Com o lançamento do angustiante drama / thriller de ficção científica Passageiro Acidental (Stowaway) na Netflix hoje, dia 22 de abril, resolvemos abordar nesta matéria um fato que tem se tornado cada vez mais constante em filmes e séries: grandes nomes femininos do cinema tem se tornado astronautas e ido para o espaço nas telas.

Passageiro Acidental narra a trajetória de Michael Adams (Shamier Anderson), um técnico que, ao fazer reparos numa aeronave espacial rumo a Marte e se acidentar ficando inconsciente, termina a bordo da missão que ficará fora da Terra por 2 anos. Desesperador, certo? O que você faria?

Por mais enervante que seja a ideia, este não é o foco desta matéria. Acontece que no elenco do filme temos a presença de duas estrelas indicadas ao Oscar, ambas em papeis de astronautas na missão. O fato nos chamou atenção para a enxurrada recente de estrelas de grande renome que tem aceitado este tipo de personagem, antes dominado pela presença masculina. Mais do que nunca o ditado “o lugar da mulher é… aonde ela quiser” se concretiza hoje, e o espaço tem se tornado uma das fronteiras dominadas por elas no cinema e séries atualmente.

Tendo isso em mente, confira abaixo algumas produções recentes onde grandes intérpretes fazem valer seu status literalmente se juntando às estrelas.



Anna Kendrick e Toni Collette

Começamos com o mais recente exemplar a colocar celebridades no espaço. Estreando hoje na Netflix, Passageiro Acidental traz poucos atores num ambiente claustrofóbico e uma narrativa tensa. Dentre os passageiros estão Toni Collette e Anna Kendrick, indicadas ao Oscar respectivamente por O Sexto Sentido (2000) e Amor Sem Escalas (2010). No filme, Kendrick vive a médica a bordo da aeronave, Zoe Levenson; enquanto Collette é Marina Barnett, a comandante da missão.

Hilary Swank

E se no item acima temos duas indicadas ao Oscar, aqui temos uma atriz duas vezes vencedora do Oscar de intérprete principal. Trata-se de Hilary Swank, ganhadora por Meninos Não Choram (2000) e Menina de Ouro (2005). A estrela é a protagonista de Away, série de 10 episódios lançada pela mesma Netflix em setembro de 2020. Aqui, o foco é no drama familiar, com Swank no papel de Emma Green, uma astronauta em missão para Marte, que deixa seu marido e filha pequena para trás por 3 anos a fim de realizar o sonho de sua vida. Enquanto acompanhamos a aventura espacial da protagonista, na Terra seus entes sofrem seus próprios dilemas aguardando seu retorno.



Eva Green

A francesa Eva Green é outra estrela que foi para o espaço nas telas. No filme A Jornada (Proxima), Green viveu Sarah Loreau, astronauta pega no dilema de concluir o sonho de sua vida, pelo qual se prepara há bastante tempo, ou ficar para cuidar da filha pequena – que sofre desde já com sua iminente partida. Embora reserve similaridades com o item acima, A Jornada é mais intenso em seu retrato dramático e questões abordadas. Não por menos se trata de uma produção francesa elogiadíssima pela imprensa, escrita e dirigida pela cineasta Alice Winocour (roteirista de Cinco Graças – indicado ao Oscar de filme estrangeiro em 2016). A Jornada fez sua estreia no Festival de Toronto e foi lançado na França em novembro de 2019, chegando ao Brasil em outubro de 2020.

Natalie Portman

Aproveite para assistir:



Voltando ao radar do Oscar, a “pequena notável” Natalie Portman levou sua tão almejada estatueta do Oscar pela performance em Cisne Negro (2011), entrando assim para o panteão das grandes intérpretes do cinema. Há dois anos, no entanto, a atriz se enveredou por onde nunca havia estado: no espaço. Isso é, sem contarmos a fantasia de Star Wars. Em Lucy in the Sky, Portman vive uma personagem de nome peculiar. Ela é Lucy Cola, astronauta que fica “viciada no espaço”. Sabe o conceito de Guerra ao Terror (2009), com os soldados não se adaptando à volta para casa. Pois bem, a personagem de Portman passa pelo mesmo aqui, porém, sem conseguir se adaptar a abstinência do espaço. Lucy in the Sky também fez sua estreia no Festival de Toronto em 2019, seguiu para os cinemas nos EUA em outubro do mesmo ano e chegou ao Brasil direto em vídeo no dia 16 de junho de 2020.

Fabiana Karla

Quem disse que as atrizes brasileiras iriam ficar de fora desta lista? No entanto, a ideia para o filme Lucicreide vai para Marte é a mais inusitada da matéria e uma das mais curiosas do cinema nacional (e quem sabe internacional) em anos recentes. A humorista Fabiana Karla estreou Lucicreide, sua personagem mais antiga e famosa, no programa Zorra Total em 2004. A personagem é uma faxineira pernambucana arretada, que tinha como bordão: “desenrola, carretel!”. A curiosidade se dá não pela personagem ter ganhado um filme próprio, mas sim pela escolha desta narrativa. Ao invés de contar a história de quem é Lucicreide, a abordagem foi logo levar a mulher para Marte numa aventura espacial. Lucicreide vai para Marte estreou no dia 4 de abril de 2021.

Halle Berry



Halle Berry no espaço? Acredito que este item não seja muito conhecido da maioria. Única série protagonizada pela musa após sua vitória no Oscar (A Última Ceia) e fama, Extant infelizmente foi cancelada depois de duas temporadas. O programa da rede americana CBS (desses que são para serem assistidos nos canais da TV e não em streaming, vocês lembram?) estreou em julho de 2014, e trazia a estrela como Molly Woods, uma astronauta em missão solo fora da Terra por 1 ano. Mas existe uma pegadinha no conceito da trama. Quando volta ao planeta, a personagem está grávida! E agora, como explicar a situação para o marido? Berry acreditava tanto no projeto que também foi a produtora do seriado. Mas não apenas isso, ao seu lado ninguém menos que o Sr. Blockbuster em pessoa, Steven Spielberg como produtor executivo.

Sandra Bullock

Quem pode, pode. Até agora na matéria já tivemos atrizes vencedoras do Oscar, e algumas indicadas também. No entanto, nenhuma outra foi indicada ao viver exatamente o tipo de papel homenageado aqui na lista. Sim, Sandra Bullock é a única presente na matéria a ter sido lembrada por uma nomeação da Academia ao vestir trajes espaciais e ficar longe da gravidade da Terra. Sentiram o “gancho” no trocadilho. É claro que falamos de Gravidade (2013), filme vencedor de 7 Oscar, incluindo fotografia e direção (para o mexicano Alfonso Cuarón). Na trama, após um acidente numa estação espacial, dois astronautas (George Clooney e Bullock) ficam à deriva lutando por sobrevivência. Pelo papel de Ryan Stone, Sandra Bullock recebia sua segunda indicação ao Oscar, após a vitória em 2010 com Um Sonho Possível.

Anne Hathaway

Mais uma vencedora do Oscar na lista. Colega de Bullock em 8 Mulheres e um Segredo (2018), Anne Hathaway pode não estar dando muita sorte atualmente em sua carreira (com fracassos consecutivos de público e crítica), mas já garantiu sua estatueta do Oscar para decorar a casa (Os Miseráveis, 2013), além de outra indicação anterior (O Casamento de Rachel, 2009). A frase “In Nolan We Trust” nunca teve melhor uso do que para a atriz, afinal foi só se colar com o diretor Christopher Nolan que Hathaway garantiu dois dos filmes mais queridos do grande público dos últimos anos. O primeiro foi como Mulher Gato em O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), onde arrancou elogios com seu desempenho. Dois anos depois, e Hathaway ia para o espaço ao lado de Matthew McConaughey na ficção científica Interestelar (2014). Bem, nem todos podem morrer de amores pelo filme, mas ai de você se falar mal dele na internet…


Jessica Chastain

A musa ruiva ainda não ganhou uma estatueta do Oscar para chamar de sua, mas temos certeza que isso é só questão de tempo. Afinal, em uma década desde que surgiu em cena, já são duas indicações ao Oscar, cinco ao Globo de Ouro e uma vitória no mesmo prêmio, além de uma penca de atuações fantásticas. Ainda falando de Interestelar (2014), Chastain também fez parte do elenco do filme, no entanto, ficou pela Terra mesmo. No ano seguinte, porém, Chastain viveu a astronauta Melissa Lewis, Comandante da missão que termina precisando sair às pressas de Marte deixando o eterno “perdido” Matt Damon para trás em… bem, Perdido em Marte (2015), de Ridley Scott. Dado como morto, é só quando percebem que o protagonista ainda está vivo, lutando para se adaptar na biosfera no planeta vermelho, que a personagem de Chastain precisa ter a decisão mais difícil de sua vida e resolve retornar para resgatar este verdadeiro “Soldado Ryan”.

Jennifer Lawrence

Terminando a lista com… você adivinhou, outra vencedora do Oscar. A “menina” Jennifer Lawrence é um dos maiores fenômenos recentes do cinema. A jovem tem nada menos que 4 indicações ao Oscar num período de 10 anos, desde que surgiu em cena. E, é claro, uma vitória para chamar de sua pelo filme O Lado Bom da Vida (2013). Assim como Hathaway, J-Law é uma estrela que anda em baixa devido a suas últimas escolhas de projetos, digamos, polêmicas. E podemos dizer que tudo saiu de vez dos trilhos depois de Passageiros (2016), produção ambiciosa de alto conceito que deveria ter sido o “novo” Gravidade. Ao contrário do prestígio do filme de Alfonso Cuarón, Passageiros se tornou fracasso de crítica e gerou repulsa em parte do público. Na trama, Lawrence vive Aurora Lane, acordada de seu sono criogênico em uma viagem espacial de décadas pelo personagem de Chris Pratt, após a câmara dele dar defeito e abrir. Assim, fingindo que a dela deu defeito também, o sujeito seduz a jovem e o amor floresce entre os dois. Deu para sentir o quão problemático e abusivo é o romance da trama que tentam nos empurrar, não é?

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva