Shia LaBeouf afirma ter sido estuprado



Shia LaBeouf não para de causar… A polêmica desta vez é que ele afirma ter sido violentado sexualmente durante sua própria exibição de arte.

O ator criou uma exibição intitulada ‘#IAmSorry‘ (Eu Sinto Muito), na qual ele ficava sentado em silêncio ao longo de cinco dias em uma sala fechada dentro de uma galeria de arte, no último dia dos namorados norte-americano, que aconteceu dia 14 de fevereiro.

As pessoas podiam entrar na sala para ver o ator em sua “meditação”. Porém, uma mulher aproveitou “a deixa” para abusar do rapaz…

Eu estava sentado durante o meu trabalho artístico quando uma mulher entrou e começou a chicotear as minhas pernas por uns dez minutos, e depois começou a me despir. Depois ela me estuprou, e foi embora com o batom todo borrado. Seu namorado estava do lado de fora, viu toda a situação, e não se manifestou a meu favor”, afirmou em entrevista ao jornalista Aimee Cliff.

LaBeouf revelou que não se defendeu do estupro devido ao trabalho que estava fazendo, em que prometeu se manter em silêncio.

“Foi traumatizante e doloroso”, concluiu.

Aproveite para assistir:


O ator se envolveu em outra polêmica recentemente, durante a première de ‘Ninfomaníaca – Volume I‘, no Festival de Berlim. Ele surgiu no tapete vermelho com um saco de papel cobrindo sua cabeça. O saco trazia o seguinte slogan:Eu não sou mais famoso”.

Durante a coletiva de imprensa, o ator saiu do local antes das entrevistas serem encerradas e soltou a frase: “Quando as gaivotas seguem a traineira, é porque pensam que as sardinhas serão lançadas ao mar. Muito obrigado“.

O ator já havia anuncia em seu Twitter em Janeiro que estava se “aposentando de toda vida pública”. LaBeouf disse que tomou essa decisão “considerando os recentes ataques contra a minha integridade artística”, informação que depende de alguma contextualização.

shialabeouf_1



COMENTÁRIOS