Atores que criticaram seus próprios filmes

Atores que criticaram seus próprios filmes

COMPARTILHE!

Hollywood pode ser referência em glamour, riqueza e luxo, mas toda indústria tem seus podres. De vez em quando, um filme não sai como esperado, e até mesmo os astros mais bem pagos do cinema se envergonham de algo em suas carreiras.

Alguns defendem até o fim certos filmes que desagradaram o público, como Eric Bana fez com ‘Hulk’. E outros realmente acham que fizeram parte de produções horríveis. Em meio a tanta elegância, surgem atores decididos a revelar suas opiniões negativas ao público.

Os alvos desses profissionais insatisfeitos são variados, incluindo desde bombas até clássicos do cinema. As críticas vão de comentários cômicos até ofensas violentas.




Cada um pode decidir se essas declarações são amostras de honestidade ou ingratidão, mas uma coisa é certa – os astros listados abaixo odiaram certas experiências em suas carreiras e não guardaram segredo:

 

Ben Affleck

batman_3




‘Demolidor – O Homem Sem Medo’:

“Eu fiz um monte de filmes que não funcionaram”, declarou o ator, dando como exemplo o longa do super-herói da Marvel.

Por outro lado, a recepção da crítica e a bilheteria não foram tão ruins. O próprio Affleck estrelou uma bomba muito maior, ‘Contato de Risco’, ao lado de Jennifer Lopez.

 

Nicole Kidman

nicolekidman_1

‘Austrália’:

“Eu não consigo ver esse filme e ter orgulho do que fiz… Para mim, é simplesmente impossível me conectar emocionalmente com [o filme].”

Kidman afirmou, porém, que adorou o trabalho dos atores Hugh Jackman e Brandon Walters.

 

Sylvester Stallone

Stallone-Creed

‘Pare, Senão Mamãe Atira!’:

Eu fiz alguns filmes realmente horríveis. ‘Pare, Senão Mamãe Atira!’ foi o pior. Se você quiser que alguém confesse um assassinato, faça essa pessoa assistir àquele filme. Eles vão confessar qualquer coisa em 15 minutos.

 

Arnold Schwarzenegger

arnoldschwarzenegger_1

‘Guerreiros de Fogo’: Schwarzenegger também fez um filme que considera um instrumento de tortura.

É o pior filme que eu já fiz. Agora, quando meus filhos aprontam, eles são mandados para o quarto e forçados a ver ‘Guerreiros de Fogo’ 10 vezes. Assim eu nunca tenho problemas com eles.

 

Marlon Brando

Brando CinePOP

‘O Calouro da Máfia’:

É horrível. Vai ser um fracasso, mas depois desse eu vou me aposentar. Eu estou cansado demais. Esse filme, com exceção da equipe canadense, foi uma experiência extremamente desagradável. Eu preferia não ter terminado com uma bomba.

Co-estrelada por Matthew Broderick, a comédia foi bem nas bilheterias, e Brando voltou atrás em sua decisão de se aposentar.

 

Brad Pitt

world-war-z-2013-brad-pitt

‘Inimigo Íntimo’: Pitt não poupou críticas à produção do thriller.

Nós não tínhamos um roteiro. Bom, nós tínhamos um ótimo roteiro, mas ele foi descartado por várias razões. Ter que inventar as coisas no ato – Jesus, que pressão. Foi ridículo… Eu não sei por que alguém gostaria de continuar fazendo aquele filme. Nós não tínhamos nada. O filme foi vítima desse chefe de estúdio [Mark Canton], que disse, ‘Eu não me importo. Nós vamos fazer [o filme]. Eu não me importo com o que vocês têm. Filmem algo.’ Eu tentei [sair do filme] quando faltava uma semana para as filmagens e nós tínhamos 20 páginas de porcaria. E o roteiro que eu amava não existia mais.

O ator afirma que foi “a mais irresponsável produção cinematográfica – se é que você pode chamar assim – que eu já vi.” Harrison Ford, que também estrelou o filme, concordou com as críticas. No entanto, após a polêmica que os comentários geraram, Pitt tentou voltar atrás. Mas não foi o bastante para impedir que o filme fosse um fracasso de crítica e de bilheteria.

 

Peter O’Toole

peterotoole

‘Tróia’: O veterano afirmou que o épico do diretor alemão Wolfgang Petersen foi um “desastre… O diretor, aquele chucrute, que palhaço que ele era.”

 

Matthew Goode

matthewgoode_1

‘Casa Comigo?’: Goode descreveu a má recebida comédia romântica como “inchada” e acrescentou: “Eu sei que muita gente vai dizer que esse é o pior filme de 2010.” O ator deixou claro que não participou do filme por causa do roteiro. Então, por que ele aceitou? “A principal razão para eu pegar [o trabalho foi] a possibilidade de voltar para casa nos fins de semana.” As locações eram próximas de sua residência, na Inglaterra, e a comodidade se provou irresistível.

Se eu sinto que me decepcionei? Não. Se foi um trabalho ruim? Sim, foi. Mas, você sabe, foi divertido e eu fui pago.

 

CLÁSSICOS INTOCÁVEIS?

A situação pode ficar ainda mais desagradável quando a crítica, o público e até mesmo a Academia concordam que o filme foi bom, mas um dos astros discorda.

Richard Gere

lindamulher_1

‘Uma Linda Mulher’:

As pessoas me perguntam sobre esse filme, mas eu me esqueci dele… Aquela foi uma comédia romântica boba.

Gere criticou a imagem positiva que o filme pintou dos empresários de Wall Street, como o que ele interpreta. “[O filme] fez esses caras parecerem atraentes, o que é errado. Que bom que, hoje, nós somos mais céticos com esses caras.”

 

Burt Reynolds

burt reynolds mustache 2

‘Boogie Nights – Prazer Sem Limites’: Reza a lenda que o astro odiou o longa de Paul Thomas Anderson quando o viu pela primeira vez. Sua reação foi tão negativa que ele despediu o agente que o indicou para o trabalho. Ironicamente, o ator foi indicado ao Oscar pelo papel, e, claro, apareceu na cerimônia.

 

Alec Guinness

alec_guinness5

‘Guerra nas Estrelas’: Ainda no set do filme, o intérprete de Obi-Wan Kenobi declarou:

Não é um trabalho de ator. Os diálogos – que são lamentáveis – são mudados o tempo todo, e só melhoram um pouco.

 

Matt Damon

matt_damon

‘O Ultimato Bourne’: Segundo o astro da franquia, a primeira versão do roteiro de Tony Gilroy era “ilegível.” Damon acrescentou:

Isso seria o fim de sua carreira. Digo, eu poderia colocar essa coisa no eBay e seria fim do jogo para aquele cara. Era terrível. Era realmente vergonhoso.

O longa foi um grande sucesso de público e crítica e venceu três Oscars.

CURIOSIDADE: Os créditos do roteiro não foram apenas para Gilroy. A versão final contou com o trabalho de Scott Z. Burns e George Nolfi.

 

ERRAR É HUMANO, PERSISTIR NO ERRO É UM BOM NEGÓCIO

Muitos atores devem ter passado mais de uma vez por más experiências no cinema, mas só alguns deram voz a suas insatisfações tantas vezes.

 

Christopher Plummer

Christopher_Plummer

‘A Noviça Rebelde’: Plummer descreveu o clássico musical como “horrível e sentimental e meloso”, e afirmou que “Você tinha que trabalhar muito duro para tentar colocar um toque minúsculo de humor [no filme].”

‘O Novo Mundo’: 40 anos mais tarde, o veterano teve outra experiência insatisfatória, com o cineasta Terrence Malick.

O problema com Terry [Malick], que eu logo percebi, é que ele precisa de um roteirista, desesperadamente… Ele insiste em escrever, e escrever mais, e mais, até que tudo soa terrivelmente pretensioso, e você tem que trabalhar duro para fazer aquilo parecer real. E então ele edita seus filmes de tal forma que corta todo mundo deles.

O ator veterano fez questão de mandar uma carta para Malick com suas críticas, e inclusive admitiu que admira alguns de seus filmes. Mas ele foi categórico: “Eu nunca mais trabalharei com ele.” Plummer também citou a insatisfação de Colin Farrell, que reclamava que o diretor preferia filmar aves a filmar atores.

CURIOSIDADE: Sean Penn fez críticas semelhantes ao filme seguinte do diretor, ‘A Árvore da Vida’:

Uma narrativa mais clara e convencional teria ajudado o filme sem, na minha opinião, diminuir sua beleza e seu impacto… Francamente, eu ainda estou tentando descobrir o que estou fazendo lá, e o que eu deveria acrescentar naquele contexto! Para piorar, o próprio Terry nunca conseguiu me explicar com clareza…

Edward Norton

hulk-bruce-banner-by-edward-norton

‘Uma Saída de Mestre’:

Meus fãs de verdade deveriam ignorar este [filme].

‘O Incrível Hulk’: Conhecido por ser um ator difícil de se trabalhar, Norton teve discussões com a Marvel para definir a montagem final do filme. O estúdio o descartou de ‘Os Vingadores’ e de qualquer filme centrado no Hulk.

 

Shia LaBeouf

Shia LaBeouf

‘Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal’:

Eu sinto que eu falhei com o legado que as pessoas amavam e estimavam… Você vê os macacos nos cipós e coisas assim e você pode colocar a culpa no roteirista e pode colocar a culpa em Steven [Spielberg]. Mas o trabalho do ator é dar vida [ao filme] e fazê-lo funcionar, e eu não consegui. Então é minha culpa. Simples… Eu acho que o público é bem inteligente. Eu acho que eles sabem quando você fez [um filme ruim].E se você não admitir, então por que eles confiariam em você da próxima vez em que você estiver promovendo um filme?

LaBeouf afirmou que adora Spielberg e nunca o desrespeitaria, mas “ele precisa ouvir isto.”

‘Wall Street – O Dinheiro Nunca Dorme’:

[O diretor Oliver Stone] estava tentando agradar. Mas para um filme como ‘Wall Street’, que tinha tanta acidez da primeira vez, vir sem as presas de fora e pregar uma mensagem de esperança não é o que as pessoas esperam.

‘Transformers: A Vingança dos Derrotados’:

Quando eu vi o segundo filme, eu não fiquei impressionado com o que fizemos. O filme tinha algumas acrobacias incríveis, mas o coração não estava lá. Nós nos perdemos… Perdemos um pouco dos relacionamentos. Se você não tem esses relacionamentos, o filme não importa. São apenas robôs lutando entre si.

LaBeouf fez a declaração enquanto promovia o terceiro filme, desta vez com muita empolgação.

CURIOSIDADE: Megan Fox também fez várias críticas à franquia. Ela afirmou que o primeiro filme “não é um filme focado nas atuações”, e, na continuação, malhou o diretor Michael Bay, dizendo que ele era como Adolf Hitler durante as filmagens. O conflito resultou na saída da atriz da franquia.

 

CHUTANDO CACHORRO MORTO

Certos filmes são malhados pela crítica, odiados pelo público ou fracassam nas bilheterias, e às vezes naufragam nas três categorias, mas mesmo assim um ator pode se pronunciar e jogar uma pá de cal no desastre.

George Clooney

georgeclooneybatman

‘Batman & Robin’:

Era um daqueles filmes em que era difícil atuar bem. Pensando bem, é fácil olhar para trás e dizer ‘Uau, esse [filme] foi uma merda e eu estava muito ruim nele’.

O filme foi (e continua sendo) tão criticado que até Clooney imaginou que o dano era irreparável: “Eu acho que nós matamos a franquia”, disse, na época do lançamento.

 

Mark Wahlberg

fimdostempos_2

‘Fim dos Tempos’:

Foi um filme muito ruim. Foda-se. [O filme] é o que é. Malditas árvores, cara. As plantas. Foda-se. Vocês não podem me culpar por não querer interpretar um professor de ciências.

Fracasso de crítica, o terror foi mais um passo do cineasta M. Night Shyamalan na direção do descrédito popular. Seus longas seguintes não foram menos achincalhados.

 

James Franco

James Franco

‘Sua Alteza?’: Direto e resolvido, Franco disse sobre a malfadada comédia medieval: “Aquele filme é uma droga. Não tem como ignorar.”

 

Sean Connery

aligaextraordinaria

‘A Liga Extraordinária’:

Eu estou cansado dos idiotas… [Existe] um abismo cada vez maior entre as pessoas que sabem fazer filmes e as pessoas que aprovam a produção dos filmes.

Connery odiou tanto seu papel que ele se aposentou logo em seguida.

 

Halle Berry

mulhergato_4

‘Mulher-Gato’: Mais do que admitir que o filme era ruim, a atriz fez isso em público. Ela foi uma das poucas a subir ao palco do Framboesa de Ouro, que “premia” os piores filmes do ano. Em seu discurso, Berry disse:

Eu gostaria de agradecer a Warner Bros. por me escalar nessa merda, nesse filme horroroso… “Era exatamente disso que a minha carreira precisava – eu estava no topo, agora estou no fundo do poço.

CURIOSIDADE: Sandra Bullock também teve uma participação memorável na cerimônia de entrega do Framboesa de Ouro. Apenas um dia antes de receber o Oscar por ‘Um Sonho Possível’, ela foi nomeada Pior Atriz do ano por ‘Maluca Paixão’. Porém, ela teve uma postura bem diferente da de Berry: ela levou um carrinho cheio de cópias do filme para a plateia, pois queria que todos reconsiderassem sua opinião.

 

CONSERTANDO ERROS

Nem sempre é tarde para corrigir um comentário desastroso ou uma parceria profissional que não deu certo. Estes astros conseguiram, ou pelo menos tentaram, retratar os erros que cometeram em relação a seus filmes.

 

Mel Gibson

melgibson_2

‘O Hotel de um Milhão de Dólares’: Tudo começou com um comentário bizarro de Gibson sobre o longa de Wim Wenders: “Eu achei [o filme] chato como a bunda de um cachorro.” Algum tempo depois, o astro tentou se retratar:

Eu pensei, ‘Deus, por que eu disse aquilo? Eu sou um idiota! Eu produzi o filme. Eu estou distribuindo o filme!’ Foi muito imprudente da minha parte, porque muitas pessoas trabalharam duro naquele filme… Então eu realmente me arrependo de dizer aquilo. Eu escrevi muitas cartas de desculpas por conta daquilo.

O astro disse que o comentário desastroso foi resultado de um dia lotado de entrevistas.

 

Sean Penn

landscape-1426804589-the-gunman-sean-penn

‘Jogo de Poder’: O problema de Penn não foi com o filme, mas com o diretor, Doug Liman, com quem tinha uma relação conflituosa. Em represália, o ator se negou a participar da campanha de divulgação do longa.

 

Jim Carrey

kickass2_34

‘Kick-Ass 2’: Num dos casos mais recentes, Carrey criticou o excesso de violência no filme de heróis, e também não quis participar de sua divulgação.

Eu gostaria de pedir desculpas aos outros envolvidos com o filme. Eu não tenho vergonha de tê-lo feito, mas eventos recentes me fizeram mudar de opinião.

O ator explicou que mudou de ideia após o massacre na escola Sandy Hook, em dezembro de 2012. “Eu fiz ‘Kick-Ass’ um mês antes de Sandy Hook, e agora eu não posso suportar em sã consciência esse nível de violência”, declarou.

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «