'Akira': Taika Waititi não embranquecerá os personagens com atores caucasianos

'Akira': Taika Waititi não embranquecerá os personagens com atores caucasianos



Desde a estreia de 'Ghost in The Shell: A Vigilante do Amanhã', os fãs de anime e mangá têm se preocupado avidamente com a forma como Hollywood tem tratado as adaptações de produtos japoneses, colocando atores ocidentes caucasianos para sumir papéis que deveriam ser direcionados para asiáticos.

O problema é antigo e existe muito antes do impacto negativo gerado pelo longa em questão. Mas após a estrondosa reação negativa do público com a escalação da atriz Scarlett Johansson para 'A Vigilante do Amanhã', os estúdios parecem estar um pouco mais atentos à voz da audiência, a fim de evitar um grande prejuízo com o mau desempenho de seus filmes nas telonas.

E segundo Taika Waititi, no que tange à adaptação do mangá 'Akira', os fãs podem descansar, pois não haverá embranquecimento dos personagens por questões mercadológicas.

Em uma entrevista ao IGN, o cineasta revelou que o elenco será escalado respeitando a etnia dos personagens:

"Escalar adolescentes asiáticos é o jeito certo de fazer esse filme para mim e provavelmente não, quer dizer, não tenho um nome de um talento ainda inexplorado para o papel. Mas sim, eu quero direcionar mais a narrativa para os livros".


Aproveite para assistir:


 

A versão live-action da animação 'Akira' ganhou data de estreia. A produção, desenvolvida pela Warner Bros. chegará aos cinemas no dia 21 de maio de 2021.

Dirigido por Taika Waititi ('Thor: Ragnarok'), a produção é baseada no popular mangá dos anos 80, bem como em seu anime.

A história se desenrola em Neo Manhattan, uma cidade reconstruída depois de ter sido destruída na III Guerra Mundial, iniciada pelo crescimento incontrolável de poderes sobrenaturais de uma criança chamada Akira, que foi registrado num programa governamental secreto de pesquisa.

O ator Leonardo DiCaprio assina a produção e o roteiro está a cargo de Marco Ramirez ('Demolidor', 'Os Defensores').

 

 


COMENTÁRIOS