Os 8 Filmes Slasher de Acampamento Mais Famosos do Cinema

Os 8 Filmes Slasher de Acampamento Mais Famosos do Cinema



O cinema é realmente uma coisa maravilhosa. Dentro de cada tópico de assunto de um gênero existe uma especificidade, criando os subgêneros. Por exemplo, do terror tiramos os filmes slasher – produções geralmente protagonizadas por adolescentes nas quais um assassino quase sempre mascarado usa uma arma de corte para perseguir e matar os jovens. Dentro deste subgênero temos ainda algo mais específico, que são os filmes de acampamento – imortalizados pelo clássico absoluto e um dos maiores representantes do slasher, Sexta-Feira 13 (1980).

Este tipo de filme é tão popular no subconsciente dos fãs do terror que a nova temporada da série de sucesso American Horror Story resolveu homenagear o subgênero e os anos 1980 de forma geral com 1984 – uma grande brincadeira com o estilo e seus clichês. Além dos filmes de acampamento, AHS 1984 perpassa por diversas outras obras clássicas, como a referência clara a Halloween (1978), de John Carpenter – no trecho da fuga do serial killer Mr. Jingles (John Carroll Lynch) do manicômio, tirado diretamente do filme o maníaco Michael Myers.

Pensando nisso, o CinePOP resolveu listar os oito filmes mais famosos do slasher de acampamento no cinema. Veja abaixo, não esqueça de comentar e dizer se já viu todos e quais seus preferidos.

Acampamento Sinistro (Sleepway Camp, 1983)

Seguindo de perto no rastro de Sexta-Feira 13 (1980), este filme se tornou um dos mais cultuados do segmento. Adquirindo uma verdadeira legião de fãs, o longa caiu no gosto dos aficionados devido a seu final incrivelmente surpreendente – que por sua vez remete (novamente) ao citado ápice do subgênero acima. Na trama, os pais da jovem Angela (Felissa Rose) morrem e ela termina criada pela tia ainda muito pequena. Na adolescência, ela é mandada ao lado do primo a um acampamento de férias, onde pouco tempo depois, brutais assassinatos começam a ocorrer. Assim como Sexta-Feira 13, este é um whodunit, um filme no qual temos que descobrir o assassino dentre todos os personagens. Algumas sequências foram produzidas, mas não obtiveram o mesmo impacto.

Chamas da Morte (The Burning, 1981)

Aproveite para assistir:


Este é um dos filmes do qual a nova temporada de AHS mais pega emprestado. Produzido por Harvey Weinstein, a ideia para o longa foi baseada numa lenda urbana nova yorkina. Na trama, uma brincadeira sai terrivelmente errada, quando um grupo de adolescentes num acampamento ateia fogo no zelador do local, Cropsy (Lou David). O sujeito passa anos em coma num hospital, somente para levantar e retornar ao acampamento, onde irá exercer sua vingança com uma grande tesoura de jardinagem. O terror marca a estreia de alguns rostos conhecidos, como a vencedora do Oscar Holly Hunter (O Piano), Jason Alexander (o George de Seinfeld), Fisher Stevens (Um Robô em Curto Circuito) e Brian Backer (Picardias Estudantis e Loucademia de Polícia 4). A trilha de Rick Wakeman, da banda Yes, é similar à confeccionada para Sexta-Feira 13.

Stage Fright (2014)

Um dos mais diferentes, criativos e recentes exemplares do subgênero, Stage Fright é ao mesmo tempo uma comédia e um filme de terror – seguindo mais a linha de produções dos slasher pós-Pânico (Scream), de Wes Craven. Aqui, temos um acampamento diferente, voltado para as artes e para a música. Mas, como nos melhores no estilo, infestado de mortes violentas causadas por um assassino mascarado. Aqui temos também uma mocinha traumatizada, que teve a mãe, uma famosa artista do teatro, assassinada ainda na sua infância. Por se tratar de um longa com temática de músicas e canções, Stage Fright é, ele mesmo, um musical igualmente.

Psicose para Matar (Cheerleader Camp, 1988)

Para se diferenciar dos demais e da mesmice, algumas produções da época, mesmo fazendo parte do subgênero, tentavam dar uma temperada em sua trama. Esta obra de 1988 trouxe como atrativo um acampamento somente para líderes de torcida. Mesmo fazendo parte da seara de filmes da década de 1980, Psicose para Matar já acrescentava muito humor intencional em seu roteiro, sendo considerado também uma comédia. Na trama, a protagonista Alison (papel de Betsy Russell – a Jill da franquia Jogos Mortais) decide se juntar às amigas no tal acampamento, local onde… você acertou, as garotas começam a aparecer mortas uma a uma.

Madman (1981)

Os jovens são inconsequentes e gostam de brincar com fogo. Bem, muitas vezes terminam queimados. É exatamente o que ocorre neste slasher, quando um grupo de adolescentes evoca o assassino em massa Madman Marz – chamando seu nome! E não é que o serial killer aparece, tocando novamente o terror no acampamento!

Terror nos Bastidores (The Final Girls, 2015)

Outro exemplar recente e que brinca muito com a estrutura e fórmula de produções no estilo. De maneira muito criativa, o filme arruma uma forma inusitada de homenagear tais obras, adicionando humor à mistura. Uma carta de amor à franquia Sexta-Feira 13, o filme traz como protagonista uma jovem (Taissa Farmiga), cuja mãe era estrela de produções deste estilo de terror (papel de Malin Akerman). Sua mãe termina falecendo num acidente de trânsito. Alguns anos depois, uma maratona irá exibir no cinema o tal filme estrelado por ela – e a protagonista ao lado dos amigos estarão na primeira fila. Um acidente sobrenatural os joga diretamente dentro do filme, ao lado dos personagens, onde mãe e filha poderão interagir por uma última vez – enquanto tentam sobreviver a um assassino no melhor estilo Jason Voorhees.

O Pesadelo (Twisted Nightmare, 1987)

Este filme possui uma curiosa ligação com Sexta-Feira 13 – Parte 3 (1982), apesar de que a esta altura a franquia de Jason já se encontrava em sua sétima parte. O longa foi filmado no mesmo set da Parte 3 e utiliza até mesmo uma cena de morte como homenagem, tendo uma de suas vítimas morta por um ancinho – na forma em que simula um efeito 3D (o terceiro Sexta-Feira 13 foi lançado utilizando a tecnologia na época). Na trama, um grupo de jovens ganha uma viagem ao acampamento onde estiveram quando criança. Bom, desta vez a excursão não será tão alegre e mortes começam a ocorrer. Tudo pode estar conectado com o desaparecimento de uma criança deficiente anos antes.

Just Before Dawn (1981)

Um dos primeiros do subgênero, seguindo de perto o sucesso de Sexta-Feira 13 no ano anterior, este longa conta com a presença do renomado George Kennedy (vencedor do Oscar por Rebeldia Indomável) no elenco, dando algum respaldo e credibilidade à produção. Na trama, um grupo de jovens decide acampar numa floresta nas montanhas, enquanto examinam a terra que compraram. Logo, eles são surpreendidos por um maníaco portando um facão bem afiado. Kennedy interpreta o guarda florestal que tenta ajudar os desavisados jovens. O filme conta ainda com Gregg Henry (Seres Rastejantes e Dublê de Corpo) em início de carreira, como um dos protagonistas.

Bônus:

Sexta-Feira 13 (1980)

Por mais óbvio que possa parecer, não poderíamos terminar esta lista sem falar do “pai” dos filmes slasher de acampamento! Sexta-Feira 13 foi produzido para pegar clara carona no sucesso de Halloween, e a além de ter feito mais sucesso (de bilheteria pelo menos – já que tinha um grande estúdio por trás ajudando na distribuição) que seu homenageado, terminou por dar origem a um novo subgênero, os filmes de acampamento. Na trama, um grupo de monitores viaja a um local inóspito, a fim de reformarem o Campo Crystal Lake para sua reabertura. Alguém, no entanto, tem outros planos e não deseja que o acampamento “maldito” volte a funcionar. Como se tornou esperado e uma fórmula de filmes assim, o assassino só é revelado de surpresa ao desfecho. Nas inúmeras continuações que seguiram, um novo assassino, Jason, se tornou uma superestrela, pairando como ícone pop do cinema.



COMENTÁRIOS