'Mary Poppins': Filme original é acusado de racismo por professor britânico

'Mary Poppins': Filme original é acusado de racismo por professor britânico


As fantásticas aventuras de Mary Poppins são, para muitos, uma pequena e adorável parte da infância. Baseado nos livros de P.L. Travers, o clássico 'Mary Poppins', de 1964, e até mesmo a continuação 'O Retorno de Mary Poppins', ainda encantam o público - mas nem todos permanecem tão nostálgicos em relação à babá.

Em um editorial publicado pelo jornal The New York TimesDaniel Pollack-Pelzner, professor da Universidade de Linfield, Inglaterra, argumenta que a história tem alguns tons racistas e problemáticos, originários dos escritos de Travers. Ele especificamente cita uma das cenas mais memoráveis do primeiro longa, no qual a babá mágica é vista fazendo blackface enquanto dança com os limpadores de chaminé.

Ele escreve:

Uma das imagens mais indeléveis do filme de 1964 é Mary Poppins se pintando com carvão. Quando a babá encantada acompanha suas crianças, Michael e Jane Banks, até o telhado, seu rosto fica coberto com fuligem, mas, ao invés de limpá-la, ela continua passando em seu nariz e em suas bochechas. Logo, ela leva as crianças em uma exploração dançante pelos telhados de Londres com Bert, seu grande amigo.

A cena em si não é problemática, mas suas raízes sim. Pollack-Pelzner diz que os romances da autora fazem associações complicadas entre o escurecimento da pele e estereótipos racistas. Na obra 'Mary Poppins Abre a Porta', de 1943, uma das criadas criada "Não me toque, seu preto herege" e, logo depois, quando o limpador de chaminés se aproxima da cozinheira, a mesma criada ameaça se demitir. "Se aquele Hotentote [pertence à tribo homônima da África do Sul] entrar na chaminé, eu saio pela porta".


Aproveite para assistir:


'Mary Poppins' estrelou Julie Andrews como a personagem-título, rendendo-lhe uma estatueta no Oscar de 1965, e Dick Van Dyke como Bert, o limpador de chaminés.

'O Retorno de Mary Poppins', lançado 54 anos mais tarde, trouxe Emily Blunt como o novo rosto da babá e Lin-Manuel Miranda como seu amigo Jack, o acendedor de lampiões. O elenco da continuação também conta com Ben Whishaw, Emily Mortimer, Colin Firth, Meryl Streep e a participação especial de Dick Van Dyke.

Blunt recebeu uma indicação ao SAG Awards deste ano por sua performance. O filme foi indicado a múltiplos prêmios também incluindo à categoria de Melhor Canção Original no Oscar 2019 por 'The Place Where the Lost Things Go'.

'O Retorno de Mary Poppins' ainda está em cartaz.


Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c