1950. Eles convencem o governo a financiar um projeto de estudo para identificar se são uma ameaça e se há como derrotá-los. Décadas depois, com o ataque do Godzilla, esse projeto falhou em prever a destruição e um dos principais cientistas do projeto desaparece. Assim, seus filhos encontram Shaw, um velho amigo, e começam uma jornada pelo mundo para encontrar o rapaz enquanto fazem uma caçada acidental ao Rei dos Monstros.

Onde assistirApple TV+

 

Não deixe de assistir:

Godzilla II: Rei dos Monstros (2019)

Chega a ser irônico que o pior filme da franquia seja justamente aquele que traz a maior quantidade de monstros desse universo. Em Godzilla II: Rei dos Monstros, vemos que a organização Monarch vinha mapeando o paradeiro e estudando os monstros gigantes há décadas, tendo como principal alvo o próprio Godzilla. Só que isso despertou interesses obscuros de muitas pessoas, com algumas chegando a formar cultos para essas criaturas. Assim, em meio a divergências e casos de corrupção, a humanidade desperta e liberta pelo mundo monstros como o Rodan e o terrível dragão alienígena de três cabeças, Ghidorah. Agora, cabe ao Godzilla e à recém-nascida Rainha Mothra se unirem para impedir que o planeta Terra vire uma bomba atômica e vá pelos ares. Nem que pra isso eles precisem pulverizar algumas cidades pelo caminho. O pior é que a parte dos monstros e seus respectivos duelos é colossal. Toda cena com um kaiju é fantástica. O problema do filme é justamente a trama dos humanos, envolvendo a personagem de Millie Bobby Brown e seus pais, vividos por Vera Farmiga e Kyle Chandler.

Onde assistirAmazon Prime Video e Max

 

Godzilla Vs Kong (2021)

Após as polêmicas acerca das ações de Godzilla, que começou a atacar cidades aleatoriamente, o monstro vira a preocupação número um para os governos do mundo. Paralelamente a isso, uma equipe da Monarch situada na Ilha da Caveira, onde cientistas passaram as últimas décadas estudando o comportamento do Kong, recebe um aviso de que os funcionários vão precisar movê-lo para que ele sirva como um tipo de guia para a Terra Oca, um lugar mitológico no Centro da Terra, onde supostamente poderiam encontrar uma forma de banir esses monstros de uma vez por todas. Só que o Godzilla sente a presença do titã no oceano e dá início a um duelo sem precedentes que colocará os dois maiores monstros em lados opostos para lutarem por suas vidas. Dessa vez, o equilíbrio entre as tramas humanas e dos monstros é bem melhor trabalhado e consegue unir esses dois núcleos em um final eletrizante, criando diversão e entretenimento do mais alto nível.

Onde assistirAmazon Prime Video e Max

Ordem de lançamento:

Caso prefira assistir as produções pela ordem de lançamento, basta ver:

• Godzilla(2014)
Kong: A Ilha da Caveira (2017)
• Godzilla II: Rei dos Monstros (2019)
• Godzilla vs Kong (2021)
• Monarch – Legado de Monstros (2023)
• Godzilla e Kong: O Novo Império (2024)

Godzilla e Kong: O Novo Império está em cartaz nos cinemas brasileiros.

 

 

Mais notícias...

Pedro Sobreirohttp://cinepop.com.br/
Jornalista apaixonado por entretenimento, com passagens por sites, revistas e emissoras como repórter, crítico e produtor.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS