quarta-feira, maio 29, 2024

‘O Show de Truman’, ‘Clube da Luta’ e os Clássicos dos Anos 90 que Mereciam ter Sido Indicados ao Oscar!

O Oscar é o prêmio máximo do cinema. Ou quem sabe o segundo maior, dependendo do ponto de vista. Oficialmente o Oscar é o mais importante, mas o maior prêmio para qualquer filme ou obra de arte na realidade é mesmo o teste do tempo. Ou seja, se manter relevante e importante através das décadas, e por que não, dos séculos. É o caso com a Mona Lisa por exemplo. E quando falamos de cinema, ter um filme de 30, 40 anos ainda muito popular é o maior presente para a obra.

O Oscar nem sempre representa isso. Ou seja, não necessariamente um filme vencedor do Oscar irá resistir ao teste do tempo e estar entre os mais populares de seu respectivo ano, dez, vinte, trinta ou quarenta anos depois de sua estreia. Por outro lado, um filme que sequer foi indicado poderá vir a ter essa trajetória exemplar. São justamente estes filmes esnobados pela Academia, mas que ainda estão na boca e no coração dos fãs que iremos abordar nessa nova matéria. Confira.

01) Clube da Luta

Se você perguntar para qualquer cinéfilo qual o filme mais querido dos anos 90, a resposta de quase todos será ‘Clube da Luta’, a obra-prima cult de David Fincher. O filme não foi sucesso de bilheteria nem mesmo em sua época de lançamento, mas logo de cara conquistou um público fiel, que só cresceu ao longo das décadas. Essa popularidade poderia ter feito dele um filme indicado ao Oscar na categoria principal na época – se tivéssemos então espaço para 10 filmes certamente seria. ‘Clube da Luta’ só recebeu indicação de efeitos sonoros.

02) O Show de Truman

Movie, Jim Carrey, The Truman Show, HD wallpaper | Peakpx

O Show de Truman’ continua um filme muito popular e querido até hoje. A prova disso foi sua recente exibição na Sessão de Sábado na Globo. O filme é um dos mais icônicos dos anos 90, um filme famoso, mas não apenas mirado ao entretenimento. Pelo contrário, dono de muito conteúdo. Na época todos acharam injustiça Jim Carrey não ter sido indicado. Mas o filme também não foi, o que só aumenta a esnobada que essa obra-prima recebeu da Academia. Suas indicações no Oscar foram para diretor (Peter Weir), coadjuvante (Ed Harris) e roteiro original.

03) A Outra História Americana

Lançado no mesmo ano de ‘O Show de Truman’, esse cult barra-pesada sobre o fantasma do racismo e do neonazismo foram coro com o filme de Jim Carrey formando o top 10 dos melhores filmes de seu respectivo ano de lançamento. Edward Norton chegava chutando a porta, mostrando que era um grande ator de sua geração. E foi justamente essa a indicação que o filme recebeu, de melhor ator para Norton, mas merecia a de melhor filme também.

04) De Olhos Bem Fechados

O ano de 1999 é conhecido como um dos melhores da história do cinema. E alguns dos filmes que o formam foram indicados ao Oscar, como ‘O Sexto Sentido’, ‘Beleza Americana’ e ‘À Espera de um Milagre’. Porém, um muito cultuado que ficou de fora destas indicações, mas merecia seu lugar ao sol é a obra-prima do suspense erótico que marcou o último trabalho do mestre Stanley Kubrick. ‘De Olhos Bem Fechados’ traz o então casal Tom Cruise e Nicole Kidman em puro estado de graça. Ironicamente, este adorado longa não foi indicado para nenhum Oscar sequer.

Não deixe de assistir:

05) Quero Ser John Malkovich

Seguimos pelo fantástico ano de 1999, e chegamos até outro filme muito mencionado até hoje. ‘Quero Ser John Malkovich’ facilmente entraria no mencionado top 10 do ano também. Um filme “estranho, com gente esquisita”, a produção conquistou o coração dos cinéfilos com sua trama bizarra, mas muito engraçada e inteligente. Seu humor peculiar só poderia ter saído da mente de Charlie Kaufman e Spike Jonze. O longa obteve um total de 3 indicações ao Oscar (diretor, roteiro original e coadjuvante – Catherine Keener), mas merecia melhor filme também.

06) Boogie Nights – Prazer Sem Limites

Quando foi lançado em 1997, ‘Boogie Nights’ automaticamente se tornou um dos filmes mais elogiados do ano – uma olhada de bastidores no mundo então glamoroso da indústria pornográfica dos anos 70. O filme apresentou ao mundo o talento de Paul Thomas Anderson, que na época ainda trabalhava de forma menos pretensiosa e mais acessível. O diretor revolucionou ao apresentar um tema tabu e polêmico, de forma bem popular. ‘Boogie Nights’ também foi indicado para 3 Oscar (ator e atriz coadjuvantes – Burt Reynolds e Julianne Moore -, e roteiro original) – mas, é claro, merecia melhor filme.

07) Os Donos da Rua

Os Donos da Rua’ foi um filme revolucionário, lançado ainda em 1991 – que era um digno herdeiro de obras como ‘Faça a Coisa Certa’, dando o próximo passo para o cinema negro deixar de ser marginalizado e se tornar extremamente popular. Por exemplo, o diretor do longa, John Singleton, foi o primeiro cineasta negro a ser nomeado na categoria de direção – e também o mais jovem. Mas cadê a indicação de melhor filme para esta pérola da sétima arte? ‘Os Donos da Rua’ foi indicado apenas para diretor e roteiro original.

08) A Vida em Preto e Branco

Quando falamos na década de 90, muitos fãs de cinema irão apontar o ano de 1994 como sendo o melhor da década e um dos melhores de todos os tempos. outro que muitos poderiam mencionar é o já citado ano de 1999. Mas um ano desta mesma década que não pode ser menosprezado é 1998. Só aqui nesta lista já tivemos dois filmes deste ano: ‘O Show de Truman’ e ‘A Outra História Americana’. Agora temos ainda um terceiro filme com o exemplar ‘A Vida em Preto e Branco’. Neste filme maravilhoso protagonizado por Reese Witherspoon e Tobey Maguire, a vida real e a ficção se misturam numa bela história sobre valores que verdadeiramente importam. Mais uma vez, foi indicado para 3 Oscar (direção de arte, figurino e trilha sonora), mas merecia também a de melhor filme.

09) Os Últimos Passos de um Homem

Todos podemos concordar que um dos grandes elementos que faz um filme ser bom são suas atuações. Dificilmente um filme será considerado bom se tiver atuações amadoramente canhestras. Porém, boas interpretações dão credibilidade a um filme, ao ponto de criar o clima planejado e emocionar audiências pelo mundo. Foi esse o resultado com o drama estrelado por Susan Sarandon e Sean Penn, sobre uma freira confortando um homem condenado ao corredor da morte. Tanto que a dupla foi indicada ao Oscar (mas só Sarandon venceu), e o longa ainda foi indicado para melhor diretor (Tim Robbins) e canção. Mas deveria ter sido indicado a melhor filme também.

10) A Época da Inocência

Quando falamos no grande mestre Martin Scorsese, podemos apontar em sua filmografia como diretor nada menos que 10 longas indicados ao prêmio de melhor filme. Um dos mais subestimados de sua filmografia, mas que merecia fazer parte desta seleta lista é o romântico ‘A Época da Inocência’, uma pequena obra-prima da sétima arte estrelada por um trio no auge de suas carreiras: Daniel Day-Lewis, Michelle Pfeiffer e Winona Ryder. O filme recebeu nada menos que 5 nomeações (roteiro adaptado, coadjuvante – Ryder -, trilha sonora, direção de arte e venceu o de figurino). Mas merecia também a indicação de melhor filme.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS