Apesar de ‘The Last of Us Part II‘ ter sido aclamado pela crítica especializada, uma parte da comunidade gamer está distribuindo ódio gratuito na internet direcionado à atriz Laura Bailey, intérprete da personagem Abby.

Se pronunciando sobre a polêmica, a produtora do jogo, Naughty Dog, declarou:

“Apesar de estarmos abertos a discussões críticas, nós condenamos qualquer forma de assédio ou ameaças dirigidas a nossa equipe e elenco. A segurança deles é a nossa prioridade, mas todos nós devemos trabalhar juntos para acabar com esse tipo de comportamento e manter um discurso construtivo e com compaixão.”

Em seu perfil do Twitter, Bailey publicou uma mensagem mostrando que sofreu diversas ameaças de morte. No post, ela divulgou prints nos quais recebe mensagens furiosas por conta de um acontecimento do jogo, que ela preferiu não revelar por se tratar de um spoiler.

Aproveite para assistir:

Entre os comentários, alguns internautas desejaram a morte dos pais dela e ainda ameaçaram matar seus filhos.

Confira:

“Eu tento postar apenas coisas positivas por aqui… mas às vezes essas atitudes me deixam um pouco desconfortável.”, disse ela, referindo-se aos xingamentos. “Eu apaguei algumas das palavras porque, você sabe, são spoilers. Nota: agradeço a todas as pessoas que me enviam mensagens positivas para equilibrar a situação. Significa mais do que eu poderia expressar.”

Confira o trailer do game:

Vale lembrar que a HBO está desenvolvendo uma série baseada no jogo.

Recentemente, o roteirista da nova produção, Craig Mazin, garantiu que manterá a identidade LGBTQ+ da protagonista Ellie.

A informação foi compartilhada por ele mesmo por meio da sua conta oficial do Twitter, ao ser questionado por um fã.

Confira:

“É melhor vocês manterem os gays gays. Por favor e obrigado. Não apaguem essa representatividade, por favor. De qualquer forma, estou empolgada com isso”.

“Você tem minha palavra”.

Uma outra fã respondeu ao comentário de Mazin, afirmando que usaria sua resposta como prova do seu comprometimento:

“Já está registrado, esse tweet agora é uma evidência”.

Em resposta, ele validou a sua observação, garantindo que a representatividade LGBTQ+ fará parte da série:

“Correto, isso aqui é um recibo”.

A produção é fruto de uma parceria entre a Naughty Dog, HBO, Sony Pictures Televison e a PlayStation Productions, que fará sua estreia na criação de séries de TV.

Ainda sem data de estreia, o projeto terá como produtores executivos Neil Druckmann, um dos criadores do aclamado game, e Craig Mazin, showrunner de ‘Chernobyl‘.

Confira o anúncio:

“Estamos muito empolgados por unir forças com a HBO para criar uma série TV baseada em ‘The Last of Us sob o comando de Neil Druckmann e Craig Mazin.”

Em entrevista para o The Hollywood Reporter, Mazin elogiou o trabalho de Druckmann e comemorou a parceria:

Neil Druckmann é sem dúvida o melhor contador de histórias que trabalha no mundodos games, e ‘The Last of Us‘ é sua obra-prima. Ter a chance de adaptar essa obra de arte de tirar o fôlego é um sonho que eu tenho há anos, e estou muito honrado em fazer isso ao lado de Neil.”

Além de Druckmann e Mazin, o projeto também contará com Carolyn Strauss e Evan Wells, presidentes da Naughty Dog, como produtores executivos.

Por enquanto, mais detalhes não foram revelados, e como a ideia está nos estágios iniciais, as atualizações devem ser divulgadas ao longo dos próximos meses.

Lançado em 2013, ‘The Last of Us se passa num futuro pós-apocalíptico e acompanha a jornada trilhada por pelo traficante Joel e a jovem Ellie, a única capaz de encontrar a cura da doença que devastou o mundo.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE