sábado, junho 15, 2024

Qual foi o MELHOR ANO da década de 90 para o cinema? Ajudamos você a decidir

Os Anos 80 foram o divisor de águas para o cinema entretenimento. Se hoje temos a cultura pop fervendo a todo vapor, é preciso agradecer a essa década tão incorreta que passou em nossas vidas (isto é, quem estava vivo para experimentar toda a sua glória), mas jamais deixará nossas mentes e corações. Foi nos anos 80 que os chamados blockbusters se consolidaram. O período trouxe filmes que ainda fazem parte da cabeceira de todos os cinéfilos, como o universo de ‘Star Wars‘ e ‘De Volta para o Futuro‘, por exemplo. Na década seguinte, Hollywood deu continuidade, evoluindo as superproduções a um novo patamar com os primeiros filmes a fazerem uso do hoje chamado CGI (efeitos gerados através de computação gráfica). É justamente dessa década, os anos 90, que iremos falar nessa nova matéria.

Dando continuidade a nossa série de matérias sobre “qual ano de determinada década foi o melhor”, depois de ter passado pelos anos 80, chegamos agora aos anos 90. Foi nesse período de dez anos que o mundo do entretenimento deu um salto gigantesco, aprendendo a criar com ferramentas digitais – o que permitiria a imaginação correr solta, agora de forma sem limites na hora de contar histórias. Foi nos anos 90, por exemplo, que vimos os dinossauros voltar à vida, impressionando audiências no mundo todo. Antes disso, nos maravilhamos com um vilão constituído de metal líquido, vindo do futuro, que não podia ser destruído. Vimos um desenho animado ganhar vida em carne e osso de forma inacreditável. Os primórdios dessa tecnologia marcaram essa década especial com sabor único. Mas os anos 90 ainda guardaram alguns dos mais adorados filmes da história, ainda hoje muito comentados e celebrados como algumas das melhores produções que o cinema já criou. Você faz ideia de quais sejam? Quais os seus favoritos? E Qual seu ano preferido em matéria de filmes na década de 90? Ajudamos você a decidir. Confira abaixo.

Leia também: Qual foi o MELHOR ANO da década de 80 para o cinema? Ajudamos você a decidir!

1990

Quando falamos no início da década de 90, um filme fez enorme sucesso pegando a todos de surpresa. Trata-se do filme para toda a família ‘Esqueceram de Mim’, que até hoje segue como a pedida perfeita para a época do Natal (apesar de sua trama consistir em ladrões tentando invadir a casa de um menino e este judiar deles até dizer chega), e fez de Macaulay Culkin um dos maiores astros de Hollywood, aos 10 anos de idade. Mas é claro que 1990 tem outros destaques, como os românticos indicados ao Oscar ‘Ghost – Do Outro Lado da Vida’, ‘Uma Linda Mulher’ e ‘Edward Mãos de Tesoura’. Quando o assunto é Oscar, o recordista daquele ano foi o faroeste ‘Dança com Lobos’. Temos ainda os épicos de máfia ‘Os Bons Companheiros’ e ‘O Poderoso Chefão 3’, e os blockbusters ‘De Volta para o Futuro 3’, ‘O Vingador do Futuro’ e ‘Duro de Matar 2’.

1991

O ano de 1991 serviu, entre outras coisas, como divisor de águas para a indústria de Hollywood. Trouxe, por exemplo, o próximo passo em termos de efeitos especiais com ‘O Exterminador do Futuro 2’. Trouxe também a Disney a um novo nível com ‘A Bela e a Fera’, a primeira animação indicada ao Oscar de melhor filme da história. Teve também o primeiro diretor negro indicado ao Oscar (e o mais jovem), com John Singleton por ‘Os Donos da Rua’. E, é claro, o papa-tudo ‘O Silêncio dos Inocentes’, o último longa a ganhar o chamado “Big Five” no Oscar, prêmios de melhor filme, diretor, atriz, ator e roteiro. O ano reservou ainda os blockbusters ‘Hook – A Volta do Capitão Gancho’, ‘Robin Hood – O Príncipe dos Ladrões’ e ‘A Família Addams’, o thriller policial ‘Caçadores de Emoção’, o escracho de ‘Top Gang!’ e o drama cultuado ‘Thelma & Louise’.

1992

Talvez nada tenha sido mais impactante para o mundo do cinema em 1992 do que a chegada de Quentin Tarantino (de forma discreta ainda) em ‘Cães de Aluguel’. A Disney emplacava de novo, dessa vez com ‘Aladdin’. E também tivemos os repetecos dos sucessos de ‘Batman – O Retorno’ e ‘Esqueceram de Mim 2’. Quando o assunto é o Oscar, quem comandou a festa foi o faroeste ‘Os Imperdoáveis’, o grande vencedor daquele ano, o drama ‘Perfume de Mulher’ e o thriller ‘Questão de Honra’. Fora isso, o ano ainda tinha espaço para sucessos colossais como a comédia ‘Mudança de Hábito’, o thriller romântico ‘O Guarda-Costas’ e o thriller erótico ‘Instinto Selvagem’. Difícil é decidir o melhor.

1993

Não deixe de assistir:

É impossível falar do ano de 1993 sem lembrar de ‘Jurassic Park’, um dos maiores fenômenos da década de da história do cinema. E também sem lembrar do diretor Steven Spielberg, já que além de revolucionar com os dinossauros mais realistas e vivos que o cinema já havia visto (dando um novo gás nos efeitos especiais), ainda emplacou com ‘A Lista de Schindler’, seu filme sério, ainda muito enaltecido, sobre o holocausto – o mais badalado do Oscar daquele ano. 1993 teria ainda grandes comédias atemporais como ‘Feitiço do Tempo’ e ‘Uma Babá Quase Perfeita’, blockbusters como ‘O Fugitivo’ e ‘A Família Addams 2’, dramas que mexeram com o público na época, como ‘Filadélfia’ e ‘Proposta Indecente’ e filmes infantis cult como a animação ‘O Estranho Mundo de Jack’ e ‘Abracadabra’.

1994

O ano de 1994 é provavelmente o melhor da década de 90. Bem, mas não quero influenciar ninguém, já que grande parte do público adora também o ano de 1999 na mesma década. Acontece que em 1994, temos uma trinca quase imbatível com ‘Um Sonho de Liberdade’, o filme número 1 (imutável) no IMDB, ‘Pulp Fiction’ (ainda o filme preferido de Quentin Tarantino para a maioria de seus fãs) e ‘Forrest Gump’, um dos maiores fenômenos da história do cinema. Como superar isso? Mas ainda não acabou, já que a Disney elevava o jogo com ‘O Rei Leão’, Jim Carrey entrava em cena com ‘O Máskara’, Tom Cruise assustava em ‘Entrevista com o Vampiro’, Keanu Reeves acelerava em ‘Velocidade Máxima’ e Brandon Lee se despedia em ‘O Corvo’. Ainda sobrava espaço para os cults, com o romance ‘Quatro Casamentos e um Funeral’ e o thriller ‘O Profissional’.

1995

Novo ano na década de 90, novos marcos para o cinema. É impossível não começar falando da Disney com ‘Toy Story’, a primeira animação inteiramente computadorizada da história, que revolucionaria não apenas o mercado das animações, mas a forma como o público e as novas gerações se relacionariam com elas. Foi também a chegada de um novo 007 bem aceito depois de Roger Moore e o fracasso da escolha de Timothy Dalton. Em ‘007 Contra Goldeneye’, Pierce Brosnan se tornaria o James Bond para toda uma geração. Era também a chegada de um novo Batman nas formas de Val Kilmer e um novo rumo para a franquia nos cinemas com ‘Batman Eternamente’. Mas quando falamos dos filmes queridos de verdade no ano de 1995, precisamos falar dos suspenses de gelar a espinha ‘Seven’ e ‘Os Suspeitos’, do romance ‘Antes do Amanhecer’, do policial ‘Fogo Contra Fogo’, da comédia adolescente ‘As Patricinhas de Beverly Hills’, da aventura para toda a família ‘Jumanji’ e do épico vencedor do Oscar ‘Coração Valente’.

1996

Foi tanta coisa boa acontecendo no ano de 1996, que infelizmente tivemos que deixar de fora algumas verdadeiras preciosidades, como ‘Fargo’ e ‘Trainspotting’. Imperdoável? Talvez, mas preferimos nos concentrar em blockbusters como ‘Missão: Impossível’, ‘Twister’ e ‘Independence Day’, na comédia ‘O Professor Aloprado’, no romance ‘Romeu e Julieta’, no thriller ‘Tempo de Matar’, nos terrores cult ‘Pânico’, ‘Jovens Bruxas’ e ‘Um Drink no Inferno’, e no infantil ainda muito querido sucessor de ‘Uma Cilada para Roger Rabbit’, ‘Space Jam’. Foi justo?

1997

É simplesmente impossível falar do ano de 1997 sem falar em ‘Titanic’, de James Cameron. Um filme que tinha tudo para flopar e se tornar um dos maiores fiascos da sétima arte, em especial devido aos atrasos nas filmagens e estouros no orçamento – se tornando uma das produções mais caras da história. O resultado, no entanto, foi contra todas as previsões, escrevendo o filme no olimpo da sétima arte. O ano também foi de outros grandes sucessos, como a sequência de ‘Jurassic Park’, ‘O Mundo Perdido’, as voltas por cima de Julia Roberts em ‘O Casamento do Meu Melhor Amigo’, e Jim Carrey em ‘O Mentiroso’. Teve Quentin Tarantino com seu terceiro filme, ‘Jackie Brown’, e a Disney com ‘Hércules’. Fora isso, também reservou sucessos surpresa, como ‘MIB – Homens de Preto’, ‘O Quinto Elemento’, ‘A Outra Face’ e ‘Advogado do Diabo’.

1998

Dois filmes comandaram o ano de 1998. Primeiro, ‘Armageddon’, filme de desastre sobre um meteoro colidindo com a Terra, de Michael Bay, estrelado por Bruce Willis, foi o campeão de bilheteria do ano. Já ‘O Resgate do Soldado Ryan’, filme de Segunda Guerra de Steven Spielberg, com Tom Hanks, também se tornou um imenso sucesso de bilheteria e escalou diretamente até o Oscar. O ano contou ainda com ‘Shakespeare Apaixonado’, o grande vencedor do Oscar de melhor filme, os emocionantes ‘O Show de Truman’, ‘Patch Adams’ e ‘Cidade dos Anjos’ e o cult ‘A Outra História Americana’. A Disney também marcou presença com a cultura asiática em ‘Mulan’, e a Marvel dava os primeiros passos para se tornar o que é hoje com ‘Blade – O Caçador de Vampiros’. Ah sim, 1998 ainda trouxe o filme nacional é que provavelmente o mais querido dos anos 90, ‘Central do Brasil’.

1999

Como dito, dois anos brigam pelo pódio dos anos 90 na opinião dos fãs, cinéfilos e críticos: o ano de 1994 e esse ano de 1999. Embora, claro, tantos outros espectadores possam ter outro como seu preferido. Mas o fato é que 1999 teve muita coisa boa e revolucionária. Como, por exemplo, ‘Clube da Luta’, de David Fincher. E que tal ‘Matrix’? Ou quem sabe ‘O Sexto Sentido’, filme que marcou M. Night Shyamalan em Hollywood. Ah sim, foi o ano de retorno para uma certa franquia do espaço conhecida como ‘Star Wars’, em ‘A Ameaça Fantasma’. O terror também esteve bem servido com o indie ‘A Bruxa de Blair’, que se tornou igualmente fenômeno. E o diretor de ‘Um Sonho de Liberdade’ voltava à vida na cadeia com Stephen King em ‘À Espera de um Milagre’. Ainda teve espaço para aventura à moda antiga, com ‘A Múmia’, romance com ‘Um Lugar Chamado Notting Hill’ e comédias adolescentes, comportadas (’10 Coisas que eu Odeio em Você’) e escrachadas (‘American Pie’).

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS