Os filmes Mais Esperados de Outubro 2019

Os filmes Mais Esperados de Outubro 2019



Ainda estamos nos recuperando de It: Capítulo 2, Midsommar, Rambo: Até o Fim e Ad Astra, e o mês de outubro já chegou chegando! O mundo do cinema é assim, não para! E a cada fim de semana somos presenteados com alguns filmes que fica impossível de perder. Esse mês, bem, não é diferente e marca a estreia de alguns dos filmes mais aguardados de 2019 – incluindo o longa solo de um certo palhaço assustador (e não estou me referindo ao Pennywise).

Se você quer ver a DC dar a volta por cima nos cinemas, e mais uma pá de produções esperadas – incluindo as voltas da Família Addams, O Exterminador do Futuro, Malévola e a galera de Zumbilândia, além de algumas produções brasileiras de respeito, cola com a gente e anote tudo no seu caderninho para não perder nada. Vem conhecer!

03/10

Coringa

O mês já começa quente com o radar do Oscar. Coringa une o melhor dos dois mundos e coloca os holofotes na DC de novo. Ao mesmo tempo em que é um filme pop de muito conteúdo – embora faça uso de uma censura 18 anos -, a obra é desde já uma séria candidata ao Oscar 2020 (com uma indicação para o protagonista Joaquin Phoenix praticamente garantida). Será o segundo filme de heróis (este mais para vilão) a ter a honraria máxima de uma indicação a melhor filme? Em breve saberemos.

O Clube dos Canibais

Amamos terror e ficamos especialmente felizes quando vemos os profissionais de nosso país se esforçando para entregar uma obra do gênero de qualidade. Violento e altamente sexual, O Clube dos Canibais não pega leve em seu gore, prometendo agradar os aficionados por este tipo de conteúdo. Fora isso, surge como forte crítica social, abordando alguns dos mesmos temas do sucesso Bacurau, sob nova ótica. Na trama, uma sociedade secreta pratica rituais pra lá de bizarros.

Aproveite para assistir:


Angry Birds 2

Os passarinhos mais raivosos dos games estão de volta em seu segundo longa-metragem pela Sony. Desta vez, os pássaros precisam se unir a seus inimigos jurados, os porcos, para combater uma nova ameaça: os habitantes de uma terceira ilha nos arredores.

Ela Disse, Ele Disse

Novo veículo da talentosa Maisa Silva, o filme é baseado no livro de Thalita Rebouças, a maior escritora de obras adolescentes do Brasil. Rebouças já teve alguns de seus livros de sucesso adaptados ao cinema, como É Fada (2016), Fala Sério, Mãe! (2017) e Tudo por um Pop Star (2018) – todos donos de ótimas bilheterias igualmente. Desta vez, a trama é situada no colegial e traz a ótima Maisa como a primeira vilã de sua carreira.

10/10

Projeto Gemini

É Will Smith contra Will Smith neste filme de alto conceito, dirigido pelo mestre Ang Lee. Um dos diretores mais talentosos e ecléticos do cinema, passeia pelo gênero da ação e da ficção para falar sobre clonagem humana – um tema ainda muito polêmico. Na trama, um assassino profissional que é o melhor no que faz (Smith em sua idade atual) se depara com seu maior adversário, uma versão mais jovem dele mesmo (Smith na época de Fresh Prince). Um dos chamarizes são os efeitos que rejuvenescem o astro.

Morto Não Fala

Depois de Clube dos Canibais, outro filmaço de terror brasileiro aporta em nossas salas. Exibido e elogiado por festivais internacionais, o longa traz o talentoso Daniel de Oliveira (Cazuza) na pele de um funcionário noturno de um necrotério. Assim como o menino de O Sexto Sentido (1999), o protagonista tem o estranho dom de se comunicar com os mortos que chegam ao local. Quando um deles revela um segredo sobre a própria vida do técnico em necropsia, ele e sua família começam a correr perigo.

O Pintassilgo

Drama mirado ao Oscar, o longa é baseado num livro escrito em 2013, que ganhou o prêmio Pulitzer de ficção no ano seguinte. Uma espécie de Um Sonho Possível, mas com personagens brancos, o filme retrata uma família rica, adotando um jovem após sua mãe ser morta num atentado terrorista num famoso museu de Nova York. Nicole Kidman faz as vezes de Sandra Bullock na pele da socialite de bom coração, enquanto Ansel Elgort vive um rapaz traumatizado pela perda.

Greta

Polêmica à vista. Recriminado por grupos conservadores, Greta narra a história de Pedro, um enfermeiro gay de 70 anos. Visando ajudar uma velha amiga que precisa de um leito no hospital, ele dá cobertura para a fuga de um criminoso, o abrigando em sua própria casa. Enquanto cuida do bandido, os dois se envolvem num caso tórrido de paixão. O filme traz um impressionante desempenho do veterano Marco Nanini.

17/10

Malévola – Dona do Mal

Quem volta este mês também é a bruxa Malévola, saída da história da Bela Adormecida, novamente nas formas da estrela máxima Angelina Jolie. Elle Fanning também retorna na pele da Princesa Aurora, a bela citada. A adição no elenco fica por conta da musa Michelle Pfeiffer, trabalhando como nunca em nova fase de sua carreira. A veterana interpreta a possível verdadeira vilã da nova história: a Rainha Ingrith – que disputa com Malévola o afeto de Aurora.

A Luz no Fim do Mundo

Primeiro filme de ficção dirigido pelo ator Casey Affleck, que também escreve o roteiro. Seguindo os passos do irmão mais velho Ben, Casey cria um filme que é pura atmosfera e que pela premissa e trailer se assemelha muito ao pós-apocalíptico A Estrada (2009), protagonizado por Viggo Mortensen. Aqui, a história é a mesma, mostrando um pai fazendo de tudo para proteger sua filha numa realidade em que a Terra encontra-se devastada. Elisabeth Moss completa o elenco principal.

24/10

Zumbilândia – Atire Duas Vezes

Um dos filmes cult mais esperados de 2019, o segundo Zumbilândia passou por uma verdadeira epopeia, mas finalmente conseguiu ver a luz do dia. Chegou-se inclusive a cogitar uma série de TV – que só durou o piloto – em 2013. Dez anos depois do filme original, todo o elenco retorna, incluindo a Oscarizada Emma Stone – o maior nome do filme na atualidade – para mais aventuras hilárias com os mortos-vivos.

Downton Abbey

A série de sucesso que retrata o relacionamento da burguesia britânica e seus serventes no início do Século XX teve seis temporadas desde sua estreia em 2010. Elogiada como um dos melhores programas televisivos de todos os tempos – na opinião do grande público – Downton Abbey ganha agora finalmente uma versão para o cinema, trazendo de volta todo o elenco e soando muito como uma continuidade do seriado – algo como visto no primeiro filme do Arquivo X (1998), por exemplo. Nos EUA, Downton Abbey surpreendeu nas bilheterias estreando em primeira posição e desbancando produções de peso como Ad Astra e Rambo: Até o Fim.

Os 3 Infernais

Conclusão da trilogia carniceira de Rob Zombie, que começou com A Casa dos 1.000 Corpos (2003) e seguiu com Rejeitados pelo Diabo (2005). Na trama, os sobreviventes de uma família de serial killers fogem da prisão após ficarem encarcerados por dez anos. Logo, Otis (Bill Moseley), Baby (Sheri Moon Zombie) e o Capitão Spaulinding (Sid Haig) retornam ao que sabem fazer melhor: matar e espalhar o terror. O filme marca o último trabalho do veterano Sid Haig, falecido há pouco tempo.

31/10

O Exterminador do Futuro – Destino Sombrio

E quem disse que no último fim de semana do mês não teremos estreias grandiosas. Aqui quem volta é o exterminador mais famoso do mundo, vivido novamente pelo astro Arnold Schwarzenegger. Mas o T-800 velho não é a principal atração desta vez, deixando os holofotes para outra veterana da franquia: Sarah Connor. Dada como morta nos filmes anteriores (todos esquecidos após o 2), Linda Hamilton está de volta mais bad ass do que nunca. O filme conta ainda com reforços de carnes novas, como Mackenzie Davis e a latina Natalia Reyes.

A Família Addams

Eles começaram como tirinhas de quadrinhos, depois se mudaram para a TV num programa em live action e viraram celebridade nos cinemas com dois longas protagonizados por Raul Julia e Anjelica Huston em 1991 e 1993. Agora, Oscar Isaac e Charlize Theron emprestam as vozes para Gomez e Morticia, os patriarcas da família mais mórbida do universo pop, em seu primeiro longa animado para o cinema.

A Vida Invisível

Premiado em Cannes, este longa nacional é o representante do Brasil por uma vaga na categoria de Filme Estrangeiro no Oscar 2020. A trama acompanha duas irmãs bem diferentes, no Rio de Janeiro dos anos 1950, precisando lidar com a repressão e a imposição do patriarcado, na sociedade machista da época. O feminismo é um dos principais tópicos abordados pelo longa do prestigiado cineasta Karim Aïnouz (Madame Satã), que conta com uma participação de nossa grande estrela Fernanda Montenegro.



COMENTÁRIOS