Roseanne Barr culpa remédio para dormir pelo racismo e fabricantes respondem

Roseanne Barr culpa remédio para dormir pelo racismo e fabricantes respondem


Depois de suas declarações racistas terem sido responsáveis pelo cancelamento da série de sucesso 'Roseanne', a atriz que protagoniza a produção, Roseanne Barr, tentou culpar "remédio para dormir" pelo seu racismo.

No twitter, a atriz disse ter feito os tweets depois de ter tomado Ambien, acrescentando "não sou racista, apenas uma idiota que fez uma piada ruim."

Agora, a Sanofi, fabricantes do remédio Ambien, responderam a declaração da atriz de forma ácida: "Enquanto todos os medicamentos têm efeitos colaterais, racismo não é um deles."

Barr disse que ia sair do twitter depois de publicar suas desculpas, mas continua retweetando memes fazendo piada da situação.



A série de comédia 'Roseanne' acabou sendo a mais prejudicada em toda essa história. Além do cancelamento, todos os canais do conglomerado Viacom, como a Paramount Network, TV Land e CMT, descartaram as exibições. A rede de TV, Laff, anunciou que vai parar de comercializar a série. O Hulu seguiu a mesma decisão da Viacom e já removeu todos os 10 ciclos de seu serviço.

O revival de 'Roseanne', que havia sido renovado no começo do ano, foi a maior estreia de 2017, com 5.1 pontos na demo, e 18,16 milhões de espectadores no total.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c