A Netflix está renovando sua grade de programação e diversos filmes e séries serão removidos da plataforma neste mês de julho.

E para você não perder aquela última oportunidade de assistir ao que tem de mais valioso nessa nova pilha de futuras de remoções, preparamos uma lista caprichada para você conferir.

São seis títulos imperdíveis que se despedem do streaming no primeiro semestre de julho. Então não perca tempo, salve essa listinha amiga e comece suas maratonas – pois tem dica que será removida nesta sexta-feira (01)!

O Quarto de Jack

Sequestrada, confinada em um quarto minúsculo e estuprada. Uma jovem dá à luz um filho. Mas quando ele completa cinco anos, ela começa a tramar uma fuga.


Vale a pena porquê?: Além de ter rendido um Oscar de Melhor Atriz para Brie Larson, o aclamado drama é uma experiência dolorosamente imersiva e convida a audiência para uma poderosa reflexão sobre um dos assuntos mais delicados.

Data de remoção: 01 de julho

Aproveite para assistir:



Invasão Zumbi

Enquanto o país é assolado por uma epidemia de zumbis, pai e filha partem em uma jornada de trem angustiante tentando chegar à única cidade que ainda não foi afetada.

Vale a pena porquê?: Eletrizante e com cenas de ação excelentes, o thriller de zumbi é um prato cheio para os amantes do gênero e é uma genuína evidência da qualidade do cinema coreano.


Data de remoção: 01 de julho

Quase 18

A vida escolar fica ainda mais difícil para uma adolescente problemática depois que sua melhor amiga começa a namorar com seu irmão mais velho.

Vale a pena porquê?:

Hailee Steinfeld mostra sua versatilidade em tela em uma comédia dramática deliciosa sobre a dificuldade de amadurecer em meio às inseguranças e incertezas. Sua incrível dinâmica de tela com o veterano Woody Harrelson torna o filme uma experiência ainda mais rica e divertida – marcada também por algumas reflexões. Além disso, a produção rendeu uma indicação ao Globo de Ouro para a Steinfeld.

Data de remoção: 15 de julho


Rédeas da Redenção

Tentando reconstruir a relação com a filha, um criminoso calejado entra em um programa de reabilitação com cavalos na prisão.

Vale a pena porquê?

Um dos dramas mais impactantes dos últimos anos, ele teve sua estreia no Festival de Sundance 2019 – onde foi aclamado tanto pela crítica, bem como pelo público. Com uma jornada poderosa sobre recomeços, o filme ainda traz uma performance emocionante de Matthias Schoenaerts.

Data de remoção: 15 de julho

Um Homem entre Gigantes

O patologista forense Dr. Bennet Omalu tenta conscientizar a opinião pública sobre a encefalopatia traumática crônica, uma doença que causa trauma cerebral em jogadores de futebol americano, resultado de concussões repetidas na cabeça.


Vale a pena porquê?

Muito antes de King Richard: Criando Campeãs, Will Smith fez de Um Homem entre Gigantes uma de suas maiores chances no Oscar. No entanto, sua impactante performance foi esnobada na temporada de premiações de 2016 e o filme acabou passando despercebido por muitos. Mas ainda dá tempo de você valorizar o trabalho do ator nesse drama – que é baseado em fatos reais.

Data de remoção: 15 de julho

Dawson’s Creek

Quatro amigos em uma pequena cidade costeira traçam uma jornada da adolescência à vida adulta. Juntos, eles lidam com diferentes problemas que os fazem amadurecer.

Vale a pena porquê?


Além de explorar toda a fase de transformação emocional e hormonal da adolescência, a série faz inúmeras homenagens ao universo do cinema, bem como a elementos da cultura POP – algo que na época não era comum. Uma das séries de teen drama mais amadas dos anos 90 e 2000, Dawson’s ainda foi responsável por lançar a carreira de grandes nomes da atualidade como Joshua Jackson e Michelle Williams. Esta última recebeu quatro indicações ao Oscar e possui um Emmy Award de Melhor Atriz em Minissérie.

Data de remoção: 15 de julho

Não deixe de assistir: