Apesar dos altíssimos números de bilheteria (ainda mais considerando a contínua pandemia de COVID-19), o prospecto do elogiado 007 – Sem Tempo para Morrer’, que marca a despedida de Daniel Craig no icônico papel de James Bond, não é muito bom.

Segundo um recente levantamento da Variety, a produção pode dar um prejuízo de mais de US$100 milhões à MGM e a EON Productions, companhias responsáveis pelo longa-metragem. Isso vem em virtude tanto do orçamento da obra, estimado em US$250 milhões, e do extenso material promocional, que também ultrapassou a marca dos US$100 milhões por causa dos constantes adiamentos (16 meses, mais precisamente).

As informações indicam que, para que os estúdios não tivessem prejuízo, a arrecadação financeira deveria beirar os US$900 milhões. Por enquanto, ‘Sem Tempo para Morrer’ alcançou a marca dos US$734 milhões nas bilheterias.



Cary Joji Fukunaga (‘Beasts of No Nation’) é responsável pela direção.

Na trama, o agente secreto britânico está desfrutando de uma vida tranquila na Jamaica, depois de ter deixado o serviço ativo. No entanto, sua paz está com os dias contados, já que uma nova missão lhe é dada. 

Aproveite para assistir:

O elenco também traz o retorno de Ralph Fiennes, Naomie Harris, Rory Kinnear, Léa Seydoux, Ben Whishaw e Jeffrey Wright, além de apresentar Ana de Armas, Dali Benssalah, David Dencik, Lashana Lynch, Billy Magnussen e Rami Malek.



Não deixe de assistir: