Eu me lembro perfeitamente o dia em que fui assistir a ‘Pânico 3‘ nos cinemas, em Junho de 2000, após o filme ter sido adiado por quase um ano por problemas de produção.

Com toda a polêmica envolvendo as diversas acusações de assédio sexual e estupro envolvendo Harvey Weinstein, logo lembrei de cenas do filme que tentavam expor o produtor.

A franquia foi bastante prejudicada por uma grande briga entre o roteirista Kevin Williamson e os produtores, os irmãos Weinsteins.

Após a briga, Williamson foi dispensado de ‘Pânico 3‘ e Ehren Kruger (‘A Chave Mestra’, ‘Pânico 3’) foi contratado para reescrever algumas cenas.



Porém, é notório uma cena de Williamson que permaneceu no filme… ou melhor, duas. O filme trazia elementos de terror e comédia, mas também era uma grande crítica à indústria hollywoodiana.

Na cena em questão, Sidney Prescott (Neve Campbell) descobre que sua mãe tentou ser uma atriz em Los Angeles e foi estuprada por vários executivos do estúdio.

Aproveite para assistir:

Maureen mudou-se para Hollywood e apareceu em três filmes para a Sunrise Studios (seria a The Weinstein Company?), sob o nome artístico “Rina Reynolds“. Os filmes foram produzidos pelo ícone de terror John Milton (Harvey Weinstein?). Durante uma de suas festas, ela foi estuprada por Milton e seus amigos. O estupro afetou Maureen pelo resto de sua vida, e ela abandonou Hollywood.

Chega a ser interessante um filme produzido pelos Weinsteins ter uma premissa tão ligada à vida real, agora que descobrimos que essas “festas” realmente aconteceram nos bastidores de Hollywood. Será esse o motivo da briga com o roteirista? Ou o estopim?



Além dessa cena, o filme traz uma deliciosa participação de Carrie Fisher como uma sósia da atriz, revelando que ela só não conseguiu o papel de Princesa Leia em ‘Star Wars’ porque não quis “fazer sexo” com George Lucas. Ouch!

A atriz que interpreta Sidney em ‘Stab‘ também revela que só conseguiu o papel no filme porque dormiu com o produtor, John Milton.

Assista as cenas:

No Rotten Tomatoes, o quinto capítulo da franquia ‘Pânico‘ recebeu 78% de aprovação através de 79 críticas publicadas e se tornou o terceiro filme mais bem avaliado da franquia – apesar de muitos críticos afirmarem que é o melhor desde o original.



O filme mais bem avaliado da franquia é ‘Pânico 2‘ (81% de aprovação e 81 críticas publicadas) seguido pelo original (79% de aprovação e 82 críticas).

Como os críticos ainda estão postando suas reviews do novo filme, a porcentagem pode mudar nos próximos dias.

Confira o ranking:

5. Pânico 3 (41% de aprovação)
4. Pânico 4 (61% de aprovação)
3. Pânico – 2022 (78% de aprovação)
2. Pânico (79% de aprovação)
1. Pânico 2 (81% de aprovação)

No consenso geral, “os críticos elogiaram o tom, a narrativa, as performances e o ressurgimento da saga slasher com o novo longa-metragem.” 


Assista as nossas entrevistas:

 

 

O filme já está em exibição nos cinemas nacionais.

Matt Bettinelli-OlpinTyler Gillett , do elogiado terror ‘Casamento Sangrento‘, são responsáveis pela direção.

Vinte e cinco anos após uma série de assassinatos brutais chocar a tranquila cidade de Woodsboro, um novo assassino se apropria da máscara de Ghostface e começa a perseguir um grupo de adolescentes para trazer à tona segredos do passado mortal da cidade, fazendo com que Sidney Prescott retorne para desvendar o mistério.

Pânico | Pontos importantes para prestar atenção no primeiro trailer – incluindo uma teoria que pode mudar a franquia

O elenco conta com o retorno de Neve CampbellDavid ArquetteCourteney Cox e Marley Shelton, além de introduzir os novatos Melissa BarreraDylan MinnetteJenna OrtegaMason GoodingKyle Gallner, Jack Quaid, Jasmin Savoy BrownMikey Madison.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: