O que Esperar de MULHER-MARAVILHA 1984?

O que Esperar de MULHER-MARAVILHA 1984?


Mulher-Maravilha foi um dos filmes mais influentes de 2017 e o único sucesso incontestável da DC nos cinemas. Pelo sucesso de crítica e bilheteria, era questão de tempo até que a heroína ganhasse mais uma aventura solo nos cinemas. E agora que as gravações já estão perto do fim, vamos abordar o pouco que sabemos até agora. Confiram!

‘Mulher-Maravilha 1984’ é adiado em 7 meses e só estreia em 2020!

Não Será uma Continuação:

Quer dizer, será uma continuação, mas está sendo tratado como um filme original. É uma boa forma de se lidar com uma produção desse porte. Afinal, grandes estúdios costumam ser menos cuidadosos com as sequências. Durante a San Diego Comic Com deste ano, a atriz principal, Gal Gadot disse:



“Do jeito que nós encaramos, não é uma sequência. É a sua própria história, é um capítulo diferente, é um filme completamente novo. Todos os dias no set, nós damos o nosso melhor, porque a expectativa é muito grande, mas nossas aspirações são ainda maiores. Damos tudo o que temos, torcendo para que vocês amem o que trouxermos.”

A diretora, Patty Jenkins, endossou o discurso de nossa Mulher-Maravilha e afirmou:

“Eu quero fazer grandes filmes na minha carreira. E nós quisemos fazer um filme totalmente novo, tão forte e único quanto o primeiro. Não é mais do mesmo. É algo novo.”

Me parece animador.

Hans Zimmer Na Ativa:

A repercussão de Batman Vs Superman: A Origem da Justiça (2016)foi tão negativa, mas tão negativa, que o lendário Hans Zimmer anunciou sua aposentadoria dos filmes de heróis. Foi uma comoção geral. Zimmer foi responsável por trilhas memoráveis do cinema, como Gladiador, O Rei Leão, Batman: O Cavaleiro das Trevas, Piratas do Caribe e Interestelar. E o tema mais marcante de BVS era justamente o da Mulher-Maravilha. Então, quando ele anunciou sua saída desse gênero, os fãs ficaram bastante chateados.

O anúncio de seu retorno foi tão surpreendente quanto o de sua aposentadoria, mas é definitivamente algo a ser comemorado. Zimmer tem um entendimento musical de personagens impressionante!

A Vilã é a Mulher Leopardo:

E será interpretada por ninguém menos que Kristen Wiig. A princípio, a escalação da atriz pegou o público meio de surpresa, porque a DC não costuma apostar em atores de comédia para seus filmes. E Wiig é famosa por integrar o Saturday Night Live, ter feito a versão feminina de Caça-Fantasmas e mais um caminhão de comédias “pastelão”.

Nos quadrinhos, a Mulher Leopardo (ou Cheetah) teve quatro versões diferentes. A mais recente, Barbara Ann Minerva, deve ser a que veremos nos cinemas. Ela é uma arqueóloga que ocupa o lugar de uma guardiã de tribo africana, mas têm problemas com o ritual e acaba sendo amaldiçoada com uma aparência meio humano, meio leopardo. Seus poderes são super força e super velocidade.

Temos Alguns Nomes no Elenco:

Além dos retornos de Robin Wright (Antíope) e Connie Nielsen (Hipólita), Pedro Pascal (Star Wars: Rogue One), Ravi Patel (Santa Clarita Diet) e Natasha Rothwell (Com Amor, Simon) estão confirmados no elenco!

É curioso ver a quantidade de atores oriundos das comédias integrando esse filme. Não é comum, mas também não é de se assustar. Patty Jenkins já mostrou no primeiro Mulher-Maravilha que sabe fazer filmes leves sem descambar para a galhofa.

Outro nome que está gerando MUITAS teorias é Chris Pine. O ator viveu Steve Trevor no primeiro filme e apareceu em imagens oficiais da continuação. O “problema” é que Steve morreu na Primeira Guerra Mundial. Durante as gravações do filme original, corria o boato de que Diana Prince interagiria com Steve Trevor e seu neto, que seria idêntico ao avô. Será que decidiram aprovar essa ideia para a continuação?

O Título do Filme:

Essa também pegou muita gente de surpresa. Quando anunciaram o subtítulo “1984”, uma galera ficou boiando porque esperava que a sequência fosse ambientada após os eventos de Liga da Justiça (2017). Talvez direcionados pelo fracasso do filme do supergrupo e pela mudança no cronograma do estúdio, os executivos aprovaram a ambientação nos 80.

Uma obra homônima, o livro “1984”, de George Orwell, faz uma denúncia ao totalitarismo e aborda o “Big Brother” no controle. Eis que surge a primeira imagem oficial de Mulher Maravilha: 1984 e o que vemos? A heroína em frente a várias telas de televisão. Isso pode indicar muito sobre o futuro da trama.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c