Os Melhores (e Piores) Políticos dos Desenhos, HQ’s e Mangás

Os Melhores (e Piores) Políticos dos Desenhos, HQ’s e Mangás


O Brasil passa por um período de campanha eleitoral e com isso a política é o maior assunto dos últimos meses em terras tupiniquins, causando assim muitas discussões, exclusão de amigos no Facebook e trocas de ofensas. Seja presidente, governador, prefeito ou quaisquer outros cargos, as eleições mexem diretamente de um jeito muito forte com todo um povo e geram uma dor de cabeça imensurável, dependendo de quem está no comando.

Isto não é um problema apenas na vida real. Em histórias fictícias, como em desenhos animados, animes, HQ's e mangás, alguns causaram o caos em sua população por representar uma ameaça. Por outro lado, há aqueles que viraram os salvadores de toda uma nação.

Confira abaixo alguns dos políticos mais famosos da Cultura Pop, lembrando que não serão citados Reis, deixamos a Monarquia de lado:

Prefeito (As Meninas Super Poderosas)



 

Essa é fácil de lembrar. Townsville sofre um sério problema de segurança pública, visto que praticamente todo dia um monstro diferente ataca a cidade. Felizmente, o Prefeito tem o contato direto de Florzinha, Lindinha e Docinho para salvarem o dia e afastar todo o mal. Além disso, o Prefeito é querido por aqueles ao seu redor, não sendo nocivo a nenhum habitante e passando uma tranquilidade aos habitantes, embora o intelecto não seja o seu ponto forte.

Além disso, em um episódio, a Princesa assumiu o papel de prefeita de Townsville, porém, seu mandato durou apenas um dia, após as meninas conseguirem se aproveitar da legalização de crimes para enganar a nova política da cidade e assim fazer com que ela saia do poder.

Lex Luthor (DC Comics)

O icônico vilão do Superman já foi presidente dos Estados Unidos. Em HQ's publicados entre 2000 e 2004, Luthor assumiu o cargo adotando discursos progressistas e tinha como carro chefe de campanha suas propostas de avanços tecnológicos, o que fez o povo dar um voto de confiança e o eleger, ainda mais pela insatisfação em relação ao governo anterior, que não conseguia fazer melhorias em Gotham.  Além disso, ele realizou uma ação conjunta entre o exército norte-americano e os super-heróis contra um invasor alienígena, o que fez com que o personagem conquistasse um grande número de devotos e passasse a ter um bom índice de aprovação por seu eleitorado.

Após várias tentativas frustradas de lidar com Superman e Batman, Lex viu sua popularidade cair, até chegar ao ponto de renunciar à presidência e nunca mais voltar a se envolver em cargos políticos.

Naruto  (Shōnen Jump)

Essa é difícil determinar se de fato foi uma eleição democrática, visto que não houve uma disputa de verdade, tampouco uma votação para a população de Konoha, mas é incontestável que Naruto era a escolha preferida para assumir o posto de kage da sua vila. O personagem tinha esse objetivo desde o primeiro capítulo do mangá e conseguiu atingi-lo após inúmeros obstáculos. O mandato de Naruto é baseado em um período de paz e conta com uma aliança com todas as outras vilas, algo completamente incomum e raro de acontecer.

Naruto contou com vários “presidentes” de suas vilas, com direito até a golpes  para assumir o posto, como, por exemplo, o caso de Danzou em relação a Tsunade. Alguns governos foram pacíficos, como o de Naruto e Kakashi, porém, em outras épocas contou com uma liderança de pulso forte – Tobirama – que causaram algumas segregações e conseqüências para o futuro, como a rebelião dos Uchihas.

Capitão América (Marvel)

Poucos sabem, mas o Capitão América já foi presidente dos Estados Unidos, embora durante pouco tempo. Isto aconteceu no Universo Ultimate da Marvel em 2012. Steve Rogers foi o escolhido pelo povo mesmo sem se filiar a nenhum partido.

Entre seus feitos, Steve Rogers conseguiu acabar com uma guerra civil entre a Carolina do Norte e a Carolina do Sul e lidar com diversos problemas, sejam internos ou externos. O Capitão América renunciou ao cargo em um curto período após um ataque nuclear.

Rei do Crime (Marvel)

O vilão do Demolidor e do Homem-Aranha conseguiu chegar ao cargo de prefeito de Nova York. Wilson Fisk é um personagem de grande inteligência e durante seu mandato acreditava estar sendo o herói e que fazia bem à cidade, ainda mais por estar sendo bem visto pelo público devido aos eventos do arco “Secret Empires”, auxiliando a comunidade de Manhatan,  enquanto Murdock o via como uma grande ameaça que precisava ser detida.

A ascensão ao cargo se deu durante um período em que o Demolidor esteve fora do país. Esta nova dinâmica fez com que, desta vez, o Rei do Crime representasse o lado da lei, enquanto Matt Murdock assumisse a posição de ‘fora da lei’, causando assim uma inversão de perspectiva para quem vê o conflito do lado de fora.

Estes são apenas alguns dos exemplos. É possível citar, também, personagens como o Governador na HQ de The Walking Dead, o presidente em Rick & Morty que entra em conflito numa luta  contra Rick, entre muitos outros.

A política é algo importante e que, dependendo de quem for eleito, pode causar significativas mudanças para todo um país, seja para o bem ou para o mal.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c