sexta-feira, abril 12, 2024

Os MELHORES filmes de Kevin Williamson, o criador de ‘Pânico’ que reviveu o Terror nos anos 90!

Durante o início da década de 1990, o gênero do Terror havia entrado em declínio, após o sucesso dos chamados filmes slasher dos anos de 1980, a exemplo de franquias como ‘Halloween’, ‘Sexta-Feira 13’ e ‘A Hora do Pesadelo’, e não havia mais apelo dentro da indústria. Os filmes de ação e aventura dominavam o mercado, quando não, cineastas talentosos como Quentin Tarantino, Paul Thomas Anderson e Steven Soderbergh emergiram com títulos que conquistaram todos os cinéfilos pelo mundo, vide obras incríveis como ‘Pulp Fiction’, ‘Boogie Nights’ e ‘Sexo, Mentiras e Videoteipes’.

Tivemos também muitos thrillers sensacionais nos anos 90, com David Fincher encabeçando a lista pela sua obra-prima ‘Seven’, ou em ótimos exemplos como ‘Os Suspeitos‘, ‘O Fugitivo‘ e ‘Los Angeles – Cidade Proibida‘. E não podemos esquecer de falar das famigeradas comédias que dominavam grande parte do mercado, vide o sucesso de ‘American Pie’ e os hits de Jim CarreyDebi & Lóide’, ‘O Máskara’, ‘Eu, Eu Mesmo e Irene’, ‘O Mentiroso’ e tantas outras delicias desse tempo.

Ou seja, mesmo em um cenário mais nichado, era difícil o gênero terror conseguir penetrar em alguma dessas barreiras. Foi aí que surgiu um jovem ator ianque, com ideias meio ousadas e arriscadas dentro do estilo, que sem querer moldou a vertente do horror nessa década. Sim, Kevin Williamson começou a sua carreira como ator, fazendo algumas séries de TV e até mesmo os filmes Roger Corman, aquelas produções de baixo orçamento que encantavam por sua criatividade e escatologia.

Inspirado por um episódio da revista Turning Point, sobre o assassino Danny Rolling, serial killer da Flórida que atacava estudantes universitários, Williamson escreveu o roteiro de um filme de terror chamado na época ‘Scary Movie‘. O longa trazia como referência justamente os filmes slasher, mas ao mesmo tempo brincava e meio que fazia uma metalinguagem do estilo.

O roteiro era tão bom que a Miramax comprou por US$ 400.000 e lançou em um novo selo da Dimension Films em 1995. Wes Craven, um mestre do gênero, já conhecido por vários clássicos do terror e por criar a franquia ‘A Hora do Pesadelo‘, foi escolhido como diretor, com o título sendo mudado para ‘Scream‘, que aqui no Brasil foi chamado de ‘Pânico‘.

O filme acabou sendo um sucesso de crítica e bilheteria, faturou cerca de 173 milhões de dólares e deu margem para novas continuações e outras obras do estilo. A exemplo do próprio ‘Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado’, outro roteiro do próprio Kevin Williamson. Por sinal, o realizador virou meio que um especialista quando o assunto era trabalhar conflitos adolescentes, por isso também emplacou outro sucesso, dessa vez na TV, com ‘Dawson’s Creek’.

Enfim, o homem realmente virou uma referência, e como essa semana foi o seu aniversário, preparamos uma lista especial citando todos os seus grandes trabalhos. Aqueles que, de uma forma ou de outra, acabaram marcando a década de 90 e são até hoje referências para vários realizadores que se aventuram na vertente. Como vocês sabem, ‘Pânico’ meio que é uma marca do CinePOP, muito por nossos leitores amarem a franquia, então sempre é bom falar dessa cinessérie deliciosa e das obras do seu criador.

Glory Days (2001)

Não deixe de assistir:

Em 2001, Williamson criou ‘Glory Days‘ como uma série substituta na mid-season da Warner. O show segue um romancista que retorna à sua cidade natal, uma comunidade costeira no estado de Washington, onde está acontecendo vários casos estranhos, sendo a obra muito comparada a ‘Twin Peaks‘. A série foi cancelada após a primeira temporada.

Amaldiçoados (2005)

Kevin Williamson se juntou ao mestre Wes Craven, mais uma vez, em ‘Amaldiçoados‘, depois da primeira filmagem fracassada de Craven, onde teve que reescrever o projeto. Trocaram então todo elenco e transformaram o troço em algo novo, sendo finalmente lançado em 2005, estrelado assim por Christina Ricci, Jesse Eisenberg, Joshua Jackson e Shannon Elizabeth. Devido às muitas mudanças, atrasos na produção e o baixo orçamento de marketing pelas refilmagens, o filme não teve sucesso nas bilheterias.

Dawson’s Creek (1998)

Paul Stupin, um executivo da Columbia TriStar Television, leu o roteiro de ‘Pânico‘ e ficou convencido de que Williamson era o homem certo para criar uma série de televisão em sua empresa. O resultado foi ‘Dawson’s Creek‘, um conto semiautobiográfico ambientado em uma pequena comunidade costeira. Kevin foi a base do personagem-título, Dawson Leery (James Van Der Beek), um romântico sem esperança que é obcecado por filmes – especialmente aqueles feitos por Steven Spielberg. Joey Potter (Katie Holmes), o amor platônico da casa ao lado, foi baseada em um amigo da vida real do roteirista, quando ele ainda era jovem.

Prova Final (1998)

Em 1990, David Wechter e Bruce Kimmel escreveram o primeiro rascunho do roteiro de Prova Final e enviaram para as produtoras, que não se interessaram pelo texto. Foi só depois do sucesso de ‘Pânico‘ que a Miramax comprou o roteiro e decidiu retrabalhar tudo. Bob e Harvey Weinstein trouxeram Kevin Williamson para reescrever o texto, onde o roteirista manteve a história central, mas reescreveu todos os diálogos e adicionou novos personagens para torná-los mais cool. Originalmente, Williamson foi escalado para dirigir o filme também, mas optou por não fazer para poder comandar o seu ‘Tentação Fatal‘. Os Weinsteins então trouxeram Robert Rodriguez (‘Um Drink no Inferno‘) para comandar o longa.

Tentação Fatal (1999)

Williamson também desistiu de escrever o roteiro de ‘Pânico 3‘ para focar e dirigir justamente aquele que seria o seu primeiro trabalho como cineasta, intitulado ‘Tentação Fatal‘, sendo inspirado no romance de Lois Duncan, ‘Killing Mr. Griffin‘. Estrelado por Katie Holmes, Barry Watson e Helen Mirren, ‘Teaching Mrs. Tingle‘ (no original, como foi renomeado após o massacre em Columbine) segue um grupo de estudantes que se vingam do seu estranho professor. Infelizmente, talvez pela repercussão do caso de Columbine, o filme não obteve sucesso de público e pegou mal com a crítica.

OBS: É sempre importante lembrar e ressaltar alguns eventos dessa época de ‘Pânico 3‘, como a famigerada briga entre Kevin Williamson e os irmãos Weinstein. Na ocasião, além de toda confusão em relação a produção e demais decisões artísticas, Williamson era contra a postura seguida por Harvey Weinstein, desde a escolha e preparação do elenco até o que podia ou não entrar. Ainda assim, o terceiro capítulo de ‘Pânico‘ trouxe não apenas algumas alfinetadas a indústria de Hollywood, como também tentou denunciar o que acontecia por trás dos bastidores envolvendo os Weinstein.

Em uma das cenas que ficou no corte final, Sidney Prescott (Neve Campbell) descobre que sua mãe tentou ser uma atriz em Los Angeles e foi estuprada por vários executivos do estúdio. Maureen mudou-se para Hollywood e apareceu em três filmes para a Sunrise Studios (seria a The Weinstein Company?), sob o nome artístico “Rina Reynolds“. Os filmes foram produzidos pelo ícone de terror John Milton (Harvey Weinstein?). Durante uma de suas festas, ela foi estuprada por Milton e seus amigos. O estupro afetou Maureen pelo resto de sua vida, e ela abandonou Hollywood. Ou seja, é no mínimo curioso que tudo isso esteja no filme após todo conflito envolvendo Williamson e os Weinstein. Aliás, fizemos uma matéria detalhando todo caso, você confere no link abaixo.

‘Pânico 3’ denunciou os abusos sexuais em Hollywood… e quase ninguém percebeu!

The Vampire Diaries (2009)

Kevin Williamson desenvolveu uma nova série de TV para a CW chamada ‘The Vampire Diaries‘, que foi adaptada de um romance de mesmo nome de LJ Smith. A série segue a vida de Elena Gilbert (Nina Dobrev), que se apaixona pelo vampiro Stefan Salvatore (Paul Wesley), e logo se vê presa em um triângulo amoroso entre Stefan e o seu irmão mais velho, Damon (Ian Somerhalder). A série também se concentra na vida dos amigos de Elena e outros habitantes da cidade fictícia de Mystic Falls, Virgínia. ‘The Vampire Diaries‘ estreou no dia 10 de setembro de 2009 e se tornou um sucesso nacional e internacional.

Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado (1997)

Em 1997, Kevin Williamson escreveu ‘Eu sei o que você fez no verão passado‘, filme baseado em um romance homônimo de Lois Duncan. O longa é centrado em quatro amigos do ensino médio que, acidentalmente, atropelam um homem e jogam o seu corpo fora, para seguir com suas vidas sem serem presos ou denunciados. A trama gira em torno dos quatro amigos e se passa um ano após o acidente, quando eles se tornam vítimas de um perseguidor, no maior estilo Michael Myers. Apesar de receber críticas negativas, o filme foi um sucesso estrondoso de bilheteria e alavancou as carreiras de atores como Jennifer Love Hewitt, Freddie Prinze Jr., Sarah Michelle Gellar e Ryan Phillippe, gerando também duas continuações.

Pânico (1996)

Pânico‘ é sem dúvidas um jovem clássico do cinema de horror. Uma franquia extremamente rentável, que possui uma legião de fãs e continua mais viva do que nunca décadas depois. Recebeu vários prêmios e indicações após o seu lançamento, incluindo o Saturn Award de Melhor Atriz para Neve Campbell, Melhor Roteiro para Kevin Williamson e Melhor Filme de Terror; recebeu indicações ao Saturn para Melhor Diretor e Melhor Ator Coadjuvante. Wes Craven foi agraciado com o Grande Prêmio no Gérardmer Film Festival. O filme foi premiado como o Melhor Filme de 1997 pelo MTV Movie Awards, enquanto Campbell recebeu uma indicação para Melhor Performance Feminina. Simplesmente, inesquecível!

Mais notícias...

Wilker Medeiroshttps://www.youtube.com/imersaocultural
Wilker Medeiros, com passagem pela área de jornalismo, atuou em portais e podcasts como editor e crítico de cinema. Formou-se em cursos de Fotografia e Iluminação, Teoria, Linguagem e Crítica Cinematográfica, Forma e Estilo do Cinema. Sempre foi apaixonado pela sétima arte e é um consumidor voraz de cultura pop.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS