‘Shang-Chi’: Simu Liu não tinha um agente de talentos quando foi contratado pela Marvel

‘Shang-Chi’: Simu Liu não tinha um agente de talentos quando foi contratado pela Marvel



Em Hollywood, conseguir grandes papéis de renome nas telonas implica também em você ter uma excelente equipe de empresários e agentes do ramo, que conhecem os principais nomes dos estúdios e podem facilitar sua entrada. Mas no caso do novo astro do MCU, Simu Liu, a conquista do papel de Shang-Chi foi feita na raça, sem um agente de talentos.

A informação foi compartilhada pelo The Hollywood Reporter, que ainda revelou que – desde sua contratação pela Disney – o ator assinou com a Creative Artists Agency (CAA), uma das maiores agências de talentos esportivos e do ramo do entretenimento que existe nos Estados Unidos.

Na época de seu teste para ‘Shang-Chi‘, Liu contava apenas com um empresário, que foi quem lhe deu suporte durante todo o processo.

Em uma entrevista recente à Associated Press, o ator ainda lembrou como foram os dias que antecederam a formalização de seu convite para viver o primeiro herói asiático da Marvel nos cinemas:

“É terça à noite. Eram duas noites desde quando eu fiz o teste para o papel em Nova York. Quando você é ator, todo o ditado da audição é ‘Esqueça’, deixe na porta, faça o seu melhor trabalho e se eles chamarem, eles chamam. Este não foi um daqueles momentos. Cada segundo era excruciante, toda vez que meu telefone tocava, meu coração disparava. Era um estado de equilíbrio muito prejudicial. Esperei dois dias e fiquei on-line e assisti a vídeos de todas essas outras estrelas da Marvel e como elas foram escaladas. Acho que entendi que Kevin gosta de chamá-las pessoalmente, então pensei que, se meu empresário ligar, talvez sejam más notícias, mas se eu receber uma ligação de um número desconhecido, pode ser uma boa notícia. São cerca de 18h19. Terça-feira e eis que estou de cueca comendo bolachas de camarão e há um número desconhecido de Burbank, Califórnia. Agora eu sei que a Disney Studios está em Burbank, então meu coração está batendo no meu peito e eu pulo e fico tipo ‘Olá!’ e é a voz divina de Kevin Feige. Eu nunca esquecerei, é tão calma, é tão estrondosa. E ele disse: ‘Simu, oi. Gostaríamos que você interpretasse Shang-Chi. Além disso, precisamos que você vá à Comic-Con em quatro dias.’ Não sei descrever como me senti. Acho que chorei histericamente, não me lembro se estava ao telefone ou depois, mas provavelmente um pouco dos dois”.

Lembrando que ‘Shang Chi e a Lenda dos Dez Anéis’ estreia em fevereiro de 2021.

Aproveite para assistir:


O elenco conta com Simu Liu, Tony Leung, e Awkwafina.

Sobre o personagem

A criação de Shang-Chi, que significa Ascensão Espiritual em chinês, data dos anos 70, quando filmes e séries de Kung Fu eram uma verdadeira febre no mercado de entretenimento norte-americano. Seus idealizadores eram grandes fãs desse tipo de material e, acima de tudo, fanáticos pela Lenda das Artes Marciais, o inigualável Bruce Lee. Esse fanatismo refletiu diretamente na identidade do honrado herói, que além de ter aventuras inspiradas em Lee também teve seu rosto baseado no artista multitalentoso.

Criado por Steve Englehart, dono de uma fase bem interessante dos Vingadores, e Jim Starlin, a mente por trás de Thanos, Shang-Chi é filho do mítico Fu Manchu. Você provavelmente já ouviu falar em Fu Manchu. Ele é oriundo da literatura inglesa e é o grande estereótipo do chinês Líder de Quadrilha.

Ele possui ascendência da Família Imperial Chinesa, fascínio pelo misticismo e sua característica mais marcante são os bigodes finos e compridos. Como o Shang-Chi ganhou muita popularidade entre os fãs de quadrinhos, a Marvel decidiu comprar os direitos das histórias de Fu Manchu do autor Sax Rohmer e incorporou alguns elementos delas à mitologia do herói, fazendo as devidas adaptações, é claro, e até mesmo misturando com alguns personagens dos filmes de Bruce Lee.



COMENTÁRIOS