Você pegou as referências de filmes 80s em Stranger Things 3? Conheça

Você pegou as referências de filmes 80s em Stranger Things 3? Conheça



Nossa tão adorada Stranger Things está mais viva do que nunca! A terceira temporada é uma realidade, estreou na última quinta-feira, dia 4 de julho, e o que você está fazendo que ainda não assistiu? Bem, se chegou até aqui sem tomar os mais variados spoilers considere-se um vencedor.

Alguns a enaltecem como a melhor temporada até o momento, outros a deixam abaixo das anteriores (como este que vos fala) – o que não diminui em nada suas inúmeras qualidades (Maya Hawke <3). O fato é que Stranger Things chegou para ficar e arrancar elogios dos fãs e especialistas. Novamente, o retrato dos anos 1980 (em especial 1985), chama atenção com suas diversas referências nostálgicas para todos os que viveram na época, como o advento dos shoppings, locadoras de vídeo, etc., tudo devidamente adereçado na temporada.

O cinema, obviamente, não poderia ficar de fora. E se nas temporadas anteriores, obras como Os Caça-Fantasmas (1984), Os Goonies (1985), Poltergeist (1982), O Enigma de Outro Mundo (1982) e Tubarão (1975) serviram de inspiração, seja para a narrativa, contratação de elenco, referências visuais ou em diálogos, a terceira parte da aventura não fica de fora e segue o que deu certo.

E caso você tenha perdido, o CinePOP traz para você alguns dos principais filmes que deram as caras de forma direta ou indireta na terceira temporada de Stranger Things. Vem conferir.

Ps. É claro que o texto a seguir contém muitos spoilers, então, certifique-se de ter assistido antes de ler.

 

Dia dos Mortos (1985)

Aproveite para assistir:


A nova temporada se passa em 1985, portanto, a maioria das referências a séries e filmes são de obras deste ano. Dia dos Mortos é a terceira parte dos filmes de mortos-vivos dirigidos pelo pai das criaturas, o saudoso George Romero. Depois de A Noite dos Mortos Vivos (1968) e O Despertar dos Mortos (1978), o cineasta lançava um terceiro longa justamente no ano em que se passa o novo ST. E, obviamente, nossos protagonistas não iriam perder o filme, mesmo ainda não possuindo idade para assisti-lo. A temporada abre com a turminha aprontando algo que muitos de nós fizemos nesta idade: entrar escondido na sala de cinema para ver um filme.

 

De Volta para o Futuro (1985)

Essa é batata! Um dos filmes mais icônicos da década de 1980, é preciso ter vivido debaixo de um rocha pelos últimos 34 anos para não reconhecer as peripécias de Michael J. Fox e Christopher Lloyd no filme de viagem no tempo dirigido por Robert Zemeckis. De forma divertida, Steve (Joe Keery) e Robin (Maya Hawke), depois de drogados pelos russos, entram para se esconder no cinema e terminam numa sessão de De Volta para o Futuro – sem conseguir entender muito bem a proposta do filme devido à sua condição. O curioso é que a tal percepção permanece com os personagens até o fim da temporada. Já imaginou?

 

O Exterminador do Futuro (1984)

Esta não é uma referência de forma tão explícita, isto é, o longa de James Cameron não dá as caras na série. A homenagem, porém, ocorre na forma do personagem Grigori, o grandalhão russo interpretado por Andrey Ivchenko. O vilão é o próprio “exterminador” e tudo em relação a sua persona remete ao androide T-800 de Schwarzenegger, desde o penteado escovinha, as poucas palavras e sua incansável e desenfreada missão. Cruzar o caminho deste “exterminador” não é uma boa ideia, que o diga o policial Hopper (David Harbour) – quem mais sofre nas mãos do robótico antagonista. E se tais referências não ficaram claras para os espectadores, os diálogos chegam inclusive a citar O Exterminador e Arnold Schwarzenegger.

 

Amanhecer Violento (1984)

Outro clássico cult do ano anterior de quando se passa a série, Red Dawn pode ser considerado uma das maiores fontes para a trama principal da nova temporada de Stranger Things. O longa, que trazia nos papeis principais jovens em ascensão como Patrick Swayze, Charlie Sheen, Lea Thompson, C. Thomas Howell e Jennifer Grey, usava como mote o pânico da Guerra Fria, numa trama bem surreal. Na história, tropas comunistas soviéticas invadem os EUA de forma despercebida e cabe a um grupo de adolescentes lutar e impedir o estouro da Terceira Guerra Mundial. Stranger Things homenageia e não foge do ridículo ao reciclar a ideia colocando uma base militar científica soviética bem debaixo do nariz dos americanos, literalmente – nos subterrâneos de novo shopping da cidade.

 

A História Sem Fim (1984)

Este clássico da fantasia também recebe a devida homenagem da série. E de uma forma diferente e inusitada. Dustin (Gaten Matarazzo) retorna do acampamento de ciências contando vantagem de que tem uma nova namorada. A Princípio ninguém acredita. Mas nós sabemos que o banguela está dizendo a verdade. E não dá outra, sua garota dá as caras no último episódio e o ajuda com um importante cálculo crucial na missão dos heróis. Mas não sem antes obrigá-lo a cantar com ela a música tema do longa citado: Never Ending Story, de Limahl.

 

Picardias Estudantis (1982)

Ainda falando sobre Suzie (Gabriella Pizzolo), a namorada de Dustin – que não era imaginária -, ela é descrita pelo desdentado como uma versão de Phoebe Cates ainda mais bonita. Para quem não lembra, Cates foi musa de diversas produções na década de 1980, como Gremlins (1984), por exemplo. Mas o filme no qual fez diversos adolescentes perderem a cabeça foi nesta comédia juvenil imprópria, Picardias Estudantis, no qual tem uma cena quente usando um biquíni vermelho. O cartaz estampando a atriz no traje chega inclusive a aparecer no último episódio, quando Steve está a procura de emprego numa locadora.

 

A Coisa (1985)

Terror cult da década de 1980, que ficou famoso na época para os brasileiros devido às inúmeras reprises nas noites de domingo no SBT. Aqui, temos uma crítica ao consumismo, quando um novo produto alimentício vira sensação – uma espécie de iogurte/sorvete. O problema é que enquanto o alimento é consumido, ele também consome seus usuários, os deixando viciados. Este é um dos filmes sendo exibidos no multiplex do novo shopping.

 

A Bolha Assassina (1988)

Tudo bem que este filme ainda não havia sido lançado na época em que a nova temporada se passa. Bem, ao menos não esta versão, já que o longa de Chuck Russell é a refilmagem do clássico de 1958 com Steve McQueen. Aqui, a clara referência é a gosma na qual todos os seres possuídos pela criatura monstruosa se transformam.  A forma gelatinosa, que se une e aumenta de tamanho, se desfaz para passar por debaixo de portas e se move se arrastando nos remete imediatamente a este clássico oitentista subestimado. Até a cor avermelhada é parecida com a da bolha.

 

Uma Noite Alucinante (1987)

Outro filme que ainda não havia sido lançado em 1985. O segundo Evil Dead serviu para popularizar ainda mais o filme experimental de Sam Raimi, se comportando como uma refilmagem/sequência. Mas a verdade é que o diretor aprimora muitos dos conceitos já apresentados em A Morte do Demônio (1981). E é exatamente isso que vemos como referência, quando os jovens se reúnem na cabana de Hopper para combater o monstro que se aproxima. A tomada que serve de maior homenagem, no entanto, é a da Nancy (Natalia Dyer) se armando com uma espingarda na casa de ferramentas – o que é puro Ash (Bruce Campbell). Só faltou mesmo a menina soltar a frase de efeito: “Groovy”!

 

Rambo II – A Missão (1985)

Rambo II marcou época. Serviu para elevar o personagem de Stallone a um patamar de ícone. Foi o segundo maior filme do ano – perdendo apenas para De Volta para o Futuro – e virou até mesmo desenho animado (com lancheiras, bonecos e todo tipo de produto para a criançada). E isso porque estamos falando de um filme de guerra, violentíssimo. Ah, os anos 1980. No Brasil, ganhávamos o concurso “Rambo Brasileiro” no programa Viva a Noite, do Gugu Liberato. E em Stranger Things, Hopper é chamado de “fat Rambo”, ou “Rambo Gordo”, pelo cientista russo desertor Alexei (Alec Utgoff).

No terreno das séries, Hopper também é chamado de Magnum (1980-1988), o detetive bigodudo e piadista vivido por Tom Selleck, que operava no Hawaii. Hopper inclusive usa camisas havaianas na nova temporada.

Outra série de sucesso da época mencionada na terceira temporada é Miami Vice (1984-1990). Hopper cita que um de seus programas com a filha adotiva Eleven (Millie Bobby Brown) é assistir ao seriado dos detetives à noite em determinado dia da semana.



COMENTÁRIOS