As Cenas mais Belas do Cinema

As Cenas mais Belas do Cinema

COMPARTILHE!

Existem diversas maneiras de definir e analisar uma cena de cinema. São fatores que, juntos ou não, vão fazer a total diferença na constituição da cena. Quais são estes fatores?

São vários. Pode ser a fotografia, uma bela imagem sempre colabora para uma bela cena, a atuação do ator / atriz, assim como a direção, a trilha sonora e, o mais importante, a sensação que a cena trará ao espectador. Não precisa ser necessariamente uma sensação boa, de alegria. Em alguns casos, uma cena de morte pode ser bela.

Pensando nesta composição, resolvi pesquisar muitos filmes que possuem belíssimas cenas. Eu tomei como base todas as características citadas acima, ressaltando mais a última, a sensação. A sensação porque é ela que vai mais te tocar, que fará seu coração bater mais forte, que te fará sentir nostalgia, que te fará chorar de alegria ou tristeza, que passará o triunfo da tela para você .




As cenas abaixo são de ótimos filmes que, talvez você não concorde em alguns aspectos (principalmente se não viu o filme completo), mas é inegável que elas possuem ao menos, uma das características que constituem uma bela cena.

Confira abaixo algumas das cenas mais belas do cinema:

 

Shame (Carey Mulligan cantando New York)




Não só esta cena, mas o filme Shame é inteiro maravilhoso. Falando desta cena em especial, Carey Mulligan canta de maneira encantadora (e a la Marylin Monroe) New York New York, de Frank Sinatra.

Luzes da Cidade (final)

Para mim, um dos mais lindos e arrepiantes finais de todos os tempos (não só o final). É praticamente impossível até a menos sensível das pessoas não se emocionar com essa maravilhosa cena.

Platoon (Willem Dafoe morrendo)

A cena da morte de Willem Dafoe é um ícone do cinema. Mesmo que muitos pensem que esta morte não aconteceria deste modo na vida real, Dafoe interpretou a cena com tanta maestria, que conseguiu fazer uma cena de morte (originada de uma traição) ser belíssima e não ficar forçada.

ET – O Extraterreste (ET voando pela lua de bicicleta)

Esta definitivamente não poderia ficar de fora da lista. A sequência do pequeno E.T. andando (e voando) de bicicleta é tão maravilhosa que virou outro marco do cinema. E o destaque, é lógico, vai para a eterna cena da bicicleta voando com a lua cheia e iluminada de fundo.

Homem-Aranha (beijo de cabeça para baixo)

Acho que nem o próprio diretor do filme (Sam Raimi) achava que uma simples conclusão de cena faria um estrondoso sucesso. Para mim, o beijo de cabeça para baixo do Homem-Aranha e Mary Jane, foi umas das poucas cenas de filmes atuais que marcaram.

A Doce Vida (Anita Ekberg na fonte)

Este clássico de Federico Fellini, também considerado por muitos como um dos melhores filmes de todos os tempos, possui uma sequência sensual (de maneira poética) e maravilhosa; a icônica cena onde a atriz Anita Ekberg entra na fonte com seu belo vestido preto. Quando Marcello Mastroianni faleceu, as luzes da fonte se apagaram em sua homenagem.

Rocky – Um Lutador (Stallone correndo na escada)

É quase impossível você ver uma grande escadaria e, ao chegar ao topo, você não imitar um dos gestos mais famosos da história do cinema. Isso é culpa da cena do primeiro filme da série Rocky. Brincadeiras a parte, a cena se tornou tão icônica não só por demonstrar a perseverança do personagem, mas também pela bela composição que faz com que os espectadores sintam aquele clima de “agora vai”.

Um Sonho de Liberdade (Tim Robbins na chuva)

Outra cena que pode ser definida bela pela sensação causada a quem assiste. O momento em que o personagem de Tim Robbins se vê livre da prisão se tornou ainda mais marcante pela maneira como escapou da cadeia; rastejando por muitos metros dentro de um cano de esgoto cheio de fezes. O resultado foi fantástico.

Beleza Americana (Mena Suvari deitada nas pétalas de rosas)

Nesta bela sequência, podemos dizer que o principal (não o único) ingrediente para esta cena ser tão bela é a direção de arte. As pétalas de rosas caindo sobre Kevin Spacey são belas, mas nada se compara à Mena Suvari deitada nua em uma piscina de pétalas. Inegavelmente, uma maravilhosa cena que se tornou célebre.

Crash – No Limite (menina tomando tiro)

Apesar de ser o ganhador do Oscar de melhor filme em 2006, esta cena não é tão icônica como outras. Porém, a sequência que a filha de um casal latino toma um tiro é tão bela que é impossível não se emocionar ao vê-la.

Thelma e Louise (final)

Thelma e Louise é um clássico filme de aventura dos anos 90 e tem um dos finais mais emocionantes e belos dos últimos tempos. A representação da amizade das personagens Geena Davis e Susan Sarandon com o Grand Canyon de fundo, é um dos principais ingredientes para este final tão belo. Lógico que não tão belo quanto o término da cena.

Gostaram das cenas? Caso queiram ver mais alguma cena na lista, comentem e deêm suas sugestões.

 

 

 

Texto de Luciano Castilho, do Artescétera

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «