‘Midsommar’: Versão do diretor deve ter cerca de 30 minutos a mais

‘Midsommar’: Versão do diretor deve ter cerca de 30 minutos a mais



Midsommar – O Mal Não Espera a Noite‘ chega aos cinemas brasileiros apenas em setembro, mas nos Estados Unidos o longa já está em exibição, atraindo os curiosos que se aterrorizaram com o aclamado ‘Hereditário‘, também dirigido por Ari Aster.

E após receber avaliações extremamente positivas por parte da crítica especializada, Aster revelou que ainda possui muito material extra que fora deixado de lado na ilha de edição, afirmando que ele pretende acrescentar esse conteúdo na versão do diretor.

Durante sua participação no Ask Me Anything do Reddit, Aster contou que parte desse material deixado de fora da versão final foi em virtude de algumas brigas com a Motion Picture Association of America, órgão responsável pela regulamentação das produções cinematográficas, bem como sua classificação indicativa.

Aster afirmou que a briga com a Associação seria justamente pela classificação indicativa imposta ao filme, o que limitaria ainda mais seu acesso ao longa nos cinemas. A instituição teria submetido ‘Midsommar‘ à temida e mais dura categoria NC-17, que está acima da R-rated. Os filmes enquadrados nessa especificação não podem ser visto por jovens de 17 anos ou menos.

Segundo o diretor, durante esse processo “tivemos muitos vai e vem com eles, ao ponto de ficarmos na classificação NC-17 por semanas”.

Isso significa que possivelmente muitas cenas agressivas ou ainda mais aterrorizantes tenham sido deixadas de lado, para garantir uma classificação menor ao longa. Talvez, a versão do diretor traga alguns momentos ainda mais pesados e macabros.

‘Midsommar’: Terror está fazendo as pessoas passarem mal

O longa foi escrito e dirigido por Ari Aster (‘Hereditário‘).

Dani e Christian formam um jovem casal americano com um relacionamento prestes a desmoronar. Mas depois que uma tragédia familiar os mantém juntos, Dani, que está de luto, convida-se para se juntar a Christian e seus amigos em uma viagem para um festival de verão único em uma remota vila sueca. O que começa como férias despreocupadas de verão em uma terra de luz eterna toma um rumo sinistro quando os moradores do vilarejo convidam o grupo a participar de festividades que tornam o paraíso pastoral cada vez mais preocupante e visceralmente perturbador. Da mente visionária de Ari Aster surge um conto de fadas cinematográfico encharcado de pavor onde um mundo de escuridão se desdobra em plena luz do dia.

O elenco conta com Florence Pugh, Jack Reynor, Will Poulter, Vilhem Blomgren, William Jackson Harper, Ellora Torchia e Archie Madekwe.

O longa será lançado nos cinemas nacionais no dia 19 de setembro.

COMENTÁRIOS