Westworld - Episódios 2x02 e 2x03 - 'Reunion' e 'Virtù e Fortuna'

Westworld - Episódios 2x02 e 2x03 - 'Reunion' e 'Virtù e Fortuna'


A HBO entregou mais dois episódios de Westworld com mais mistérios, revelações, retorno de alguns personagens, linhas temporais, e tudo aquilo que forma esta série. Enquanto o segundo episódio desta temporada teve um ritmo mais lento, com alguns elementos já esperados, o terceiro veio para explodir as mentes e apenas salientar os teorizadores da conspiração.

In Which We Meet Mr. Delos (quem entendeu a referência? Ninguém? Poxa). Mas enfim, finalmente conhecemos James Delos (Peter Mullan), também pai de Logan (Ben Barnes) e sogro do Homem de Preto (Ed Harris). É bem trabalhado como no mesmo episódio os roteiristas brincam com o telespectador, ao primeiramente apresentar o personagem de Barnes como o Senhor Delos e depois, finalmente, revelar o pai do mesmo. Contudo, é deixado subentendido que James há muito se aposentou e entregou a empresa nas mãos do genro. O que gera o questionamento de quem está, atualmente, por trás dos verdadeiros interesses da Delos no parque, afinal, Will parece ter mudado, há muito tempo, os pensamentos e ideais que desejava ali. O que ele estava construindo, que é uma arma, de acordo com Dolores (Evan Rachel Wood), e para onde ambos estão se dirigindo? Seria um centro de coleta de informações dos visitantes? Ou algo completamente diferente?

É importante destacar a presença do Robert (Anthony Hopkins) ainda no parque. Mesmo estando morto (ou será que ele está?), ele ainda tem certo controle sobre o jogo do Homem de Preto. É como se tivesse realizado uma programação que o impedisse de ter qualquer ajuda ao longo do caminho, exceto por Lawrence (Clifton Collins Jr.), fazendo com que, de certa forma, ainda haja autoridade sobre os rumos tomados no parque. Inclusive, a pequena participação de Giancarlo Esposito, como El Lazo, foi um dos pontos mais bacanas até agora da temporada.




Preciso salientar que o encontro Maeve (Thandie Newton) e Dolores foi de uma decepção dolorida. As duas personagens femininas mais importantes de Westworld mereciam um momento melhor do que aqueles 30 segundos nada produtivos. Fato é que ambas reconhecem que as duas ganharam consciência e buscam caminhos divergentes para seguir. Armistice (Ingrid Bolso Berdal), aquela da tatuagem da cobra (eu sei que vocês lembram), retornou, com uma belíssima arma de fogo (literalmente) nas mãos e se juntou novamente ao grupo. A propósito, é genial a personagem de Newton dizendo ao Lee Sizemore (Simon Quarterman) que ele criou o personagem de Hector Escaton (Rodrigo Santoro), pois aquele era o homem que o mesmo desejava ser. Se já amava a inteligência e percepção dessa mulher antes, agora então...

Bernard (Jeffrey Wright) reencontra Dolores/Wyatt/Androide Consciente (oi?) e ao ajudar a situação de Peter Abernathy (Louis Herthum), que parece estar tendo um breakdown, passando por todos os personagens que já viveu, descobre algo, aparentemente, a respeito do interesse da Delos no mesmo. Lowe, inclusive, diz que por trás do surto do androide existe uma criptografia bem realizada para impedir o acesso. Será que o motivo também está no local onde a filha do camponês quer chegar?

Sem contar que de acordo com a linha temporal do futuro, Abernathy irá escapar de novo das mãos de Charlotte (Tessa Thompson), pois ao reencontrar Bernard e os demais, ela pergunta se pegaram o mesmo. Será que os capangas da personagem de Wood irão recuperá-lo ou ele simplesmente conseguirá fugir? E PELO AMOR DE DEUS, BERNARD, CONTA LOGO O MOTIVO DESSE INTERESSE.

Uma das alegrias é o retorno de Clementine (Angela Sarafyan) que está totalmente sanguinária e se juntou à camponesa. Não posso esquecer de citar que Dolores, Pennyfeather e Angela (Talulah Riley) já estiveram fora do parque, o que até explica o fato da primeira se recordar do mundo exterior, o qual ela demonstra interesse em também dominar. E pode ser este o ponto em que as duas (ela e Maeve) divergem em ideias. Millay, até o momento, quer encontrar a filha e ter uma vida fora daquele lugar, enquanto a outra quer dominar ambos os mundos, ter o controle de tudo. Talvez por tudo que viveu haja essa necessidade de sobrevivência, de uma busca por uma estabilidade para que nunca mais os humanos abusem dela.

O ponto é que Dolores/Wyatt/Androide consciente sabe muito mais do que revela aos comparsas. Com o passar dos episódios o público descobre mais sobre os 30 anos de vida da mesma e o quanto isso contribui para a jornada dela ao longo da segunda temporada. Enquanto escrevo esta análise, um pensamento me cruzou a mente: talvez o interesse no Homem de Preto em destruir o local que construiu seja exatamente por saber que a camponesa, provavelmente, está indo para o lugar obter algo valioso.

Enfim, para finalizar, o telespectador foi introduzido a um novo parque, chamado Raj, uma espécie de sudeste asiático e explicando o tigre encontrado por Bernard, em Westworld, no primeiro episódio. Será que a mulher sobreviveu? (Sou só eu ou ela lembrava certa personagem da primeira temporada (Cof cof Theresa cof cof)? E só mais um detalhe: dá próxima vez que a Dolores e a Maeve se encontrarem, façam melhor. Obrigada!





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c