‘Homem-Aranha: Longe de Casa’: Mysterio explica multiverso pra Peter em novo clipe

‘Homem-Aranha: Longe de Casa’: Mysterio explica multiverso pra Peter em novo clipe



Homem-Aranha: Longe de Casa’ ganhou um novo clipe, que traz Quentin Beck / Mysterio (Jake Gyllenhaal) explicando o multiverso para Peter Parker.

Ele revela que a Terra em que estão atualmente é Terra-616 – um divertido aceno aos fãs da Marvel Comics – e admite que é de Terra-833

“Existem várias realidades, Peter”, explica Beck. “Esta é a Dimensão-616 da Terra e eu sou da Terra-833. Compartilhamos constantes físicas idênticas para a simetria.”

Assista:

Confira os melhores momentos do trailer:

Aproveite para assistir:


EVENTO DIRETO

O trailer começa com o que parece ser a vida após os eventos de Os Vingadores: Ultimato. Não dá pra saber exatamente a passagem de tempo de um filme para outro, mas é tempo o suficiente para a batalha ter sido apurada e o mundo ter descoberto que foi salvo por Tony Stark, o Homem de Ferro.

Ainda sentindo as dores da perda de seu herói, Peter começa bastante abalado, vivendo um situação meio de estresse pós-traumático. Esse jogo baseado na fragilidade emocional do Homem Aranha pode ser utilizado ao longo da trama, principalmente porque o vilão é conhecido por ser um grande manipulador.

 

À SOMBRA DO HERÓI

No MCU, Peter Parker ganhou um ar meio de estagiário. Por ser um adolescente no meio de vários quarentões (com a exceção do Capitão América e do Thor, né…), ele sempre pareceu estar abaixo dos grandes heróis da casa, principalmente do Homem de Ferro, com quem ele desenvolve uma relação meio pai e filho, que funcionou bem em Guerra Civil (2016), De Volta Ao Lar (2017) e Guerra Infinita (2018). Mas agora, três filmes depois, chegou a hora de Peter sair dessa sombra e se firmar como herói solo.

O ponto é que esse filme pretende tirá-lo dessa sombra e jogá-lo em outra.

 

RECONSTRUÇÃO

Um ponto que deve ser muito interessante desse filme é ver como o mundo lidou com a volta repentina dos mortos do estalar de dedos do Thanos e com a destruição causada em Ultimato. Ver cidades se reerguendo e até mesmo saber o próximo passo dos Vingadores.

Se vocês repararem, o Homem Aranha está se balançando na frente do Monumento em homenagem aos heróis da Batalha de Nova York (mostrada no primeiro Vingadores). E logo atrás dele, fica a Torre Stark, que está sendo reconstruída. Como ela foi vendida ao final de De Volta ao Lar, não sabemos se o novo dono será introduzido nesse filme ou se os Vingadores, agora sem sede, vão retornar para lá.

 

JOSEPH “CRUSHER” HOGAN

Parte importante da origem do Homem Aranha remete aos eventos de Luta Livre, tão populares nos EUA. Até mesmo na trilogia de Sam Raimi isso é mostrado como parte da construção do personagem. Lá, ele enfrenta o Serra Ossos, em uma luta na gaiola. É nesta cena que ele passa a se chamar Homem Aranha e deixa o ladrão que mataria seu Tio Ben fugir.

Pois bem, esse personagem foi inspirado em Joseph “Crusher” Hogan. Nos quadrinhos, quem aguentar ficar com ele no ringue por três minutos ganha 100 dólares. Peter se inscreve no evento para ganhar uma graninha e testar seus poderes. Se vocês repararem bem, ao fundo de Happy há um cartaz falando justamente sobre esse desafio. Um easter Egg bem legal para os fãs do Cabeça de Teia.

MULTIVERSO

O Multiverso não é novidade no Universo Cinematográfico Marvel. Ele foi introduzido nas palavras da Anciã (Tilda Swinton) lá em Doutor Estranho (2016). Esse conceito volta a ser abordado em Ultimato, quando a Anciã explica para Bruce Banner que se as Joias do Infinito não forem devolvidas ao seu lugar/ tempo de origem, novas realidades serão criadas.

Se vocês puxarem um pouquinho a memória, vão lembrar que o Loki de 2012 fugiu com o Tesseract, fazendo com que uma Joia não fosse devolvida ao seu devido lugar. Além de proporcionar a série do Loki no Disney +, esse acontecimento é peça chave na origem do Mysterio dos cinemas. Ele é uma pessoa de outra Realidade que pode ter vindo para o Universo do MCU na tentativa de corrigir sua linha do tempo ou algo do tipo. Essa pode ser, inclusive, sua motivação como vilão. Sem contar que esse conceito de pessoas de outras realidades vindo parar na linha temporal da Marvel pode justificar várias coisas, tipo a introdução dos X-Men e do Quarteto Fantástico ou até mesmo um filme do Aranhaverso, com Tobey Maguire e Andrew Garfield.

Podemos sonhar, não?

COM GRANDES PODERES…

Esse discurso do Mysterio para Peter Parker fala sobre ter um poder e ter suas responsabilidades para com eles. Como a célebre frase não foi dita no MCU, o conceito pode acabar sendo abordado pelo Mysterio, que parece surgir como um aliado.

Só que, ao mesmo tempo, ele mesmo pode estar criando essas ameaças que eles vão enfrentar para conseguir ser “um herói” e alcançar prestígio para obter informações da SHIELD. Esse discurso pode ser interpretado como alguém que fará de tudo para cumprir sua responsabilidade. Se a responsabilidade de Mysterio for proteger sua realidade, nada impede que ele use isso para justificar danos ao universo de Peter.

A PRÓXIMA GERAÇÃO

Se tem uma coisa que esse trailer quis passar pra gente é que Peter será o novo Homem de Ferro. Mas talvez não no sentido literal.

Quer dizer, o Homem Aranha é um símbolo gigantesco. É um herói que se sustenta e atrai público suficiente sozinho. Ele não precisa vestir a armadura para ser o novo Homem de Ferro. O Latinha foi o responsável por iniciar o MCU. Ele foi o herói quem deu o pontapé inicial nessas três fases. Dizer que o Homem Aranha será o novo Homem de Ferro toma um sentido muito mais dele ser o novo rosto da Marvel nos cinemas.

O que acham?

 

Homem Aranha: Longe de Casa estreia em 4 de Julho de 2019



COMENTÁRIOS