Vin Diesel fala sobre possíveis sequências de ‘Riddick’ e ‘O Último Caçador de Bruxas’

Vin Diesel fala sobre possíveis sequências de ‘Riddick’ e ‘O Último Caçador de Bruxas’


Através de seu Instagram, o astro Vin Diesel revelou que as filmagens de ‘Velozes e Furiosos 9‘ terminaram, e voltou a falar sobre as possíveis sequências de ‘Riddick‘ e ‘O Último Caçador de Bruxas‘.

Após a filmagem mais longa da minha carreira com ‘Velozes e Furiosos 9’… Um filme do qual tenho imenso orgulho. Antes de começar meu próximo projeto… Há tanto para se animar, seja continuação de ‘Velozes e Furiosos’, Xander Cage, Riddick ou Groot. Sem mencionar a possibilidade de sequências para ‘O Último Caçador de Bruxas’ e ‘Bloodshot’. […] Eu preciso levar um minuto para pensar. Para celebrar a maravilhosa família pela qual fui abençoado. Muito grato pelos feriados.”

Vale lembrar que o roteiro do próximo filme da franquia ‘Riddick‘, intitulado ‘Riddick 4: Furya‘ e escrito por David Twohy, já está pronto e pode ser um dos próximos projetos do ator.

O próximo grande lançamento de Vin Diesel nas telonas será a adaptação de ‘Bloodshot‘.

Confira o trailer:

Uma bala atravessando a cabeça de sua esposa é tudo o que Ray Garrison consegue ver antes de sua morte. Quando acorda, também se torna a única coisa que consegue se lembrar. Garrison não está morto, mas também não está vivo da forma tradicional. Ray acabou sendo utilizado como cobaia para o experimento do Dr. Emil, que substituiu seu sangue por uma nano tecnologia que lhe permite se recuperar de graves lesões. A partir desse momento, Ray Garrison se torna o poderoso Bloodshot, uma máquina de matar que tenta se lembrar de seu passado e buscando vingança por acontecimentos recorrentes em seus pensamentos.

O elenco ainda conta com Toby Kebbell, Eiza Gonzalez, Michael SheenTalulah Riley, Alex Hernandez e Sam Heughan.

Dirigido por Dave Wilson, o longa é baseado nos quadrinho homônimo criado por Kevin VanHook, Yvel Guichet, Don Perlin e Bob Layton.

Bloodshot‘ chega aos cinemas em 21 de fevereiro de 2020.