quarta-feira, junho 19, 2024

‘Homem-Aranha: Através do Aranhaverso’ | Nova teoria sugere ligações despercebidas com o primeiro filme

[ANTES DE COMEÇAR A MATÉRIA, FIQUE CIENTE QUE ELA ESTÁ RECHEADA DE SPOILERS] 

Se você ainda não assistiu Homem-Aranha: Através do Aranhaverso, evite esta matéria, pois ela contém spoilers

Lançado na semana passada, Homem-Aranha: Através do Aranhaverso segue conquistando os fãs com sua história bem trabalhada e um visual simplesmente fantástico. E o altíssimo nível alcançado com a animação reflete no engajamento dos fãs online, que estão encontrando detalhes secretos no longa, os famosos easter eggs, e criando teorias pra lá de mirabolantes com os elementos apresentados não apenas neste filme, mas também no longa anterior, Homem-Aranha no Aranhaverso.

‘Homem-Aranha: Através do Aranhaverso’: Internautas teorizam que Gwen Stacy é uma jovem Transsexual

A nova teoria que vem sendo debatida na internet nos últimos dias é muito interessante e parece reunir elementos suficientes para convencer os mais céticos. Como é revelado ao longo do novo filme, o Miles Morales que protagoniza a franquia é considerado um erro no cânone do Multiverso dos Homens-Aranhas. Isso porque ele foi picado pela aranha radioativa de outra dimensão, que supostamente apareceu em sua realidade por acidente. Por conta desta incursão, o Universo 42, de onde veio o aracnídeo irradiado, foi amaldiçoado com a ausência de um Homem-Aranha para chamar de seu.

E conforme a espetacular sequência final revela, o “Miles Morales 42” perdeu o pai e acabou seguindo os passos de seu Tio Aaron, assumindo o manto do criminoso Gatuno. Porém, em um momento envolvendo o vilão Mancha, é possível ver que a aranha irradiada estava indo em direção a um menino com o cabelo igual ao do Miles 42 quando foi transportada para a realidade do Miles que conhecemos.

Reprodução/ Twitter

Assim, quando chegou à realidade que conhecemos, a aranha irradiada seguiu em direção ao Miles Morales e picou a mão do garoto, conferindo a ele seus poderes especiais, como é visto no filme de 2018. O mais interessante é que isso realmente dialoga com o conceito de cânone do herói que Miguel O’Hara cita no filme, já que o aracnídeo chega nessa nova dimensão e a primeira pessoa que ela encontra é justamente o Tio Aaron, mas passa direto por ele, indo atrás de Miles, como se estivesse destinada a transferir os poderes para essa pessoa, independentemente da realidade em que se encontra.

Reprodução/ Homem-Aranha no Aranhaverso.

E essa revelação de que a aranha era de outra dimensão deixou muitos fãs em choque, porque foi algo sugerido o tempo inteiro no primeiro filme, mas a grande maioria deixou essa sugestão passar despercebida. Isso se deu porque assim que o aracnídeo aparece pela primeira vez, é mostrado ele piscando e se fragmentando em diferentes estilos de animação, assim como os outros Homens-Aranhas que aparecem na realidade de Miles ao longo do filme.

Eles dizem que essas fragmentações são resultado de uma incursão multiversal, que afeta seres de outras dimensões quando eles viajam para outras linhas do tempo. Tanto que o grande desafio de Homem-Aranha no Aranhaverso é devolver os heróis para suas respectivas casas antes que eles sejam destruídos de vez pela fragmentação.

Não deixe de assistir:

Tomando essa informação como referência, os fãs repararam em um detalhe simplesmente fantástico, que pode indicar o destino do Miles Morales que conhecemos caso não tivesse sofrido a picada da aranha irradiada do Universo 42.

Na cena em que ele encontra o Peter Parker de sua realidade, momentos antes do herói morrer, ocorre um encontro dos “Sentidos-Aranha” de Miles e Peter. Inicialmente, a percepção de Miles é representada pelas cores verde e roxo. Porém, depois de encontrar Peter, ela assume as cores vermelho e azul. Mas por que isso é tão interessante assim?

Bem, as cores verde e roxo compõe o traje do Gatuno, enquanto a roupa do Homem-Aranha é marcada pelo vermelho e azul. Segundo essa teoria dos fãs, Miles estava destinado a se tornar o Gatuno dessa realidade. Entretanto, quando ganhou os poderes da Aranha, ele se tornou o Homem-Aranha de sua dimensão, o que, dado o tal cânone citado por Miguel, teria ocasionado a eventual morte daquele Peter Parker que ele acabara de conhecer.

Ou seja, de acordo com essa teoria, se a aranha não tivesse saltado para essa realidade e não tivesse picado o Miles, o garoto eventualmente se converteria para o lado do mal, trabalhando com seu tio, e o Peter teria concluído sua missão contra o Rei do Crime sem maiores dificuldades, impedindo que houvesse o choque multiversal que deu origem aos desafios do primeiro filme.

E tem mais: seguindo essa mesma linha de pensamento, há outra teoria que aponta que o confronto final entre Miles e Mancha já foi sugerido no mesmo local em que a Aranha 42 picou a mão do garoto: no esconderijo do metrô. Seria interessante ver algo desse tipo, porque funcionaria como uma conclusão de ciclo muito simbólica.

Reprodução/ Twitter

No novo filme, quando o Mancha “se perde em seus buracos”, entendendo que virou uma criatura cujos limites são as diferentes realidades do Multiverso, ele assume essa forma sinistra de vilão e começa e se consolidar como uma criatura existente além do próprio tempo e espaço. Em outras palavras: ele poderia viajar para outras realidades e outros tempos.

E o momento em que ele se assume como grande vilão, retratado na imagem acima, remeteu os fãs a um momento importante na formação de Miles e seu apego ao tio no primeiro filme da trilogia.

Reprodução/ Homem-Aranha no Aranhaverso

Nesta cena, Miles reclamava sobre os problemas da vida enquanto crescia e como se sentia um excluído, já que ninguém entendia pelo que ele estava passando. Percebendo as inseguranças do garoto, seu tio o leva para o esconderijo no metrô, onde ajuda o sobrinho a expressar suas aflições por meio de sua arte.

Assim, o garoto faz um graffiti na parede e conta com a ajuda do tio para contornar seu corpo no centro da arte. É um momento muito legal entre tio e sobrinho, e momentos depois acontece o evento que iniciaria a vida de Miles como Homem-Aranha. Então, os fãs perceberam que essa silhueta do garoto está na mesma pose do Mancha na hora que ele se entende como supervilão. Por isso, a teoria sugere que o vindouro Homem-Aranha: Além do Aranhaverso pode trazer um momento em que o Mancha assumirá a forma de Miles no graffiti e enfrentará o garoto, talvez no passado ou no futuro, já que o tempo não é mais um limite para ele.

E aí, o que achou da teoria? Diga nos comentários!

Homem-Aranha: Através do Aranhaverso está em cartaz nos cinemas.
Homem-Aranha no Aranhaverso está disponível no catálogo do Disney+.

Mais notícias...

Pedro Sobreirohttp://cinepop.com.br/
Jornalista apaixonado por entretenimento, com passagens por sites, revistas e emissoras como repórter, crítico e produtor.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS