sábado, abril 20, 2024

Rachel Zegler explica como sua personagem em ‘Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes’ ecoa Katniss

‘Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes’ chega aos cinemas mundiais esta semana – e trará ninguém menos que Rachel ZeglerTom Blyth como os protagonistas Lucy Gray Baird e Coriolanus Snow, respectivamente.

Agora, em uma recente coletiva de imprensa virtual, Zegler comentou sobre a personagem que interpreta na pré-sequência de ‘Jogos Vorazes’ e se de que forma ela ecoa Katniss Everdeen (que foi vivida por Jennifer Lawrence na quadrilogia original).

“Como atores, assistir à atuação de Jennifer na franquia original é assistir a uma aula magistral de atuação”, ela disse, via ComicBook.com. “Quando se trata da abordagem de Lucy Gray, eu meio que senti que não precisava [estudá-la]. Cheguei ao que Tom estava dizendo, isso coloca uma pressão desnecessária porque é uma personagem diferente e uma época diferente de Panem. E eu sinto que Lucy Gray é uma adolescente devastada pela guerra que teve tudo o que conhecia arrancado dela, mas ainda está fazendo o melhor possível. E então era muito semelhante a Katniss nessa perspectiva, mas ela tem uma dinâmica de resposta muito diferente a ser colocada em uma arena na frente de um monte de gente e ter que fazer o mundo torcer por ela. Ela é muito boa nisso”.

Zegler continua: “ela é muito persuasiva em sua atuação e muito boa em conseguir que o público fique ao seu lado. Então foi muito divertido interpretar isso. Mas eu acho que há elementos de Katniss dentro dela e isso deixa tudo ainda mais divertido, voltar e assistir à saga original e ver como Snow continua assombrado por Lucy Gray mesmo em sua vida adulta, porque há ecos dela dentro de Katniss Everdeen”.

Com 46 críticas publicadas até o momento, a pré-sequência conquistou 67% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes.

Segundo o consenso geral, o longa não consegue sair da sombra da franquia original, perdendo a chance de explorar a rica mitologia deste universo.

Separamos os trechos das principais críticas:

“Eu diria que este filme só deve ser assistido pelos fãs da franquia, mas sinto que nem eles ficarão encantados com este retorno à Panem.” (The Daily Beast)

Não deixe de assistir:

“Todos os elementos que tornaram ‘Jogos Vorazes’ em um sucesso estão aqui – as metáforas políticas sombrias, a premissa distópica, os belos atores que tornam a narrativa mais tragável –, mas ‘A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes’ apenas parece uma cópia.” (Slant Magazine)

“‘A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes’ é um filme emocionante que consegue capturar a mágica que transformou ‘Jogos Vorazes’ em um fenômeno, entregando um tom muito mais sombrio e explorando melhor as nuances da corrupção no coração de Panem.” (Mashable)

“Não sabemos se ‘A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes’ alcançará o mesmo sucesso da franquia original, mas a produção nos lembra que é uma plataforma incrível para os jovens atores.” (Associated Press)

“Se você estava faminto por mais produções no universo de ‘Jogos Vorazes’, saiba que a pré-sequência baseada no romance de Suzanne Collins entrega apenas um prato requentado.” (Daily Telegraph UK)

“A mitologia do universo de ‘Jogos Vorazes’ é tão insana que você simplesmente precisa respeitá-la.” (The Messenger)

“Apesar de ser uma adaptação bem sucedida do livro, o resultado é um filme tumultuado que, ao chegarmos ao terceiro ato, parece a junção de duas iterações diferentes.” (Insider)

O longa será lançado nos cinemas nacionais no dia 15 de novembro.

Inspirado no livro homônimo lançado em 2020 pela Editora Rocco, o longa retrata uma história anterior ao primeiro filme com Presidente Snow (Tom Blyth) ainda jovem. A produção traz grande elenco com nomes como Rachel Zegler, de “Amor, Sublime Amor”, Hunter Schafer, da série “Euphoria”, Josh Andrés Rivera, Jason Schwartzaman, além das participações de Viola Davis, como Dra. Volumnia Gaul, e Peter Dinklage, como Dean Highbottom.

Assinada por Nina Jacobson, Brad Simpson e Francis Lawrence – que também atua como diretor e foi responsável pelos últimos três longas da série – a produção traz roteiro escrito por Suzanne Collings, criadora dos livros, em parceria com Michael Arndt, de “Toy Story 3” e “Star Wars: O Despertar da Força” e Michael Lesslie, de “Assassin’s Creed”.

Anos antes de se tornar o tirânico Presidente de Panem, Coriolanus Snow, aos 18 anos, vê uma chance de mudança de sorte quando é escolhido para ser mentor de Lucy Gray Baird, uma garota tributo do empobrecido Distrito 12.

Mais notícias...

Thiago Nollahttps://www.editoraviseu.com.br/a-pedra-negra-prod.html
Em contato com as artes em geral desde muito cedo, Thiago Nolla é jornalista, escritor e drag queen nas horas vagas. Trabalha com cultura pop desde 2015 e é uma enciclopédia ambulante sobre divas pop (principalmente sobre suas musas, Lady Gaga e Beyoncé). Ele também é apaixonado por vinho, literatura e jogar conversa fora.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS