quinta-feira, abril 18, 2024

Os Filmes que Completam 10 Anos e Você Esqueceu que Tinham Sido Lançados!

Mesmo na era das redes sociais e dos streamings, com diversos veículos especializados em cinema, como o CinePOP falando sobre filmes 24 horas por dia, sete dias na semana, é impossível para os fãs conseguirem acompanhar tudo. Isso porque a oferta é simplesmente grande demais. Antes, a missão era difícil apenas com os filmes lançados no cinema. Hoje, a vida dos aficionados se torna ainda mais insana (no bom sentido), com as produções que estreiam diretamente nos streamings, e isso sem falar das séries de TV.

Ou seja, tudo isso para dizer que muitos filmes terminam passando abaixo de nossos radares. Um fato curioso que vira e mexe ocorre, no entanto, é nos esquecermos completamente que certos filmes foram lançados. Seja pelos mais variados motivos, alguns longas simplesmente desaparecem de nossas mentes, como se nunca tivessem existido.

Um dos motivos é que tais filmes podem não causar uma conexão conosco, mesmo que o tenhamos assistido. Outro sintoma é o consciente coletivo esquecer dele, ou seja, não serem mencionados nas redes sociais e assim com o tempo serem apagados de nossas mentes. Há ainda, é claro, o fato de não termos assistido a tais filmes, mesmo que tenhamos ouvido falar deles em sua época de lançamento.

Aqui, nessa nova matéria iremos olhar mais uma vez para estes filmes que até causaram certo alvoroço em sua época de estreia, mas que foram se apagando com o passar dos anos. Detalhe, todos eles completam apenas 10 anos em 2024! Confira abaixo.

Sin City – A Dama Fatal

Sin City – A Cidade do Pecado’ (2005), de Robert Rodriguez, adaptou para as telonas os quadrinhos policiais de Frank Miller. Muito estiloso e sangrento, ‘Sin City’ não foi exatamente um sucesso retumbante, mas se tornou cult logo de cara. O diretor tinha planos para uma sequência, mas ela demorou quase uma década para ser lançada, e quando saiu, rapidamente foi esquecida, sem que muitos sequer saibam de sua existência. Você lembrava?

Êxodo – Deuses e Reis

Uma coisa podemos dizer sobre o diretor Ridley Scott: seus filmes são alguns dos mais ambiciosos de Hollywood. O criador de ‘Alien’ e ‘Blade Runner’ tem seu lugar garantido no panteão dos maiores realizadores de todos os tempos no cinema, mas nos últimos anos tem errado mais do que tem acertado. A prova disso são os recentes ‘Napoleão’ e ‘Casa Gucci’. Estamos na torcida por ‘Gladiador II’.

Voltando 10 anos no tempo, deixe para Scott tirar do papel a reimaginação do clássico dos clássicos ‘Os Dez Mandamentos’ (1956), e transformar um filme religioso em uma superprodução épica de aventura medieval. Nem mesmo a presença de Christian Bale protagonizando foi o suficiente para chamar atenção para o filme.

Não deixe de assistir:

Need for Speed – O Filme

Antes de ‘Gran Turismo’, você lembrava que outro famoso game de carros havia sido adaptado para o cinema? Falamos de ‘Need for Speed’, jogo de corrida lançado ainda em 1994 e que se tornou um dos mais populares do segmento. Esse tipo de adaptação no cinema se tornou praticamente um subgênero próprio, e possui uma longa lista de exemplares. ‘Need for Speed’, no entanto, ao contrário de sua contraparte nos jogos eletrônicos, se tornou um dos mais esquecíveis do lote, mesmo com produção da Disney e atores como Aaron Paul, Dakota Johnson, Rami Malek e Michael Keaton no elenco.

Caçadores de Obras-Primas

George Clooney é um dos grandes astros de Hollywood, já protagonizou superproduções bem lucrativas e inclusive tem dois Oscar decorando sua casa, um como ator coadjuvante por ‘Syriana’ e outro como produtor de ‘Argo’, além de outras 6 indicações, nas capacidades de roteirista, ator e diretor. Sim, Clooney é um diretor de cinema também, isso todos sabem.

Mas você conseguiria dizer algum filme comandado por ele? Por mais que você lembre de algum, definitivamente não seria esse ‘Caçadores de Obras-Primas’, lançado há 10 anos, no qual Clooney brincou de Quentin Tarantino tentando criar seu próprio ‘Bastardos Inglórios’. Dá para ver quem é o “primo rico” e o “primo pobre”.

Drácula – A História Nunca Contada

Drácula é um dos personagens mais adaptados na história do cinema, remetendo à era do cinema mudo com ‘Nosferatu’. Mas quantas adaptações você conhece que resolveram transformar esta figura, mais associada ao gênero do terror, em um super-herói de filme de ação?

A verdade é que a Universal vem tentando sem sucesso criar uma franquia para seu universo de monstros desde ‘Van Helsing’ em 2004, chegando até o fracassado Dark Universe, que teve ‘A Múmia’, de Tom Cruise, como primeiro e último exemplar. No meio do caminho, há 10 anos, o estúdio investia em Luke Evans no papel do trágico príncipe transformado em anti-herói. ‘Drácula – A História Nunca Contata’ tem vindo à tona ultimamente por ser dos mesmos roteiristas do malfadado ‘Madame Teia’.

Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola

Você lembra daquele faroeste icônico estrelado pela loiríssima Charlize Theron? Não? Tudo bem, quase ninguém lembra. E o “icônico”, é claro, é pura ironia. Aliás, o estranhamento aqui já começa no título em português, que é uma tentativa de ser engraçadinho logo de cara para avisar ao espectador que se trata de uma comédia escrachada.

Afinal “Um Milhão de Maneiras de Morrer no Oeste” (seu título original) teria muita gente saindo do cinema sem entender nada, achando que iria assistir a um faroeste tradicional. Aqui temos o mesmo criador de ‘Uma Família da Pesada’, Seth MacFarlane, no roteiro, direção e protagonizando. O cineasta havia acertado em cheio com ‘Ted’ (2012), e assim estava com a bola toda, podendo trazer para seu elenco uma atriz do porte de Theron, além de Liam Neeson como vilão.

300 – A Ascensão do Império

Pensando em filmes, quando falamos em ‘300’, qual a primeira coisa que a maioria dos fãs irá lembrar? Sim, acertou quem disse no filme dirigido por Zack Snyder de 2007, estrelado por Gerard Butler sobre os 300 de Esparta, baseado na Graphic Novel de Frank Miller, que se comporta muito como uma HQ em movimento transformada em longa-metragem.

Mas agora, quem lembra que esse filme teve continuação? Alguém? Cri-cri-cri… pois bem, não foi um surto coletivo há 10 anos. Sim, ‘300’ teve uma continuação estrelada por Eva Green. No lado positivo, nosso Rodrigo Santoro retornou como Xerxes. E nunca pensamos que fôssemos sentir falta de Zack Snyder na direção de um filme…

Robocop

Como dito, um filme pode fugir da memória coletiva pelos mais variados motivos. É claro que a qualidade deles é um fator que precisa ser levado em conta, pois existem os longas que desejamos simplesmente esquecer. Mas não é o caso com todos, como essa reimaginação de ‘Robocop’ pelo nosso José Padilha, de ‘Tropa de Elite’, que é sim muito boa.

O ‘Robocop’ original, no entanto, é inigualável. É um dos filmes mais icônicos e influentes não apenas dos anos 80, como da história do cinema – sendo assim ficaria difícil para qualquer obra inovar com o mesmo material. Padilha fez o que pôde e se saiu muito bem. Mas ao falar em refilmagem, grande parte do público já torce o nariz. Quem assistiu aprovou. O problema foi todo o resto, que somou a grande maioria do público e o deixou passar em branco.

Annie

Você provavelmente deve estar sentindo falta de ver a atriz Cameron Diaz em algum filme, certo? A atriz não participa de nada há uma década exatamente. E a despedida da loira aconteceu justamente nessa reimaginação de um musical clássico. A pequena órfã Annie nasceu nas tirinhas de jornal ainda em 1924. Depois disso inspirou um programa de rádio em 1930, e filmes em 1932 e 1938. Mas sua popularidade viria a aumentar consideravelmente após um musical da Broadway em 1977.

Esse musical seria adaptado ao cinema pela Columbia Pictures no estilo de superprodução em 1982. E mais uma vez há 10 anos, com a mudança de etnia de Annie e do milionário Will Stacks. Nesse filme, Diaz foi a vilanesca senhorita Hannigan. Aposto que você não lembrava. A saudade de Cameron Diaz irá terminar esse ano, quando ela lançará ‘Back in Action’, filme da Netflix ao lado de Jamie Foxx.

Transcendence – A Revolução

Finalizando a matéria dos filmes lançados há 10 anos que você esqueceu completamente, temos um protagonizado por Johnny Depp. Você lembra dele? Pois é, o ator não teve a melhor sorte nos últimos anos graças ao casamento problemático com a atriz Amber Heard, que resultou em uma briga nos tribunais em um julgamento altamente televisionado – o que terminou por queimar ambos em Hollywood.

Antes disso, Depp era considerado um dos grandes astros do cinema e inclusive fez um filme com Christopher Nolan. Você lembra? Tudo bem, não é um filme dirigido por Nolan, e sim produzido. ‘Transcendence’ é uma ficção científica sobre um brilhante cientista (Depp) que transfere sua consciência para uma inteligência artificial, e contava com um elenco de nomes como Cillian Murphy, Morgan Freeman, Paul Bettany e Rebecca Hall.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS