De acordo com o We Got This Covered, a Universal Pictures está considerando Joaquin Phoenix como intérprete de Dr. Jekyll e Mr. Hyde na nova adaptação de ‘O Médico e o Monstro’.

A informação veio da mesma fonte que revelou o desenvolvimento de um novo filme da franquia ‘Pânico‘.

Ao que parece, o estúdio ainda não entrou em contato com Phoenix para as futuras negociações, mas ele está no topo de sua lista de desejos.

Foi dito que o longa será realizado com baixo orçamento e será uma adaptação fiel do romance escrito por Robert Louis Stevenson em 1886.

Para quem não conhece, a trama apresenta o dilema de um médico que cria uma poção capaz de separar seu lado bom do lado ruim, transformando-se num cruel assassino enquanto está sob efeito da droga.

Anteriormente, Jekyll foi interpretado por Russell Crowe em ‘A Múmia‘ (2017), e seria uma espécie de Nick Fury do fracassado Dark Universe, mas parece pouco provável que Crowe queira reprisar o papel.

Maiores detalhes não foram informados, e como a Universal não se pronunciou sobre a informação, considere como rumor.

Aproveite para assistir:

Em 2017, o estúdio planejou criar um universo compartilhado intitulado Dark Universe, que iria adaptar a história de vários monstros clássicos, como Drácula e Frankenstein.

Como o primeiro filme da série, ‘A Múmia‘ (2017), foi uma decepção de crítica e público, o projeto acabou sendo engavetado.

Durante uma entrevista para o The Hollywood Reporter, Donna Langley, presidente da Universal, argumentou que a ideia não deu certo porque não era o momento para acontecer.

“Nós tentamos criar um universo compartilhado com monstros clássicos, mas falhamos. Percebemos que esses personagens são icônicos por um motivo. Não era o momento certo e o público nunca pediu por algo do tipo, entende? Não há nenhuma urgência para ver todos esses personagens juntos.”

Langley disse que o estúdio ainda pretende adaptar as histórias dos monstros, mas o universo compartilhado deve permanecer engavetado.

“Decidimos dar um passo atrás e seguir pela abordagem criativa mais correta, ainda que não envolva grandes orçamentos ou franquias. Ainda podemos contar essas histórias, mas vamos dar voz aos nossos diretores.

Anteriormente o produtor de ‘A Múmia’, Chris Morgan disse ao io9 que a ambição do estúdio foi muito apressada.

“Eu não lamento nada. Eu acho que estavam tentando criar [a série de filmes] rápido de mais, eu diria. E eu acho que todo mundo tem que respirar, dar um passo para trás e analisar tudo isso. Agora é focar em fazer isso um pouco mais devagar.”

Ainda assim, Morgan garantiu que Leigh Whannell está fazendo um bom trabalho na direção de ‘O Homem Invisível‘, baseado no romance de H. G. Wells e no filme de 1933.

“Eu acho que a Universal está fazendo a coisa certa desta vez. Concentrando-se em um bom roteiro, uma boa história, e colocando isso para fora. Se você for construir um universo, é bom construí-lo a partir de algo sólido como ‘O Homem Invisível. E eu acho que eles não estão muito preocupados em preparar um universo agora, mas estão fazendo ótimos filmes de monstros, então estou ansioso para vê-los.”

Estrelado por Oliver Jackson-Cohen, ‘O Homem Invisíveltambém conta com Elisabeth MossStorm ReidAldis HodgeHarriet Dyer.

O Homem Invisível‘ já tinha virado filme em 1933, com roteiro assinado por H.G. Wells, – também o autor do livro no qual a trama é baseada –, e acompanhou a história do Dr. Jack Griffin, cientista devotado que encontra uma maneira de ficar invisível, mas no processo se torna um assassino insano.

Comentários