terça-feira, abril 23, 2024

Universo Cinematográfico Marvel começa a trabalhar em seu ‘núcleo indígena’

Mesmo sem contar mais com o mesmo prestígio de outras épocas, o Universo Cinematográfico Marvel segue a pleno vapor. E para quem anda meio desligado, a partir desta sexta-feira (22), o Disney+ começará a exibir a segunda temporada da série animada What If…?, que aborda versões alternativas dos personagens do MCU acontecendo paralelamente no Multiverso. Dessa vez, porém, o formato de lançamento será completamente diferente de suas outras produções. Isso porque o estúdio vai disponibilizar um novo episódio todos os dias até o dia 30 de dezembro.

Dessa vez, a série parece focar na temática natalina e em versões ainda mais caóticas. Diante de tantas oportunidades a serem exploradas, o grande destaque da vez é uma personagem que não existe nos quadrinhos, mas parece desempenhar papel fundamental na nova temporada: Kahhori.

Criada exclusivamente para a série, a nova super-heroína será introduzida no episódio “E se… Kahhori remodelasse o mundo?”, que terá envolvimento direto com um artefato bastante conhecido do grande público, o Tesseract. Kahhori é uma jovem indígena da nação Mohawk. Neste episódio, o Vigia (Jeffrey Wright) vai até os Estados Unidos antes da colonização para ver como a queda da Joia do Espaço em um lago sagrado influenciou na vida da Confederação Iroquesa.

Apesar dela não nascer com nenhum poder, o episódio mostrará a jovem indígena lidando com a Joia do Espaço e usando o lago como um portal para descobrir suas habilidades especiais, que parecem muito com as da Capitã Marvel (Brie Larson), cujos poderes também vieram da exposição à energia do cubo.

O episódio promete bastante porque a região em que se passa virará Nova York no futuro, então é realmente promissor explorar uma linha do tempo em que os indígenas tiveram uma campeã de poderes cósmicos. Eles podem, por exemplo, mostrar Kahhori ajudando a evitar o massacre da colonização ou algo do tipo. E aqui vai o ponto mais incrível desse episódio: ele será todo falado na língua Mohawk, exaltando o povo Kanienʼkehá:ka.

Para criar essa personagem do zero, a Marvel contratou especialistas Kanienʼkehá:ka. O historiador Doug George veio para ajudar a construir uma realidade fiel às tradições e costumes Mohawk, enquanto a linguista Cecelia King, veio para garantir uma representação fidelíssima dos diálogos do episódio.

Não deixe de assistir:

Sua introdução e relevância na temporada da série animada é louvável, mas é apenas o primeiro passo da chegada de um novo núcleo ao Universo Cinematográfico Marvel. Após explorar presente, futuro, Terra e espaço sideral, o MCU agora parece querer abraçar um núcleo voltado para os povos indígenas. Além de Kahhori, o público poderá conferir, na segunda semana de 2024, a série da Eco.

Apresentada ao público na série do Gavião Arqueiro (2021), a polêmica personagem vai estrelar a primeira série para maiores de 18 anos do MCU e sua origem indígena, pelo que indicam os trailers, será algo não apenas presente, mas fundamental para o desenvolvimento da personagem e da produção.

Foto: Chuck Zlotnick. ©Marvel Studios 2022

Para quem não se lembra da personagem, ela surge como inimiga do Gavião Arqueiro (Jeremy Renner), mas sofre uma virada e acaba migrando para um lado de anti-heróis. Interpretada por Alaqua Cox, a Eco tem origem indígena, é surda e usa uma perna mecânica. Seu grande adversário da vez será o pai adotivo, o Rei do Crime (Vincent D’Onofrio), que está em busca de vingança.

Para fazer a série, a Disney convocou um time de diretoras e roteiristas indígenas e o elenco de apoio é composto praticamente por atores de povos originários.

Divulgação/ Marvel Studios. © 2023 MARVEL.

Ainda parece muito cedo para falar sobre essa empreitada indígena do MCU, mas tudo indica ser um núcleo animador a ser trabalhado, ainda mais agora com a trama do Multiverso ditando os rumos desse universo e com a chegada do selo Marvel Spotlight, que será focado em histórias sem tanta influência na linha principal dos filmes.

A segunda temporada de What If…? estreia nesta sexta, no Disney+. Já Eco está programada para chegar ao streaming em 10 de janeiro de 2024.

Mais notícias...

Pedro Sobreirohttp://cinepop.com.br/
Jornalista apaixonado por entretenimento, com passagens por sites, revistas e emissoras como repórter, crítico e produtor.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS