Crítica | Deixe a Neve Cair – Netflix Abre Temporada de Natal com ótimo filme!

Crítica | Deixe a Neve Cair – Netflix Abre Temporada de Natal com ótimo filme!

Nota:


A temporada de filmes natalinos está oficialmente aberta, e a gente não poderia estar mais feliz! Isto porque a Dona Netflix começou as comemorações com o lançamento de ‘Deixe a Neve Cair’, e o filme é tão redondinho, tão fofo, com clichês tão perfeitinhos, que os amantes da festa de fim de ano definitivamente irão dormir com um sorriso no rosto depois de assistir ao filme.

O longa-metragem é adaptação do romance escrito pelos best-sellers John Green (‘A Culpa é das Estrelas’), Maureen Johnson (parceira de Cassandra Clare no spin-off de ‘Cidade dos Ossos’, ‘As Crônicas de Bane’) e Lauren Myracle (autora infantojuvenil sem livros publicados no Brasil) – só de olhar esses nomes já dá para intuir que não tem muito como a história dar errado. E o resultado é exatamente aquilo que estamos procurando.

Em pouco mais de 1h30 de filme, a história se divide em cinco núcleos que, eventualmente, se cruzam. Conhecemos Dorrie (Liv Hewson) e Addie (Odeya Rush), duas melhores amigas que andam discutindo porque Addie só se importa com o namorado, que não se importa com ela; há também o famoso cantor Stuart Bale (Shameik Moore), que, cansado de sua turnê em ônibus, decide pegar um trem e, nele, conhece Jullie (Isabela Merced); em outro núcleo, temos Keon (Jacob Balaton), que está louco para fazer uma festa por causa de um famoso DJ que está na cidade, e, para tanto, conta com a ajuda do amigo Tobin (Mitchell Hope), que gosta da melhor amiga, Duke (Kiernan Shipka).

Aproveite para assistir:


            O elenco escolhido a dedo traz os atuais nomes queridinhos do universo jovem, e todos eles, sem exceção, têm extraordinária química juntos. Alcançar esse ponto de equilíbrio com um elenco tão grande e jovem é bastante difícil, e esse mérito pode ser dado ao diretor Luke Snellin, que conduziu a trama acreditando na magia do Natal. A sintonia só foi possível graças ao roteiro caprichoso de Scott Neustadter, Michael H. Weber e Victoria Strouse, cuidadosos em entremear os núcleos com coerência e romantismo, de modo que nada fosse colocado na história sem um propósito. Para completar, temos ainda uma trilha sonora poderosa, que inclui Rolling Stones, The Clash e outras bandas empolgantes.

          Mas se você acha que filme de Natal só traz magia e romance, ‘Deixe a Neve Cair’ pode te surpreender, pois já na segunda cena algo acontece que deixa o espectador de queixo caído. Não se espante se isso ocorrer pelo menos mais duas vezes ao longo do filme, pois o roteiro flana entre o amor, a comédia, o drama e o espanto com muita facilidade, sem fazer o espectador sentir a transição.              Com situações totalmente possíveis de acontecer na vida real, ‘Deixe a Neve Cair’ é um filme fofo que enche o coração de sentimentos bons, encantando, divertindo, fazendo refletir e, por fim, abrindo a temporada de Natal com louvor. Fique até o final das letrinhas, pois há uma ceninha pós-crédito.



COMENTÁRIOS