REVIEW ‘Game Of Thrones’ S04E09 – The Watchers of the Wall

REVIEW ‘Game Of Thrones’ S04E09 – The Watchers of the Wall



Por Flavinha Leão, do Séries em Pauta

Nem Tyrion, nem Daenerys, nem Stanis, nem Arya. O último episódio de  ‘Game Of Thrones‘ foi todo e totalmente dedicado à Muralha e coberto de gelo e sangue. Os selvagens finalmente atacaram a Patrulha da Noite e aposto que todos prenderam a respiração esperando a morte de um dos personagens mais queridos do seriado. Mas John Snow continuou vivo. Ufa! Teremos pelo menos mais um episódio com ele. Com GOT, nunca se sabe. Depois de se prepararem o melhor que puderam e de muita morte, os 100 patrulheiros da noite conseguiram derrotar o poderoso exército de Mance Ryder que, aliás, é bom frisar, não apareceu na batalha. Destaque para Sam e Edd Doloroso que mandaram muito bem durante toda a luta.

Sam escondeu Gilly e seu bebê na dispensa, estimulou Pip a não desistir, convencendo-o de que era capaz de lutar, e acabou por ser o culpado de uma das cenas mais tristes de todas as temporadas. Vamos recapitular. Havia um menino completamente amedrontado operando o elevador que levava até o topo da Muralha. Sam olhou bem em seus olhos e o mandou se armar e lutar. O menino pegou arco e flecha. E Ygritte acabou novamente nos braços de John Snow, só que morta por essa mesma flecha.

Já ouvi todo tipo de comentários sobre Ygritte, em sua maioria não muito positivos, mas todos concordam que a cena foi triste. Eu, pessoalmente, adorava a personagem, mas de qualquer jeito, o objeto da traição de John ao seu juramento como irmão negro, ou corvo, como preferirem, está morto. RIP Ygritte.

Pip e Grenn também não sobreviveram, o que reduziu o círculo de amizades íntimas de John para Sam e Edd apenas. Thormund Terror dos Gigantes matou sozinho a metade dos corvos que sucumbiram e conseguiu ferir gravemente o Sr. Alisser Thorne, o mais antipático de todos os irmãos negros. Será que ele sobreviverá? Já Janos Slynt, veterano de tantas guerras e honrarias, foi se encolher na dispensa junto à uma mulher e um bebê. Shame on you, Slynt. E ele ainda quer ser o Senhor Comandante da Muralha. Pode? Que os deuses novos e os antigos protejam a Patrulha.

Foi basicamente um episódio sangrento da Patrulha da Noite contra os selvagens, dos corvos contra os gigantes, da estratégia contra a força, do treinamento contra a vontade. Mas a guerra ainda não acabou, porque John Snow se aventurou sozinho do lado norte da Muralha para encarar Mance Ryder. O dia já estava raiando e o inverno está chegando.



Aproveite para assistir:


COMENTÁRIOS