Abaixo-assinado para a Marvel recontratar James Gunn já tem 25 mil assinaturas

Abaixo-assinado para a Marvel recontratar James Gunn já tem 25 mil assinaturas


A demissão de James Gunn continua gerando polêmica, e um grupo de fãs criou um abaixo-assinado para a Marvel recontratar o diretor para a direção de 'Guardiões da Galáxia 3'.

"Eu concordo no ponto de que se as pessoas disserem um bocado de merda enquanto trabalham para um estúdio, o estúdio tem todo o direito de demiti-lo sobre a possível controvérsia. Essa situação é muito diferente, já que ele fez essas piadas anos antes de trabalhar para a Disney e também o fato de que eram piadas. Eu concordo com a maioria, incluindo o próprio Gunn, que as piadas eram ruins e não engraçadas, mas ainda eram piadas, não era uma opinião ou uma declaração, era apenas uma tentativa ruim de ser engraçado.

A outra coisa é se você fizer isso com Gunn, você tem que fazer isso para todos os outros diretores que disseram alguma piada de mau gosto em algum momento de sua vida, que é todos eles, porque duvido que exista um humano neste planeta que não tenha fez uma piada de merda uma ou duas vezes na vida.", afirma.

O abaixo-assinado já conta com 25 mil assinaturas. Confira!



'Guardiões da Galáxia 3': Dave Bautista critica demissão de James Gunn 

O diretor foi demitido depois que personalidades conservadoras reapareceram velhos tweets nos quais o cineasta brincou sobre assuntos polêmicos como pedofilia e estupro.

Em alguns tweets, Gunn escreveu coisas como:

"Eu gosto quando menininhos tocam em minhas partes íntimas. Shhh!"

"Filmes não românticos: Três homens e um bebê fazendo sexo"

"Meu novo filme 'Jerkloose' se passará em uma cidade pequena onde se masturbar é proibido e jovens fazem na frente de criancinhas para mostrar como é divertido"

"Rir é o melhor remédio. é por isso que eu rio de pessoas com AIDS"

"Acabei de fazer uma piada sobre sodomizar a minha amiga quando ela estava dormindo"

"Queria caçar animais de grande porte, mas sei que isso é moralmente questionável. Então estou indo atrás de caçar alguém para estuprar"

Depois das acusações, Gunn publicou uma série de mensagens no Twitter pedindo desculpas aos fãs:

"As pessoas que seguiram minha carreira sabem como comecei. Me via como um provocador, fazendo filmes e contando piadas que eram escandalosas e tabu para muitos. Como disse publicamente muitas vezes, na medida em que desenvolvi como pessoa, meu trabalho e meu humor também desenvolveram. Não posso dizer que sou melhor, mas sou muito diferente do que eu era  passado. A época em que falava coisas só para chocar e ver as reações de todos definitivamente já acabou. No passado, me desculpei pelo meu humor ácido. Me sinto arrependido e realmente quis dizer tudo que disse nas minhas desculpas. Eu sei que é uma declaração estranha e que pode parecer óbvia, mas estou aqui dizendo isso. Esta é a verdade completa: costumava fazer piadas ofensivas, não faço mais. Não culpo meu passado por isso, mas me sinto mais humano e mais criativo hoje. Amo vocês".

O presidente da Walt Disney Studios, Alan Horn, anunciou a demissão em comunicado:

"As atitudes e declarações ofensivas descobertas no feed do Twitter de James são indefensáveis ​​e inconsistentes com os valores de nosso estúdio, e nós rompemos nosso relacionamento comercial com ele".





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c