quarta-feira, abril 24, 2024

Saiba qual filme da Marvel Studios foi o live-action mais ASSISTIDO no streaming em 2023

O adorado ‘Pantera Negra: Wakanda para Sempre’, sequência do filme de 2018, fez um grande barulho em 2023 no streaming (via ComicBook.com).

Segundo os rankings da Nielsen, o longa-metragem conseguiu ultrapassar as exibições de ‘Avatar: O Caminho da Água’, com nada mais de 6,4 bilhões de minutos assistidos – um impressionante feito da Marvel Studios, considerando a fraca recepção de seus recentes lançamentos.

Lembrando que o filme levou para casa o Oscar de Melhor Figurino, dando a Ruth Carter seu segundo prêmio da Academia, e está disponível no Disney+.

Lembrando que ‘Pantera Negra 2‘ continua em exibição nos cinemas.

No filme, o mundo de Wakanda se expande. Após a morte do ator de T’Challa (Chadwick Boseman) o foco de Wakanda para Sempre’ são os personagens em volta do Pantera Negra. Rainha Ramonda (Angela Bassett), Shuri (Letitia Wright), M’Baku (Winston Duke), Okoye (Danai Gurira) e as Dora Milage lutam para proteger a nação fragilizada de outros países após a morte de T’Challa. Enquanto o povo de Wakanda se esforça para continuar em frente neste novo capítulo, a família e amigos do falecido rei precisam se unir com a ajuda de Nakia (Lupita Nyong’o), integrante dos Cães de Guerra, e Everett Ross (Martin Freeman). Em meio a isso tudo, Wakanda ainda terá que aprender a conviver com a nação debaixo d’água, Talokan, e seu rei Namor (Tenoch Huerta).

Mais notícias...

Thiago Nollahttps://www.editoraviseu.com.br/a-pedra-negra-prod.html
Em contato com as artes em geral desde muito cedo, Thiago Nolla é jornalista, escritor e drag queen nas horas vagas. Trabalha com cultura pop desde 2015 e é uma enciclopédia ambulante sobre divas pop (principalmente sobre suas musas, Lady Gaga e Beyoncé). Ele também é apaixonado por vinho, literatura e jogar conversa fora.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS