Seth Rogen e James Franco são amigos de longa data e já colaboraram em diversos filmes, como ‘É o Fim’, ‘O Artista do Desastre’ e o polêmico ‘A Festa da Salsicha‘.

A parceria entre eles foi iniciada em 1999, quando atuaram na série Freaks and Geeks‘ e seu último projeto juntos foi Zeroville‘, em 2019.

No entanto, Rogen confirmou ao The Sunday Times que não vai mais trabalhar com Franco depois que ele foi acusado de assédio sexual.

“No passado, eu disse que continuaria trabalhando com ele [Franco], mas não estou mais disposto a isso.”



Questionado se as acusações interferem na amizade entre eles, Rogen disse que:

“Não sei se posso definir nossa amizade aqui e agora durante esta entrevista. O que eu posso dizer é que agora o vejo de outra forma e muitas coisas mudaram em nosso relacionamento e na maneira como lido com ele.”

As alegações em relação a Franco começaram a surgir em 2014, quando uma garota de 17 anos o acusou de assédio com mensagens invasivas no Instagram e tentou convencê-la a se encontrarem.

Na época, Rogen havia brincado sobre o fato em uma aparição no Saturday Night Live, dizendo que ele já tentou enganar Franco se passando por uma adolescente.



“O que posso dizer é que desprezo o abuso e o assédio, e nunca encobriria ou ocultaria as ações de alguém que pratica este ou qualquer crime”, disse Rogen sobre a piada. “No entanto, eu olho para trás e vejo uma piada que fiz no Saturday Night Live em 2014 e me arrependo muito de ter menosprezado o crime transformando-o em humor. Foi uma piada terrível.”

Em 2018, Franco também foi alvo de acusações de vários alunos de sua antiga escola de teatro, que o acusaram de fraude, assédio e exploração sexual.

Aproveite para assistir:



No entanto, o processo envolvendo essas alegações foram encerrados em fevereiro deste ano.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva