'Rei Arthur e a Lenda da Espada' pode dar prejuízo de US$ 150 milhões

'Rei Arthur e a Lenda da Espada' pode dar prejuízo de US$ 150 milhões


'Rei Arthur e a Lei da Espada' fracassou nas bilheterias norte-americanas, arrecadando apenas US$ 14,7 milhões em seu fim de semana de estreia - um valor ainda mais baixo que as previsões pessimistas do estúdio, que esperava em torno de US$ 25 milhões.

Segundo o The Guardian, especialistas de bilheterias preveem que o filme dará um prejuízo de até US$ 150 milhões para a Warner Bros. - o que tornaria um dos maiores fracassos da história recente de Hollywood .

A superprodução custou US$ 175 milhões - sem levar em conta os gastos com publicidade - e precisaria arrecadar em torno de US$ 350 milhões mundialmente para se pagar.

Especialistas da indústria culpam uma série de fatores pelo fracasso, de mal planejamento do estúdio até a apatia do público com o personagem.



"Simplesmente, o Rei Arthur foi uma ideia que não funcionou como ninguém esperava", afirma Seth Kelley, editor de notícias da Variety.

O filme ainda pode ser salvo pelos mercados internacionais, já que ainda não estreou em diversos países, incluindo o Brasil, aonde estreia no dia 18 de maio.

Assista nossa entrevista com o astro Charlie Hunnam:

Ação e pancadaria no trailer de 'Rei Arthur: A Lenda da Espada', dirigido por Guy Ritchie

Charlie Hunnam (Rei Arthur), Djimon Hounsou (mentor de Arthur), Astrid Berges-Frisbey (Guinevere), Jude Law (o vilão principal) Eric Bana (Uther Pendragon, pai de Arthur) e Mikael Persbrand formam o elenco.

Joby Harold ('Awake - A Vida Por Um Fio') escreveu o roteiro do épico e também produz ao lado de Akiva Goldsman, Tory Tunnell e Lionel Wigram.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c