domingo, maio 26, 2024

Peter Safran afirma que lançar ‘Batgirl’ teria PREJUDICADO a DC: “Não funcionava”

Após o cancelamento do praticamente concluído live-action da ‘Batgirl’, a decisão do CEO da Warner Bros. Discovery, David Zaslav, dividiu opiniões.

Recentemente, o novo copresidente dos Estúdios DC, Peter Safran, decidiu se manifestar.

Segundo o Comicbook, Safran afirmou que o cancelamento do filme foi considerado uma decisão “corajosa”. Ele enfatizou que “Aquele filme não estava pronto para ser lançado”. O cineasta também destacou: “Na verdade, acredito que Zaslav e a equipe tomaram uma decisão muito ousada e corajosa ao cancelá-lo, pois teria prejudicado a DC e as pessoas envolvidas.”

Sobre o cancelamento, o CEO da Warner Bros. Discovery declarou: “Que tipo de conteúdo vai nos ajudar a vencer? O conteúdo não funcionava, tomamos uma decisão estratégica sobre isso”, disse Zaslav, de acordo com o The Verge. “Foi difícil e doloroso. Mas acredito que foi a decisão certa para a empresa e foi necessária.”

Com roteiro de Christina Hodson, ‘Batgirl’ trazia Leslie Grace no papel principal de Barbara Gordon. O elenco também contava com Michael Keaton, reprisando seu papel como Bruce Wayne/Batman, J.K. Simmons como o pai de Barbara, o Comissário James Gordon, e Brendan Fraser como o vilão piromaníaco Vagalume. Posteriormente, os diretores Adil El Arbi e Bilall Fallah confirmaram que a Warner Bros. Discovery removeu todas as filmagens do filme de seus servidores.

“A decisão de não lançar ‘Batgirl’ reflete a mudança estratégica de nossa liderança no que diz respeito ao universo DC e ao HBO Max”, disse um porta-voz da Warner Bros. em um comunicado na época. “Leslie Grace é uma atriz incrivelmente talentosa e esta decisão não reflete seu desempenho. Somos incrivelmente gratos aos cineastas de Batgirl e Scoob! Holiday Haunt e a seus respectivos elencos, e esperamos colaborar com todos novamente em um futuro próximo.”

Em sua passagem no Festival do Rio para divulgar ‘Rebel’, o diretor Bilall Fallah falou com EXCLUSIVIDADE ao CinePOP e revelou ao Renato Marafon que ainda sonha em continuar o projeto.

“Acho que Batgirl nunca vai ser lançado. Depende da Warner. Ainda tenho essa esperança de que um dia vamos fazer um documentário sobre o filme, e daí vamos poder mostrar o que estava acontecendo. Ou talvez uma animação com a mesma história que estávamos fazendo”, afirmou.

Assista a entrevista:

Não deixe de assistir:

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS