As expectativas em relação à versão de Zack Snyder de ‘Liga da Justiça‘ estão cada vez maiores, principalmente pela forma como alguns arcos foram abordados no longa lançado nos cinemas.

E uma das narrativas mais impactadas negativamente foi, justamente, a do personagem Cyborg, vivido por Ray Fisher.

E empolgado com a possibilidade de finalmente poder contar a história que gostaria de ter visto nas telonas, o ator revelou que há muitas camadas em seus personagem, principalmente pelo fato de ele ser um homem negro.

Em entrevista ao TheNiceCast, Fisher comentou:

“O Cyborg do Snyder Cut não é um campista feliz de forma alguma, mas creio que ninguém seria se você tivesse perdido tudo o que sempre soube sobre si mesmo. Ele perdeu seu corpo, sua mãe, sua habilidade de jogar futebol americano, uma das coisas que ele já havia determinado para si mesmo. Ele perdeu seu senso sobre si mesmo e sua narrativa é sobre encontrar isso de novo, encontrar essa humanidade novamente. Há muitas alegorias em se tratando ao fato do personagem ser negro, bem como sobre a jornada do povo negro neste país. Sua história poder ir o mais fundo possível e eu agradeço às estrelas por ter estado nas mãos de Chris Terrio e Zack e por ter a liberdade de dizer: ‘Escutem, quão longe vamos levar essa história?’. Isso tudo pode tocar alguns corações cara. Pode realmente tocar alguns corações”.

Aproveite para assistir:

Vale lembrar que a versão do diretor Zack Snyder não terá refilmagens, segundo o The Warp. O filme terá apenas edições para concluir os efeitos visuais das cenas que já foram gravadas.

A versão final deve ter mais de 4h de duração e diversas cenas inéditas, como a presença do vilão Darkseid, Iris West, e Ryan Choi, todos removidos do corte de Joss Whedon.

Confira as imagens promocionais do Snyder Cut:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE