‘Que Horas Ela Volta?’ vai representar o Brasil no Oscar 2016

‘Que Horas Ela Volta?’ vai representar o Brasil no Oscar 2016

COMPARTILHE!

O longa-metragem brasileiro que concorrerá a uma vaga na categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira no Oscar 2016 foi anunciado pelo Ministério da Cultura, nesta quinta-feira (10), às 11h, no Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro.

Oito longa-metragens estavam habilitados: ‘A história da eternidade (Camilo Cavalcante), ‘Alguém Qualquer (Tristan Aronovich), ‘Campo de jogo (Eryc Rocha), ‘Casa Grande‘ (Fellipe Barbosa), ‘Entrando Numa Roubada (André Moraes), ‘Estrada 47 (Vicente Ferraz), ‘Estranhos (Paulo Alcântara) e ‘Que Horas Ela Volta? (Anna Muylaert).

O escolhido foi o aclamado ‘Que Horas Ela Volta?‘.




Protagonizado pela atriz Regina Casé, o filme está fazendo sucesso no mercado internacional e já foi vendido para mais de 20 países, tendo um lançamento comercial na Europa antes mesmo do Brasil. Na Itália já foi lançado em 70 cidades no início de junho, alcançando a 8ª posição do ranking dos filmes mais vistos. Já na França foi lançado no final de junho com mais de 100 cópias em 90 cidades.




Crítica | Que Horas ela Volta? 

Segundo o respeitado site americano Indiewire, o filme dirigido por Anna Muylaert é um dos preferidos para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. O site divulgou uma lista com suas apostas para o maior prêmio do cinema, e ele entrou na seleta lista, que conta com  francês o húngaro ‘Filho de Saul‘, o francês ‘Dheepan‘, o mexicano ‘Gueros‘ e  o turco ‘Mustang‘.

Os filmes que estavam concorrendo precisavam ter sido lançados pela primeira vez no Brasil e exibidos publicamente, com fins comerciais, por, no mínimo, sete dias consecutivos no período de 1º de outubro de 2014 a 30 de setembro de 2015, em sala de cinema comercial, confirmado por meio de comprovante de exibição.
oscar2016
Últimas indicações
Os filmes brasileiros selecionados para concorrer à indicação nas últimas seis edições do Oscar foram: ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro (2015); ‘O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho (2014); ‘O Palhaço, de Selton Mello (2013); ‘Tropa de Elite 2: o Inimigo agora é Outro, de José Padilha (2012); ‘Lula, o filho do Brasil, de Fábio Barreto (2011); e Salve Geral, de Sérgio Rezende (2010).

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «