Johnny Depp não continuará com processo de negligência contra seu ex-advogado, Jake Bloom

Johnny Depp não continuará com processo de negligência contra seu ex-advogado, Jake Bloom




Johnny Depp não irá mais permitir investigações de negligência conectados com seu divórcio da atriz Amber Heard como parte do processo que iniciou contra seu ex-advogado, Jake Bloom. As informações são do site The Hollywood Reporter.

Em outubro de 2017, Deep processou Bloom, dizendo que ele estava arrecadando milhões de dólares em taxas de contingência ilegais, ou seja, sem um contrato. No mês passado, os advogados de Bloom indicaram que o ator pretendia investigar declarações e conselhos que o advogado deu a ele durante o divórcio com Heard.

Como resposta, eles intimaram testemunhas relevantes – incluindo o ex-presidente da Warner Bros.Kevin Tsujihara, que alegadamente colocou Heard numa “lista negra” após acusações de abuso doméstico contra Depp. O ex-namorado de Heard, Elon Musk, e o poderoso litigante Marty Singer também foram intimados. No dia seguinte, o time legal de Depp anunciou que não procederiam com as investigações.

O julgamento deve começar em 16 de setembro deste ano e, antes disso, Bloom deve depor não apenas com Heard, mas também com o produtor da franquia Piratas do CaribeJerry Bruckheimer e o próprio agente do ator, Bryan Lourd.


Aproveite para assistir:


A primeira conferência para o julgamento em questão está marcada para o dia 29 de maio.


COMENTÁRIOS