Após acusações de assédio sexual, John Lasseter anuncia sua saída da Pixar

Após acusações de assédio sexual, John Lasseter anuncia sua saída da Pixar


O presidente da Pixar, John Lasseter, anunciou que deixará o estúdio ao final deste ano. A revelação vem após o período de seis meses de licença que o animador havia tirado, em virtude das acusações de assédio sexual envolvendo seu nome, reveladas pelo site The Hollywood Reporter.

Em um comunicado oficial, Lasseter compartilhou os motivos de sua saída:

"Os últimos seis meses me proporcionaram uma oportunidade para refletir sobre minha vida, carreira e prioridades pessoais. Enquanto continuo dedicado à arte da animação e inspirado pelo talento criativo da Pixar e da Disney, decidi que o final deste ano é o momento certo para começar a focar em novos desafios criativos. Estou extremamente orgulhoso do que os dois dos mais importantes e prolíficos estúdios de animação conseguiram sob minha liderança e agradeço todas as oportunidades de seguir minha paixão criativa na Disney".

Mediante o bombástico anúncio, o CEO da Disney, Bog Iger, também refletiu sobre este momento, agradecendo a Lasseter por sua dedicação ao estúdio.



Em um comunicado, ele disse:

"John teve um trabalho notável na Pixar e na Disney Animation, reinventando o ramo de animação, assumindo riscos de tirar o fôlego e contando histórias originais de alta qualidade que durarão para sempre. Estamos profundamente gratos por suas contribuições, que incluíram uma reviravolta magistral e notável do The Walt Disney Animation Studios. Uma das maiores realizações de John é montar uma equipe de grandes contadores de histórias e inovadores com a visão e o talento para definir o padrão em animação para as gerações futuras".

Na ocasião às revelações feitas pelo THR, Lasseter divulgou um comunicado interno, se desculpando por seu comportamento inapropriado:

"Eu tive, recentemente, algumas conversas difíceis que foram bem dolorosas para mim. Nunca é fácil encarar seus erros, mas é a única forma de aprender com eles. Como resultado isso, tenho pensado muito no líder que sou hoje e me comparando com o mentor e defensor que quero ser. Me chamaram a atenção dizendo que eu fiz com que alguns de vocês se sentissem desrespeitados e desconfortáveis.

Nunca foi intenção minha. Vocês são o meu mundo e eu peço desculpas se os decepcionei. Eu quero me desculpar especialmente com qualquer pessoa que recebeu um abraço indesejado de mim ou qualquer outro gesto que possa ter cruzado alguma linha. Independente das minhas boas intenções, todos tem o direito de terem seus próprios limites respeitados. Nas minhas conversas com a Disney, concluímos que estamos unidos no nosso compromisso de tratar suas preocupações com a seriedade necessária e lidar com elas da maneira apropriada. Também desejamos reforçar a cultura vibrante e respeitosa que tem sido a fundação de nosso estúdio de sucesso desde o começo.

Concordamos que o primeiro passo nessa direção será o meu afastamento para refletir e descobrir como seguir em frente. Apesar de ser difícil ficar longe de um trabalho que eu amo e de um time que considero muito enquanto pessoas e artistas, sei que essa é a melhor decisão para nós no momento. Minha esperança é que esses seis meses me darão a oportunidade de cuidar melhor de mim, de recarregar as baterias e me inspirar e de no fim das contas voltar para cá com a perspectiva que preciso para ser o líder que vocês merecem.

Eu tenho muito orgulho desse time de profissionais e sei que vocês continuarão surpreendendo o mundo na minha ausência. Desejo a todos um ótimo final de ano e estou ansioso para trabalhar com vocês novamente ano que vem.

John."

 

Leia mais sobre os casos de assédio que causaram polêmica em Hollywood, abrindo novas portas para que vítimas possam se sentir à vontade para falar sobre o que sofreram.

Ed Westwick, de ‘Gossip Girl’, é acusado de estupro

Polêmica! Charlie Sheen é acusado de estuprar Corey Haim quando ator tinha 13 anos

“Você devia f*dê-la para ela ver que é lésbica”, Ellen Page acusa Brett Ratner de assédio

Matthew Weiner, criador de ‘Mad Men’, é acusado de assédio por roteirista da série

Prestigiado comediante Louis C.K. é acusado de assédio sexual por cinco mulheres

Jeffrey Tambor é investigado por acusação de assédio sexual

Kevin Spacey: ator está buscando tratamento após novas acusações de assédio

Diretor Brett Ratner é acusado de assédio sexual por Olivia Munn e outras atrizes

Cineasta indicado ao Oscar é acusado de assédio sexual por mais de 30 mulheres

Ben Affleck também é acusado de assédio sexual; Assista ao vídeo!

 





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c