‘Mulher-Maravilha 1984’: Patty Jenkins explica porque o filme se passa em 1984

‘Mulher-Maravilha 1984’: Patty Jenkins explica porque o filme se passa em 1984




Quando a Warner Bros. anunciou que a sequência de ‘Mulher-Maravilha‘ seria ambientado na década de 1980, especificamente no ano de 1984, alguns fãs teorizaram que o ano de escolha é uma homenagem ao romance distópico de George Orwell, ‘1984‘, sugerindo que o filmepoderia examinar o excesso e as questionáveis ​​práticas dos lobistas da Wall Street..

Em entrevista ao Deadline, a diretora Patty Jenkins confirmou que o ano será importante no filme e também ressoa com os eventos atuais:

“Tudo o que posso dizer é que 1984 em si é definitivamente muito evocativo para o que é importante nesse filme e ressoa com o momento atual. Eu escolhi 1984 por uma razão muito específica. Eu acho que foi o ápice do sucesso nos anos 80, na minha opinião, porque é antes de o mercado começar a ficar um pouco mais difícil à medida que os anos 80 foram passando. Foi o topo do topo. Foi um momento tão incrível. Eu sinto que há algo sobre o excesso desse período de tempo, que está tão ligado a onde estamos no mundo agora, que está definido por uma razão. Isso é tudo que posso dizer.”, afirmou.

A estreia acontece em 05 de junho de 2020.

Aproveite para assistir:


Kristen Wiig viverá a vilã Mulher-Leopardo:

“Dra. Barbara Ann Minerva, uma arqueóloga britânica que descobre a cidade perdida de Urzkartaga e, quando se depara com um antigo ritual, se torna hospedeira da poderosa deusa Cheetah”

A trama será ambientada nos 80, no período da Guerra Fria, e trará os retornos de Chris Pine, Saïd Taghmaoui e Ewen Bremner ao elenco.

Zack Snyder retorna como produtor e David Callaham, escritor de ‘Os Mercenários’, como um dos roteiristas ao lado de Patty Jenkins e Geoff Johns.

 



COMENTÁRIOS