‘Loki’ irá mostrar as consequências da alteração na linha temporal do MCU

‘Loki’ irá mostrar as consequências da alteração na linha temporal do MCU


Depois que o Loki (Tom Hiddleston) desapareceu com o Tessereact durante o clímax de ‘Vingadores: Ultimato, seu papel no futuro do MCU ficou ainda mais confuso.

Por causa disso, os fãs vem questionando como as consequências dessa alteração na linha do tempo vão afetar os próximos filmes da Marvel.

Em entrevista para o Comic Book, Stephen Broussard, produtor executivo de ‘Loki‘, disse que tudo isso será explicado na série, e que a viagem no tempo vista em ‘Ultimato‘ terá um papel fundamental na trama.

“Estamos deixando Loki em um ambiente totalmente novo dentro do MCU. Aquela viagem no tempo terá um papel fundamental na trama e teremos a chance explorar o lado mais humano do vilão como nunca foi mostrado.”

Além disso, a série também vai desconstruir o personagem, já que seus truques e manipulações não irão ajudá-lo nessa nova jornada.

Aproveite para assistir:


“Agora seu mundo está de cabeça para baixo. Finalmente vamos vê-lo tropeçando nos próprios passos.”, acrescentou o produtor executivo Kevin Wright. “Na série, ele se vê em uma posição na qual não tem todas as respostas como sempre esteve acostumado.”

Lembrando que a série dirigida por Kate Herron irá acompanhar as aventuras do Loki em 2012.

Ele ainda estará procurando vingança por seu relacionamento com o pai, que priorizava o irmão Thor, e se irá modificar todos os eventos que vimos nos filmes, causando um grande estrago em sua jornada e criando uma linha temporal sombria e obscura.

A previsão de estreia é para o outono de 2021

Hiddleston revelou seu entusiasmo em viver novas aventuras como o amado anti-herói e explorar suas várias faces na série.

“É uma constante fonte de surpresa e prazer que esses filmes estejam conectados com as pessoas. Eu sabia que ele [Loki] era uma figura complexa. Inteligente e espirituoso, mas vulnerável, irritado, perdido e quebrado. Eu pensei que era uma oportunidade incrível em amadurecer ao longo dos filmes.”